5° edição do ENTRETODOS ::  | Curta o Curta

5° edição do ENTRETODOS

Por Guilherme Whitaker em 12/12/2012 19:21


De 29 de novembro a 02 de dezembro será realizada em São Paulo a 5° edição do ENTRETODOS - Festival de curtas de Direitos Humanos. Este ano o festival acontece em diversos pontos culturais e espaços de mais de 20 regiões da capital paulista como: São Miguel, Itaquera, Ermelino Matarazzo, Aricanduva, Pinheiros, Lapa, Cidade Tiradentes, Perus, M’boi Mirim, Santana/ Tucuruvi, Jabaquara, Itaim Paulista, Casa Verde, Vila Guilherme, Parelheiros, Sé, Vila Prudente, Freguesia/ Brasilândia, Mooca, Ipiranga, Pirituba e Butantã.

Com curadoria de Manuela Sobral e Jorge Grinspum, o ENTRETODOS exibe mais de 31 curtas de diferentes formatos, incluindo vídeos feitos por celular, dos quais 26 estão em competição. Dividido nos programas “Mostra Infantil”, “EntreTodos Especial”, “Espaços”, “Códigos”, “Paralelos”, “Diálogos” e “Atalhos”, os filmes mostram a amplitude do tema direitos humanos, abordando questões como a migração, homossexualidade, espiritualidade, habitação, entre outras.

O festival também fará a estreia do curta “Ojepota regua", realizado pelos índios da aldeia guarani Tenondé Porã de Parelheiros. O curta, que terá a sua pré-estreia no dia 01/12 às 20h no espaço Matilha Cultural, narra o cotidiano e os costumes da aldeia mais próxima a um grande centro urbano, através da historia de um jovem recém-casado que vai constantemente à mata olhar suas armadilhas, até que um dia encontra sua cunhada, irmã mais nova de sua mulher.

O Júri, formado pelo cineasta Hector Babenco, a escritora e roteirista Beatriz Bracher, a cineasta Julia Murat, o jornalista Ubiratan Brasil, o diretor executivo da Buriti Filmes Marcos Barreto, o poeta e agitador cultural Binho, o representante da Unesco, Fábio Eon e a socióloga Vera Cardim, vai selecionar o melhor curta, melhor roteiro, melhor diretor e prêmio Visão Social O público também poderá votar nos curtas preferidos no final das sessões.

Todo o ano o ENTRETODOS chama artistas diferentes para confeccionar os troféus entregues aos premiados. Em 2012, os artistas plásticos e músicos Raul Zito, Pique e o artista Hideki irão produzir troféus sonoros. Eles serão feitos de madeira, lata, tecidos e minicircuitos eletrônicos de lata, que funcionam como autofalantes, pegam rádio e tocam mp3. Com uma entrada e saída P2, os troféus podem ser conectados ao ipod ou mp3 player para reproduzir sons.

Ao longo dos 3 dias de festival serão realizados mais de 20 debates e bate-papos que contam com a participação de nomes como a jornalista Barbar Gancia, a especialista da Global Commision for Drugs Rebeca Lerne, entre outros. Na programação das atividades paralelas o ENTRETODOS promoverá ainda diversas oficinas, entre elas está a de vídeos e produção de curtas com o diretor Anderson Cardoso no CEU Formosa. Também haverá uma intervenção de grafite com o tema Juventude e Direitos Humanos, no dia 01 de dezembro às 10h no viaduto da Praça Inácia Dias, em Perus – Zona Oeste.

O espaço Matilha Cultural, além de exibir os curtas, receberá uma programação especial de longas seguida de debates com os diretores e convidados, entre eles o Mário Magalhães autor do livro “Marighella” (Companhia da Letras). Serão exibidos “Quebrando o Tabu” de Fernando Grostein, “Luto em Luta” de Pedro Serrano, “Marighella” de Isa Ferraz, Pixote – a lei dos mais fracos” de Hector Babenco, "Cortina de Fumaça" de Rodrigo Mc Niven e "DMT – A Molécula do Espírito” de Mitch Schultz.

