122 filmes em Super8 invadem Sampa ::  | Curta o Curta

122 filmes em Super8 invadem Sampa

Por Guilherme Whitaker em 07/11/2001 14:21


122 filmes em Super8 invadem Sampa
Evento acontece no Itaú Cultural de 8 a 25 de novembro e tem entrada franca


São Paulo assiste a 122 obras realizadas em Super-8mm nos anos 70, dirigidas por nomes como Hélio Oiticica e Torquato Neto

Como parte do evento multidisciplinar Anos 70: Trajetórias, o ITAÚ CULTURAL promove a mostra Marginália 70 – Experimentalismo no Super-8 Brasileiro, que reúne a mais instigante produção de filmes em Super-8 mm, realizados no Brasil nesse período. A mostra é resultado de uma extensa pesquisa desenvolvida por Rubens Machado Jr., professor de cinema da Universidade de São Paulo (USP), que contou com a atuação logística do ITAÚ CULTURAL para localizar, recuperar e remasterizar o trabalho de 78 realizadores, compondo uma seleção de 122 filmes.

Marginália 70 abre no dia 8 de novembro, às 20h, e segue até dia 25 em São Paulo. No dia 20/11 (terça-feira) acontece um debate sobre essa produção, com participações dos cineastas Ivan cardoso, Edgard Navarro filho e Jomard Muniz de Britto.

A seleção de filmes aponta de forma pioneira a coerência expressiva de artistas plásticos e cineastas experimentais como Antonio Dias, Edgard Navarro, Hélio Oiticica, Ivan Cardoso, Lygia Pape, Marcello Nitsche, Paulo Bruscky e Raymond Chauvin que, mesclando radicalismo e poesia, engajamento político e anarquia, souberam dar continuidade à índole experimental que marca o cinema brasileiro.

Foi esse mesmo apego à experimentação que impregnou a retina dos espectadores e fez do Cinema Novo (Anos 60) e do cinema de invenção marginal (Anos 70) referências cinematográficas mundiais. O período de austeridade política e da proliferação de manifestações culturais alternativas, demarcado pelos anos 70, favoreceu a produção de filmes em formatos não-comerciais e de propostas estéticas nada convencionais.

Doutor em Cinema pela USP e pela Sorbonne Nouvelle de Paris, o paulista Rubens Machado Júnior trabalha desde 1983 como consultor, pesquisador de cinema (Idart, CCSP) e professor (Escola de Comunicações e Artes da USP). Editor de publicações cinematográficas brasileiras e européias, Machado coleciona quase uma centena de artigos publicados em jornais e revistas do Brasil e do mundo.


Programação

Dias 8, quinta-feira, às 20h, 9, sexta-feira, às 16h, e 24 de novembro, sábado, as 16h: São Paulo (Abrão Berman), Aluminosa Espera do Apocalipse (Rui Vezzaro, Fernando Severo e Peter Lorenzo), Watching Time (Regina Vater), Deus não Está Morto (Chico Liberato), Amsterdã Erótica (Paulo Bruscky), Vacas de Concreto (Marcello Nitsche), Fabulário Tropical (Geneton Moraes Neto), Esplendor do Martírio (Sérgio Péo), Agrippina é Roma-Manhattan (Hélio Oiticica) e Céu sobre Água (José Agrippino de Paula).


Dias 9, sexta-feira, às 20h, e 10 de novembro, sábado, às 16h: The Illustration of Art 2 (Antonio Dias), A Pátria (Jorge Mourão), Carnival in Rio (Lygia Pape), Metamorfose 2 (Raymond Chauvin), Teaserama (Ivan Cardoso), Nosferatu no Brasil (Ivan Cardoso), Reflection (Paulo Bruscky), Terror da Vermelha (Torquato Neto), Cubo de Fumaça (Marcello Nitsche) e Exposed (Edgard Navarro).


Dias 10, sábado, às 20h, e 23 de novembro, sexta-feira, às 20h: Luz e Sombra (Mário Cravo Neto), Grátia Plena (Carlos Porto de Andrade Jr. e Leonardo Crescenti Neto), A Rebelião dos Animais (Nelson Leirner), Costumes da Casa (Jorge Mourão), Mamãe Eu Fiz um Super 8 nas Calças (Carlos Zílio), O Rei do Cagaço (Edgard Navarro), Pira (Sérgio Péo), Costura da Mão (Marcello Nitsche) e O Convite (Raymond Chauvin).


Dias 11, domingo, às 18h, e 13 de novembro, terça-feira, às 16h: Grama (Cláudio Tozzi), Imagens do Declínio: Beba Coca Babe Cola (Bertrand Lira e Torquato Joel Lima), Viagem numa Paisagem de Magritte (Paulo Bruscky), Zona Zul (Henrique Faulhaber Barbosa), Costura da Paisagem (Marcello Nitsche), Charles (Luiz Alphonsus), Iconoclasta (Raymond Chauvin), X (Anna Maria Maiolino), Zoológico, Jardim (Maria do Carmo Secco), Alice no País das Mil Novilhas (Edgard Navarro) e Fome (Carlos Vergara).


Dias 13, terça-feira, às 20h, e 14 de novembro, quarta-feira, às 16h: Pasárgada (Getulio Gaudielei Grigoletto e José Albino Gonçalves), Relax Místico (Giorgio Croce e Ragnar Lagerblad), Momentos de Vivência (Areia) (Donato Ferrari), O Lento, Seguro, Gradual e Relativo Strip-tease de Zé Fusquinha (Amin Stepple), Fotograma (Cláudio Tozzi), Vivencial 1 (Jomard Muniz de Britto), Guilherme Mandaro (Luiz Alphonsus), O Mar (Marcello Nitsche), Eletros, o Grande Monumento (José Araripe Jr.), Funeral para uma Década de Brancas Nuvens (Geneton Moraes Neto), Poesia e Vento (Gabriel Borba) e Ou (Gabriel Borba).


