11º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo exibe mais de 400 fi ::  | Curta o Curta

11º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo exibe mais de 400 fi

Por Guilherme Whitaker em 25/10/2000 17:15


11º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo exibe mais de 400 filmes


Em 2000 o Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo bateu vários recordes: 401 filmes, 183 sessões, 14 salas em 3 cidades (também Rio de Janeiro e Porto Alegre) e um público total estimado em 26.675 espectadores. O cinema digital e a veiculação pela internet foram os principais destaques da programação. Entre as atrações estiveram o manifesto Dogma Feijoada, a retrospectiva Curtas Viajantes e a mais recente obra de Jean-Luc Godard - o filme digital "Da Origem do Século 21". A safra recente brasileira, com 113 títulos, foi exibida na íntegra, assim como a filmografia de curtas do animador inglês Nick Park. Mais de 150 convidados, 40 deles vindos do exterior, passaram pelo evento.

PRÊMIOS

O diretor paulista Maurício Lanzara recebeu o Prêmio Revelação, pelo curta "Iminente Luna". Escolhido por um júri indicado pela TV Cultura, o prêmio é concedido a filmes brasileiros dirigidos por cineastas estreantes. Consiste em um contrato de exibição na emissora no valor de R$ 5 mil, mais o Troféu TV Cultura, oito latas de negativo Kodak 35mm, três diárias de câmera Aaton 35mm (oferta da HagaDê), R$ 6 mil em locação de equipamentos de luz e maquinaria oferedidos pela Quanta, serviços de laboratório no Megacolor e de telecinagem nos EstudiosMega, além de cinco horas de mixagem na JLS. "Iminente Luna" é protagonizado por Raul Cortez e Emílio Di Biasi, que convivem num mesmo quarto de asilo. O mesmo júri concedeu Menção Especial aos filmes "Estetyka", de João Machado (co-produção Brasil-EUA), e "Brennand - De Ovo Omnia" (PE), de Liz Donovan.

O Prêmio Terra para melhor trabalho do concurso Curtas para Internet foi dado a "Beauty", de Vítor Amati & François Bourrui (Brasil-França). Os realizadores receberam R$ 3 mil. Outros cinco trabalhos de destaque do concurso receberam o programa Windows Millenium, oferta da MicroSoft: "O Maior", de Luiz Fernando Petzhold (RJ); "Nunca Fui Santa", de Cláudia Guimarães (PR); "Black Ninja", de Tocha Alves & Tuca Paoli (SP); "Não Há Ninguém Aqui", de Wagner Morales (SP), e "Gênesis 22", de Jeferson De (SP).

O Prêmio Aquisição Canal Brasil, no valor de R$ 5 mil, foi concedido a "Outros", de Gustavo Spolidoro (RS), e "BMW Vermelho", de Reinaldo Pinheiro & Edu Ramos (SP). Os dois filmes também dividem o Prêmio Curtas no Espaço Unibanco de Cinema com "Os Outros", de Fernando Mozart (RJ), e "Passadouro", de Torquato Joel (PB).

O Prêmio Eveo, uma câmera DV fornecida pela distribuidora norte-americana, exclusivo para os curtas da Mostra Cinema em Curso, foi dado a "O Mundo Segundo Sílvio Luiz", de André Francioli (SP), com menção honrosa a "Primavera de Praga", de Cristian Borges & Janek Ruzicka (Brasil-Inglaterra-República Tcheca).

"A. M. A. Ceará", de Pedro Amorim (CE), recebeu o troféu da Associação Brasileira de Documentaristas, que também deu Menção Honrosa a "O Velho, o Mar e o Lago", de Camilo Cavalcante (PE); "Chico do Barro", de Otávio Pedro(CE); "O Mundo Segundo Sílvio Luiz", de Francioli, e "Tropel", de Eduardo Nunes (RJ).

"Caída por Você", do norte-americano Phillip J.Bautell, recebeu o Trófeu Coelho de Prata, para melhor curta da Mostra MiX Brasil. Durante a cerimônia foi sorteado um programa de edição Final Cut entre os participantes do workshop Novas Tecnologias de Edição, realizado durante o evento. O vencedor foi o diretor e montador paulista Paulo Sacramento.

FAVORITOS DO PÚBLICO

Entre os filmes brasileiros, os escolhidos foram :

"A.M. A. Ceará", de Pedro Martins
"BMW Vermelho", de Reinaldo Pinheiro e Edú Ramos
"Os Filhos de Nelson", de Marcelo Santiago (RJ)
"Iminente Luna", de Maurício Lanzara
"A Invenção da Infância", de Liliana Sulzbach (RS)
"Outros", de Gustavo Spolidoro
"Os Outros", de Fernando Mozart
"Passadouro", de Torquato Joel
"Tepê", de José Eduardo Belmonte (DF)
"A Truta", de André Warwar (RJ)

Entre as Mostra Internacional, Latino-Americana e MiX Brasil os escolhidos foram:

"Caída por Você", de Phillip J. Bautell (EUA)
"Feche a Porta", de Jens Lien (Noruega)
"Fungos", de Ramón Salazar Hooges (Espanha)
"George Lucas Apaixonado", de Joe Nussbaum (EUA)
"Identidade Cidadão", de Diego Velasco (Venezuela)
"Irmão", de Adam Elliot (Austrália)
"Papai, Aonde Vamos Dormir?", de Dimce Stojanovsky (Iugoslávia)
"Precoce", de Pierre Pinaud (França)
"O Ralo", de Tiago Guedes & Frederico Serra (Portugal)
"Sábado, Domingo e Segunda Também", de Eric Valette (França)

De caráter não-competitivo, o Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo é considerado um dos cinco mais importantes festivais desse gênero em todo mundo. Seu principal objetivo é o intercâmbio de idéias sobre estética, política, economia e experiências relacionadas ao curta-metragem. Dirigido pela produtora Zita Carvalhosa, o Festival é organizado pela Associação Cultural Kinoforum, entidade também responsável pelo É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários. Uma apresentação da Petrobrás, o evento conta com patrocínio da Enterpa Ambiental, tem co-promoção do SESC-São Paulo e co-patrocínio do Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Estado da Cultura, da Prefeitura de São Paulo/Secretaria Municipal de Cultura e do Ministério da Cultura/Secretaria do Audiovisual. Sua próxima edição está anunciada para o período entre 23 de agosto e 1º de setembro de 2001.

Outras informações em http://web.archive.org/web/20040328052918/http://www.kinoforum.org/short


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]