Segundo a curadora Manuela Sobral, ao todo o festival contará com mais de 80 projeções e atividades diversas. “A ideia é que todos possam ir ao cinema e participar das atividades culturais, promovidas pelo ENTRETODOS, sem ter que usar carro ou pegar transporte público”, observa.

O evento, que visa descentralizar a informação e privilegiar o debate e reflexão sobre as questões relacionadas aos Direitos Humanos conta ainda com roda de histórias em volta da fogueira com o índio guarani Olivio, saraus, intervenções teatrais, exposições, apresentação de grupo de danças locais, shows musicais, oficinas de decoupagem, desenhos artísticos, grafitagem, storyboards, stop motion, foto na lata, maquiagem para cinema, entre outras atividades.

Para encerrar o festival, no dia 02/12 a partir das 15h no Parque da Aclimação haverá cerimônia de premiação e após Show com o rapper Emicida. A primeira aparição do rapper na mídia foi com o single "Triunfo", logo lançou seu trabalho de estreia em 2009, intitulado “Pra quem já Mordeu um Cachorro por Comida, até que eu Cheguei Longe”. Celebrando o bom momento, em 2010, o MC colocou nas ruas outras duas mixtapes – “Sua Mina Ouve Meu Rep Tamem” e “Emicídio”. A essa altura, já carregava na bagagem a responsabilidade de ser o principal expoente da nova geração do hip hop, apresentando o gênero a outros públicos. No ano passado Emicida fez um tour com seus shows pela Califórnia e se apresentou no Festival Coachella, um dos mais tradicionais do mundo

O ENTRETODOS 5 – Festival de curtas metragens de Direitos Humanos é realizado pela Comissão Municipal de Direitos Humanos de São Paulo (CMDH) e a Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) em parceria com os Núcleos de Direitos Humanos das Subprefeituras SP, UNICEF, UNESCO, Imprensa Oficial e Estate produções. Veja a programação completa no site: www.entretodos.com.br (a partir de 14/11)

***

PROGRAMAÇÃO POR REGIÃO

Aricanduva

CEU Formosa - Pátio
Rua Manoel Ferreira Pires, 156. Capão do Ibira - Vila Formosa

29/11

18h: Mostra Competitiva - atalhos.

30/11

18h: Atividade: Mostra Competitiva - espaços.

1/12

10h: Mostra Competitiva - códigos.

Casa Verde / Vila Nova Cachoeirinha

CCJ ( Centro Cultura da Juventude)
Av. Deputado Emílio Carlos, 3.641

29/11

14h: Mostra Competitiva - espaços.

16h: Mostra Competitiva - códigos.

18h: Mostra Competitiva- paralelos.

30/11

14h: Mostra Competitiva - atalhos.

16h: Mostra Competitiva - diálogos.

1/12

18h: Debate - bolivianos em São Paulo, migrantes ou refugiados?. Laura Mascaro e Gabriel Gualano de Godoy.

Cidade Tiradentes

Espaço da Juventude
Avenida dos Metalúrgicos, 2.520

29/11

sala 1: 13:30h: Mostra Competitiva - espaços.

sala 2: 13:30h: Mostra Competitiva - códigos.

14h: Oficinas.

15h: Peça: Os Tronconenses + Pombas Urbanas

Exposição de Graffiti e Mangá até dia 01/12.

30/11

sala 1: 13:30h: Mostra Competitiva - paralelos.

14h: Oficinas

15h: Oficina Street Dance". Grupo Estação da Juventude de Cidade Tiradentes

1/12 

sala 1: 10h: Mostra Competitiva - diálogos.

sala 2: 13h: Mostra Competitiva – códigos

14h: Apresentação - Peça "Finá de Ato". Grupo Teatral Epifania

15:30h: Apresentação : "Street Dance". Grupo Estação da Juventude de Cidade Tiradentes

Ermelino Matarazzo

Campo de futebol da TOCA
TOCA. Parque Boturuçu

1/12

20h: Mostra Competitiva - espaços.

CDC - Centro de Desenvolvimento da Cidadania
Rua Dr. Saul de Camargo Neves, 49. Vila Constância

30/11

15h: Exposição – Oficina decupagem.

19h: Mostra Competitiva - diálogos.