Dias 14, quarta-feira, às 20h, e 15 de novembro, quinta-feira, às 16h: Exp. 1. Animação (Firmino Holanda), The illustration of Art – I (Antonio Dias), Shave e Send (Jorge Mourão), Poema Louco N° 1 (Raymond Chauvin), Copacabana Beach (Vivian Ostrovsky), Elements (Iole de Freitas), Rio de Janeiro – Brasil (Luiz Alphonsus), Na Bahia Ninguém Fica em Pé (E. Navarro, P. Ribeiro e José Araripe Jr.) e Ora Bombas ou a Pequena História do Pau, Brasil (Fernando Bélens).


Dias 15, quinta-feira, às 20h, 16, sexta-feira, às 16h, e 24 de novembro, sábado, às 20h: Abertura I (Artur Barrio), Mãe Natureza (Flávio de Souza), Lua Diana (Mário Cravo Neto), A Esperança é um Animal Nômade (Geneton Moraes Neto), Ritual (Artur Barrio), Decadentismo (Amador N° 5) (Raymond Chauvin), A Coluna (Donato Ferrari), Pó e Mandalas (Paulo Barata), Superfícies Habitáveis – Memorial 2 (Flávio Motta e Marcello Nitsche) e Uma Experiência Didática – O Corpo Humano (Jomard Muniz de Britto).


Dias 16, sexta-feira, às 20h, 17, sábado, às 16h, e 25 de novembro, domingo, às 18h: + - = - (Anna Maria Maiolino), O Duelo (Daniel Santiago), Tabela (B. Toledo, B. Caro, H. de Oliveira Jr. e M. Craveiro), Dirce & Helo (Luiz Otávio Pimentel), A Flor do Lácio é Vadia (Geneton Moraes Neto), Pixando (Ana Nossa Bahia e Pola Ribeiro), O Desenrolar do Filme (Ismênia Coaracy), Anticinema (?) (Auto-Retrato N° 4) (Raymond Chauvin), A Múmia Volta a Atacar (Ivan Cardoso), O Conde Gostou da Coisa (Ivan Cardoso), O Palhaço Degolado (Carlos Cordeiro .e Jomard Muniz de Britto) e Jogos Frugais Frutais (Jomard Muniz de Britto).


Dias 17, sábado, às 20h, e 21 de novembro, quarta-feira, às 16h: OK x KO (Luciano Figueiredo e Óscar Ramos), Retina Gatilhada (José Araripe Junior), Antes que Eu me Esqueça (Jairo Ferreira), Gato / Capoeira (Mário Cravo Neto), Extravagance (Raymond Chauvin), Putz (Paulo R. Rocha), Homenagem a Steinberg: As Máscaras N° 2 (Nelson Leirner), Dinâmica dos Traços II (Ypiranga Filho), Auto-Retrato (Marcello Nitsche), Lin e Katazan (Edgard Navarro), As Time Goes By (Regina Vater) e Poema (Paulo Bruscky).


Dias 18, domingo, às 18h, e 20 de novembro, terça-feira, às 16h: Ovo de Colombo (Caravelas) (Carlos P. de Andrade Jr. e L. Crescenti Neto), Vitrines (Ruy Vezzaro), Canal Zero (Sérgio L. Giraud), LuzAzul (Júlio Plaza), Projeção (Marcos Bertoni), A Morte da Galinha (Cláudio Tozzi), Homenagem a Steinberg: As Máscaras N° 1 (Nelson Leirner), Decadente N° 2 (Raymond Chauvin), Brabeza (José Umberto Dias e Robinson Roberto), O Enterro do Celulóide (Marcus Sergipe e Virgilio de Carvalho Neto) e Atual-idade da Terra (E. Navarro, M. Sergipe e V. de Carvalho Neto).


Dia 20 de novembro, terça-feira, às 20h

Debate, com Edgard Navarro, Jomard Muniz de Britto e Ivan Cardoso.


Dias 21, quarta-feira, às 20h, e 22 de novembro, quinta-feira, às 16h: Paixão Maldita (Isay Weinfeld e Marcio Kogan), Chacal é o Juiz (Luiz Alphonsus), Estudo 3 (Ray-mond Chauvin), A Estética do Camelô (Daniel Santiago), Xeroperformance (Paulo Bruscky), LMNUZX, Fogo! (Paulo Bruscky), Via Crucis (Leonhard Frank Duch, Paulo Bruscky e Ulisses Carrion) e O Vampiro da Cinemateca (Jairo Ferreira).


Dias 22, quinta-feira, às 20h, e 23 de novembro, sexta-feira, às 16h: The illustration of art – III (Antonio Dias), Noite Acesa (Luiz Alphonsus), Batucada (Hassis), Brasil 1.872.000 Minutos / Noves Fora? (Jorge Mourão), Viva o Outro Mundo (Kátia Mesel), Wampirou (Lygia Pape), Abílio Matou Pascoal (Pola Ribeiro) e Inventário de um Feudalismo Cultural (Jomard Muniz de Britto).


As sinopses e biografias dos realizadores você encontra aqui


Marginália 70 – Experimentalismo no Super-8 Brasileiro

de 8 a 25 de novembro de 2001

ITAÚ CULTURAL - Sala Azul

Av Paulista 149

São Paulo – SP

Entrada franca

tel (11) 3268.1700

antendimento@itaucultural.org.br


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]