11º Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis homenageia animador uruguaio ::  | Curta o Curta

11º Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis homenageia animador uruguaio

Por Guilherme Whitaker em 25/06/2012 20:05


Pré-estreias do filme uruguaio Selkirk, o verdadeiro Robinson Crusoe, de Walter Tournier, e dos brasileiros Tainá – A Origem, de Rosane Svartmann, e Corda Bamba – História de uma Menina Equilibrista, de Eduardo Goldenstein, com a presença dos três diretores, estão na programação da 11ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, que ocorre de 29 de junho a 15 de julho no Teatro Governador Pedro Ivo. Na Mostra Competitiva, 88 curtas-metragens brasileiros foram selecionados pela curadoria do festival.

Walter Tournier é um dos mais importantes animadores da América Latina e será homenageado na edição deste ano. O longa Selkirk, o verdadeiro Robinson Crusoe, narra a história de um pirata rebelde e egoísta que depena a tripulação de um navio vencendo a todos no jogo de cartas. Provoca uma indignação geral e é abandonado em uma ilha deserta. Ali deve sepultar seus desejos de vingança e desmedida ambição, e encarar uma nova maneira de enxergar o mundo. O filme terá dublagem ao vivo e o diretor fará palestra sobre animação no dia 2 de julho, às 14h, no Centro de Ciência Humanas da UFSC. Haverá duas sessões de Selkirk, na noite de abertura, no dia 29 de junho, às 19h, e no dia 7 de julho, às 14h.

Tournier é um artesão da técnica stop motion. Responsável por mais de 20 filmes de animação, é fundador da produtora Imagenes, que assina algumas das mais importantes obras do cinema uruguaio atual. Em Imagenes dirigiu o departamento de animação, realizando uma singular experiência com crianças sobre a situação política do Uruguai, que gerou o filme Los escondites del sol.

Produziu uma série de filmes, dos quais Madre Tierra é o mais expressivo. Atualmente está à frente da produtora que leva o seu nome, a Torunier Animation, cujos trabalhos já lhe renderam inúmeros prêmios. Selkirk, o verdadeiro Robinson Crusoe é um trabalho longo, que levou quase dez anos para ser finalizado. O filme está sendo lançado no Uruguai, Argentina, Chile e Peru e chega ao Brasil por meio da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis.

VIAGEM

Tainá - A Origem, de Rosane Svartman, é o terceiro filme da trilogia e será exibido dia 30 de junho, sábado, às 16h, com a presença da diretora, produtores e da atriz principal, Wiranu Tembé. Tainá 1 e 2 levaram um público de 1,7 milhão de pessoas para as salas de cinema e conquistaram 22 prêmios em festivais nacionais e internacionais. Tainá – A Origem teve um teste de exibição na Mostra em 2011. Os realizadores receberam sugestões sobre a montagem e agora o longa retorna para a pré-estreia nacional. O filme conta a história da invasão da floresta amazônica por piratas da biodiversidade.

Na programação há ainda o filme francês O Mágico, com o roteiro original de 1956, escrito pelo diretor e ator Jacques Tati (1907-1982). Dirigido e com texto adaptado por Sylvain Chomet, diretora de As Bicicletas de Belleville, a animação conta a vida de um mágico de meia-idade dos anos 1950 que sofre com a ascensão do rock’n’roll e da tecnologia e vê o público desaparecer de suas apresentações. É indicado especialmente para adolescentes e adultos e será exibido no domingo, dia 8 de julho, às 18h.

Peixonauta: Agente Secreto da O.S.T.R.A, inspirado em uma série brasileira que faz sucesso em mais de 80 países, é outro filme em cartaz na edição deste ano e será exibido no dia 8 de julho, às 10h. No longa, o peixinho vai se tornar agente secreto. A diretora Celia Catunda estará presente na sessão. A série ganhou também o formato do show musical Cante com o Peixonauta, que encerra a programação da Mostra, no dia 15 de julho, às 16h. Durante o espetáculo, os personagens Peixonauta, e seus melhores amigos, a menina Marina e o macaco Zico, cantam e dançam 14 músicas. O projeto tem direção cênica de Beto Andreetta, atores da Cia. Pia Fraus e direção musical de Paulo Tatit, do Grupo Palavra Cantada.

Estão previstas ainda nesta edição as sessões do Festival Anima Mundi e do Festival Internacional de Cinema Infantil, com produções da Dinamarca, Alemanha e Noruega. O Palquinho da Mostra está com uma agenda repleta de shows em todos os finais de semana com artistas de Santa Catarina.

No âmbito das discussões políticas, o tema do 8º Encontro Nacional de Cinema Infantil é Desafios Criativos: Distribuição e Conteúdo e terá a presença da Secretária do Audiovisual do MinC, Ana Paula Santana, da diretora e produtora Celia Catunda, da diretora da Agência Nacional de Cinema (Ancine) Vera Zaverucha, e dos distribuidores Abrão Scherer e Marco Aurélio Marcondes

A previsão de público da Mostra este ano é de 80 mil espectadores, com a ampliação do 2º Circuito Estadual de Cinema Infantil. Gestores de mais de 150 municípios foram preparados e receberam kits para realizar a Mostra em suas cidades durante o mês de julho.

 

CLIQUE E CONFIRA: Entrevista com LUIZA LINS, diretora da Mostra, sobre os destaques da programação.

 

O quê: 11ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis
Onde: Teatro Pedro Ivo. Rodovia SC 401, km 5, 5.600, Saco Grande
Quando: 29 de junho a 15 de julho, das 9 às 17h30
Quanto: sessões gratuitas de segunda a sexta-feira e ingressos a R$ 2,00 aos finais de semana.

Fontes: Luiza Lins, Fifo Lima, Sarah Goulart e Karine Bittencourt

 


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]