CEU Quinta do Sol
Avenida Luiz Imparato, 564. Cangaíba

29/11

18h: Mostra Competitiva - atalhos.

ETEC Zona Leste
Av. Águia de Haia, 2633. Cidade A.E. Carvalho

30/11

19h: Mostra Competitiva - paralelos.

Praça Central
Jd Keralux

1/12

20h: Mostra Competitiva - códigos.

Freguesia/ Brasilândia

Casa de Cultura Brasilândia
Praça Benedita Cavalheiro, 1A

29/11

19h: Mostra Competitiva – espaços + Debate - cultura e globalização com Nathércia Cristina Magnani

Casa de Cultura Salvador Ligabue
Largo da Matriz de Nossa Sra do Ó, 215

30/11

19h: Intervenção artística - "Nós". Grupo Teatral da Casa da Cultura Salvador Ligabue.

20:00h: Mostra Competitiva - atalhos.

Largo da Matriz de Nossa Sra do Ó

1/12

19h: Dança do ventre. Circulares do Grupo de Dança da Casa da Mulher Brasilândia

20:00h: Mostra Competitiva - diálogos.

Itaim Paulista

Casa de Cultura
Rua Barão de Alagoas, 340

1/12 

15h: Peça de teatro "As Putas de Lucífer".

19:30h: Mostra Competitiva – códigos + Debate cinema e direitos humanos com Daniel Lisboa

22h: Projeção do programa vocacional Artes Visuais e Coletivo Itaim ao Cubo.

CEU Curuçá
Avenida Marechal Tito, 3400

29/11

15h: Mostra Competitiva espaços + Debate com professores

19h: Mostra Competitiva - códigos.

CEU Veredas
Rua Daniel Muller, 347

29/11

9h: Mostra Competitiva - paralelos.

15h: Mostra - infantil.

19h: Mostra Competitiva – atalhos + Debate - direitos humanos com Ivete dos Reis e Luciana Ribas.

CIC Leste
Rua Padre Virgílio Campello, 150

29/11

13h: Mostra Competitiva - atalhos.

19h: Mostra Competitiva - paralelos.

Clube Escola Curuça
Rua Grapirá, 537. Vila Curuçá

30/11

10h: Mostra Entretodos Especial.

15h: Mostra Competitiva - códigos.

Itaquera

Praça Brasil
Próxima a COHAB José Bonifácio

30/11

18h: Mostra Competitiva - códigos.

Praça da Estação
Rua Gregório Ramalho, sem número.

29/11

18h: Mostra Competitiva - espaços.

Praça Elementos Químicos
Próxima a Av. Maria Luiza Americana e Av. Antônio de Sousa Queiros. Cidade Líder

1/12

18h: Mostra Competitiva - paralelos.

Jabaquara

Aldeia do Futuro
Rua Jorge Rubens Neiva Camargo, 228. Americanópolis

27 e 28/11 – OFICINA ENTRETODOS DE TRILHA SONORA com RAUL ZITO, CARANGO SÁ.

29/11

15h: Mostra Competitiva - atalhos.

CEU Caminho do Mar
Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 5241. Jabaquara

29/11

9h: Mostra Entretodos Especial.

12h – Mostra Competitiva – paralelos

30/11:

10h: Mostra Competitiva – códigos

03/12:

19h: Mostra Competitiva: FILMES PREMIADOS

Senac (Auditório)

29/11

14h30: Mostra Competitiva – códigos + Debate com diretores de curtas Lincoln Péricles e Alice Riff

Jaçanã

EMEF Edson Rodrigues
Rua Filadelfo Gouveia Neto, 131. Vila Constância

30/11

9h: Mostra Competitiva - espaços.

10:30h – SARAU com alunos da Oficina Entretodos e CACO PONTES (Poesia Maloqueirista)

LAPA

Espaço Cultural Tendal da Lapa
Rua Constança, 72. Lapa

29/11

10h: Mostra Competitiva - paralelos.

14h: Debate: alcoolismo com José Florentino dos Santos Filho

15:30h: teatro: Peça Alcoolismo de Paulo Moraes

M'Boi Mirim

CEI Figueira Grande I 
Rua Gaspar do Rego Figuereiso, nº499 – Pq Figueira Grande

29/11

14h: Mostra infantil

CEU Guarapiranga
Estrada da Baronesa, 1120. Jardim Ângela

30/11

15h:– Mostra Competitiva - espaços

CEU Vila do Sol
Avenida dos Funcionários Públicos, 369. Jardim Ângela

29/11

17h: Mostra Entretodos Especial

19:30 Mostra Competitiva – paralelos

30/11:

9h: Mostra Competitiva– atalhos

19:30h – Mostra Competitiva – códigos + Debate sobre Ecologia com Roberto Marin + João Paulo Schwander Ferreira

01/12:

15:30: Mostra Competitiva – diálogos

Cinema na Laje - COOPERIFA
Rua Bartolomeu dos Santos, 797, altura do número 1.000 da Estrada do M'Boi Mirim. Jd São Luíz

3/12

20h: curta Palavra + Filmes Premiados no Entretodos 5 + Debate com os diretores

Fábrica de Cultura
Av. Antônio Ramos Rosa, 651. Jardim São Luis

29/11

16:30h - Mostra Competitiva - atalhos

Mooca

Espaço Reciclazaro
Av. Ariston Azevedo, 10

29/11

9h – Mostra Competitiva - códigos.

10:30h – Sarau audiovisual com CACO PONTES.

Parelheiros

Aldeia Indígena Tendé Porã
Estrada João Lang, 153. Barragem

30/11

10h – Mostra Competitiva - paralelos.

Casa do Rosário – Centro Paulus
Rua Amaro Alves do Rosário 102

29/11

Sala de vídeo: a partir das 11h – Todas as sessões da Competitiva

30/11

Sala de vídeo: a partir das 11h – Todas as sessões da Competitiva

19h - Coquetel de recebimento do público Entretodos.

19:30h – Mostra Competitiva – códigos + Debate - direitos humanos com Edson Aguiar, Marcelo Caetano e Chico Serra.

21:30h - Roda de histórias em volta da fogueira com o Índio Guarani Olívio

1/12

Sala de vídeo: a partir das 11h – Todas as sessões da Competitiva

2/12

18h: Sessão Filmes premiados + Grafitagem

CEU Parelheiros
Rua José Pedro Borba, 20

30/11

15h: Mostra infantil.

1/12

17h: Mostra Competitiva - diálogos.

18:30h: Sarau

2/12

17h: Mostra Competitiva - paralelos.

Perus

Comunidade Cultural Quilombaque
Travessa Cambaratiba, 05. Beco da Cultura.

30/11

15:30h: Mostra Infantil.

19h Sarau - D'quilo

20h Mostra Competitiva - paralelos + Debate

22h Música e poesia

Praça Inácia Dias (Viaduto)

1/12

10h: Encontro de Grafiteiros

16h Oficinas: Storyboards, Stop Motion, Foto na lata e Maquiagem para cinema

20h Mostra Competitiva – espaços + Debate com diretor de curta Júlio Martí.

Pinheiros

Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Rua Henrique Schaumann, 777

30/11

14h: Mostra Competitiva - diálogos.+ Debate Cinema e Direitos Humanos com Daniel Lisboa.

Comunidade Coliseu
Rua Coliseu, 64. Vila Olímpia, travessa da Rua Funchal

29/11

19:30h: Mostra Competitiva - paralelos.

Pirituba

Cine Marilac
Rua Marilac, 25. Vila Mirante

29/11

20h: Mostra Competitiva - diálogos.

Espaço Saúde Consciência
Rua Pedro Bonilha 216, Piqueri

1/12

18h: Mostra Competitiva – diálogos

Santana - Tucuruvi

Clube Escola Jardim São Paulo
Endereço: Rua Viri, 425.Santana

1/12

14h: Mostra Competitiva – códigos + Debate – bullying com Alexandre Trinca.

EXTRA: será exibido o filme FRATERNIDADE – realizado pelos alunos da EMEF Oktávio Pereira Lopes do Jaçanã.

Feira de produtos Orgânicos e Artesanato.

SENAC Santana
Endereço: Rua Voluntários da Pátria, 3167

29/11
14h: Apresentação - Hip Hop e dança com alunos do SENAC

15:00h: Mostra Competitiva – atalhos + debate sobre Alcool e Drogas

SESC Santana
Avenida Luís Dumont Villares, 579

29/11

18:30h: Mostra Competitiva - paralelos.

20:30h: Mostra Competitiva - diálogos.

São Miguel Paulista

CEU Três Pontes
Rua Capachós, sem número. Jardim Helena

29/11

9h: Mostra Competitiva - códigos

10h : Mostra códigos + Debate - cinema e direitos humanos com diretor de curta Daniel Lisboa

15h : Mostra Infantil

20h: Mostra Competitiva -diálogos.

Durante o dia: Grafitagem com Cris Ignoto

Clube da Comunidade Tide Setubal
Rua Mário Dallari, 170. Jardim São Vicente

30/11

19h: Mostra Competitiva - atalhos.

20:30h: Sarau - Samba na Tenda.

Escola Estadual Paulo Kobayashi
Rua Dener, sem número. Vila Nova União

29/11

9h: Mostra Competitiva – diálogos + Debate: direitos humanos no Brasil com Robson Antinhani

14h Atividade: Mostra - infantil.

Sala 1- 20h: Mostra Competitiva - espaços.

Sala 2- 20h: Mostra Competitiva – códigos + Debate: direitos humanos e cidadania. Ailde Pereira de Souza Silva

Galpão de Cultura e Cidadania
Rua Serra da Juruoca, 112. Jardim Lapenna

29/11

19h: Mostra Competitiva - paralelos.

Parque Vila Jacuí
Altura do km 23 da Rodovia Ayrton Senna, na pista sentido Rio de Janeiro

1/12

9h: Mostra Competitiva - códigos.

11h: Mostra Competitiva - paralelos.

13h: Mostra Competitiva - atalhos.

15h: Mostra Competitiva - diálogos.

Rua Leon Denis (Rua Quatro). Vila Nitro Operária

1/12

15h: Intervenção de grafite - Núcleo de ArteComunicAção Tide Setubal e Núcleo de Comunicação Comunitária

17h: Mostra Competitiva - espaços.

Sé - CENTRO

Matilha Cultural
Rua Rego Freitas, 542 – Consolação

29/11

19h: Mostra Competitiva - atalhos.

20:15h: Exibição de curta curta "Proibição" + longa "Quebrando Tabú" + Debate com Rebeca Lerner e Fernando Grostein

30/11

19h: Mostra Competitiva - espaços.

20:15h: Exibição de curta "Palavra" + longa "Maringuella" + Debate com Manu Sobral (curadora do entretodos) e Isa Ferras (diretora do filme Mariguella).

1/12

14:30h: Mostra Competitiva - paralelos.

16h: Exibição de curta ässunto de Família” + longa "Luto em Luta” + Debate com Pedro Serrano (diretor do longa) e convidados.

18:30h: Exibição do curta “Ojepota Regua” + longa “A molécula do Espírito” + Debate com Eduardo Schenberg (neurocientista e pesquisador) e Lideranças da Aldeia Tendé Porã

21h: Exibição do curta “Número Zero” + longa “Pixote”

2/12 

19h: Exibição de curta “Não Deixe Joana Só” + longa "Cortina de Fumaça" + Debate com Rodrigo Mac Niven (diretor do longa) e Cristiano Maronna ( Advogado e diretor do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais)

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP)
Endereço: General Jardim, 522. Vila Buarque

1/12

13h: Mostra Competitiva - diálogos.

14:30h: Mostra Competitiva – espaços + Debate : direitos humanos - Cineclube Darcy Ribeiro

Vila Prudente

CEU Sapopemba - Teatro
Rua Vitória Marconato Zonta, sem número.

30/11

19:30h: Mostra Competitiva - paralelos.

VILA MARIANA

Cinemateca Brasileira
Largo Senador Raul Cardoso, 207-Vila Clementino
Sala Petrobrás

29/11

20hs –Mostra Competitiva - diálogos

30/11

20hs – Mostra Competitiva - codigos

01/12

18hs: Mostra Competitiva - paralelos + Debate com diretores de curtas metragem

Sinopses dos Curtas Metragens dividido por Mostras

MOSTRA INFANTIL

Leonel Pé-de-Vento de Jair Giacomini (15’/ 2007) - Animação: Lisandra Santos e Guto Bozzetti . Leonel nasceu pé-de-vento e, por causa disso, vive isolado. Até o dia em que é descoberto pelas crianças da escola. Mariana se aproxima dele e, juntos, os dois vão descobrir a importância da amizade e da convivência com as diferenças.

O Mundo de Ulim e Oilut de Caru Alves de Souza (13'/ 2011) - Milu tem 6 anos e está de férias. Isso não significa diversão, pois ela tem que ficar sozinha em casa enquanto sua mãe trabalha. Túlio, um menino misterioso, a convida para brincar. Aos poucos, suas brincadeiras e fantasias tomam conta da realidade que os cerca.

Carnaval dos Deuses de Tata Amaral (08´39/ 2010) - Jacob, Mairun e João têm 6 anos e confeccionam suas fantasias de carnaval para a festa da escola. Ana não participa da atividade porque acredita que carnaval seja pecado. Essa situação causa espanto entre os amiguinhos que iniciam uma conversa sobre suas diferentes origens religiosas. Chegam à conclusão de que na festa de carnaval todos os deuses são bem vindos.

The Streets de Cássio Gois (5'51"/ 2011) - Um curta metragem sobre o estilo de vida suburbano e as consequências de viver em um mundo cheio de caos e desigualdade.

MOSTRA ENTRETODOS ESPECIAL

Escola de Bambu de Vinicius Zanotti (15’/2011) - Na periferia de Monróvia, capital da Libéria, país africano devastado por uma guerra civil entre os anos 1989 e 2003, Sabato Neufville ergueu uma escola com paredes de bambu e teto de folhas de zinco. No local, 160 crianças são alfabetizadas e adquirem noções de geografia, história, inglês e ciências. Como o país não conta com educação gratuita, este funcionário da ONU remunera do próprio bolso os professores da comunidade de Fendell, onde os vencimentos podem não chegar a 10 dólares americanos ao mês. Este documentário, produzido durante uma convalescência por malária e febre tifóide, tem como objetivo ser o alicerce de um movimento em prol da construção de uma escola de alvenaria para aquelas crianças. Ele é uma síntese de ações voluntárias que mobilizam brasileiros das áreas de arquitetura, direito e comunicação que acreditam que a solidariedade não enxerga fronteiras.

O Mundo de Ulim e Oilut de Caru Alves de Souza (13'/ 2011) - Milu tem 6 anos e está de férias. Isso não significa diversão, pois ela tem que ficar sozinha em casa enquanto sua mãe trabalha. Túlio, um menino misterioso, a convida para brincar. Aos poucos, suas brincadeiras e fantasias tomam conta da realidade que os cerca.

Cidade Improvisada de Alice Riff (19’/ 2012) - Para viver em uma metrópole, é preciso improvisar. 15 rappers apresentam sua realidade nas grandes cidades brasileiras e seus problemas sob a ginga e a poesia do freestyle, estilo caracterizado pela improvisação e conhecido pelas batalhas de MCs.

The Streets de Cássio Gois (5'51"/ 2011) - Um curta metragem sobre o estilo de vida suburbano e as consequências de viver em um mundo cheio de caos e desigualdade.

Carnaval dos Deuses de Tata Amaral (08´39/ 2010) - Jacob, Mairun e João têm 6 anos e confeccionam suas fantasias de carnaval para a festa da escola. Ana não participa da atividade porque acredita que carnaval seja pecado. Essa situação causa espanto entre os amiguinhos que iniciam uma conversa sobre suas diferentes origens religiosas. Chegam à conclusão de que na festa de carnaval todos os deuses são bem vindos.

MOSTRA ESPAÇOS

Assunto de Família de Caru Alves de Souza (12´ 38”/ 2010) - Domingo. Dia de clássico no campeonato brasileiro. A Família de Rossi se organiza em torno da TV. Eunice, sua mãe, olho através da janela enquanto Borges, seu pai, e Cauã, seu irmão mais velho assistem ao jogo. Rossi tenta achar seu lugar na casa.

Era Uma Vez... Um Lugar Chamado Cracolândia de Paulo Sérgio Silva- (25’/ 2012) - Conhecida como Cracolândia, o bairro na região da Luz em São Paulo é constantemente frequentado por usuários de drogas que tomam conta das ruas. Em Janeiro/2012 ocorreu uma ação da polícia chamada "dor e sofrimento" para limpar a área. O filme retrata esse cenário mostrando uma humanidade esquecida onde muitos sofrem preconceitos.

Silêncio de Alberto Bellezia e Cid Augusto César (13 ‘/ 2012) - João melo é conhecido como “Silêncio”. Ele mora numa caverna há 27 anos.

Exército Jovem da Comunicação Libertária de Diana Zatz e Pedro Palhares (7'49''/ 2011) - O Exército Jovem da Comunicação Libertária (E.J.C.L.) declama um manifesto poético em Língua Brasileira de Sinais e Português. A performance, que aconteceu uma manhã de domingo, dentro de alguns ônibus em São Paulo, revela situações cotidianas vividas pelos surdos na cidade.

O Cadeado de Leon Sampaio (12´ / 2012) - Escola pública, zona rural. Um cadeado bloqueia a entrada de alunos e professores.

MOSTRA CÓDIGOS

A Galinha que Burlou o Sistema de Quico Meirelles (15’/ 2012) - Numa granja industrial uma galinha tem uma visão: toma consciência da engrenagem que rege sua vida, que determina seu destino. Mesmo enclausurada entre milhões de galinhas que não compartilham de sua angústia, ela acredita que a vida pode ser diferente.

Número zero de Claudia Nunes (22’/ 2010) - A ONU estima a população mundial de meninos de rua em 150 milhões. Destes, cerca de 40% são sem teto, porcentagem sem precedentes na história da civilização. Na América Latina, eles são 40 milhões. No Brasil, meninos e meninas de rua goiana encantaram-se tanto por uma câmera usada em uma oficina de vídeo que se apropriaram dela para contar suas estórias.

Anti Performance de Daniel Lisboa (10’ 33”/ 2012) - Dia Cinza. Vento Forte. Algo se moveu. Das entranhas do centro antigo as farpas reluziram. A cidade viu sua odiosa e querida entidade voar para a anti performance.

A Ditadura da Especulação de Zé Furtado (10’ 33”/ 2012) - O curta metragem, que não recebeu qualquer tipo de patrocínio, mostra as tentativas de impedir que as máquinas derrubassem a vegetação local para construção de edifícios do setor noroeste, cujo metro quadrado, o mais caro da capital, pode chegar a R$ 25 mil. Além disso o documentário também mostra diversos confrontos entre índígenas, manifestantes, polícia militar e seguranças da administradora Terracap, que além de ser a estatal que administra as terras públicas do Distrito Federal, curiosamente também é uma das patrocinadoras do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, onde o curta ganhou o prêmio de Júri popular. O filme retrata exatamente este movimento de resistência ao avanço das construções desse novo bairro em Brasília, que tenta retirar do local um antigo santuário e a comunidade indígena que habita a área. Com o apoio de manifestantes e ativistas junto aos indígenas, eles tentam impedir as obras e enfrentam a truculência dos 800 policiais enviados pelo Governador Agnelo Queiroz, seguranças da terracap e a milícia contratada pelas empresas privadas.

Cohab de Lincoln Péricles (06 ‘ 20”/ 2012) - Na região do Capão Redondo, acompanhamos um dia sóbrio num prédio da Cohab Adventista. As crianças, os amigos, os blocos... um olhar de dentro pra fora.

MOSTRA PARALELOS

Máscara Negra de Bosco Brasil de Rene Brasil (15’/ 2011) - Gregório é apaixonado por uma mascarada de carnaval. Luisette é uma travesti em busca de carinho. Juntos eles passam uma noite de amor intenso. No dia seguinte, um jogo de futebol beneficiente com amigos travestidos de mulher. Conforme ela vai jogando bola ele vai se apaixonando. Luisette o cativa pelo seu amor sincero.

Não deixe Joana Só de Cecilia Engels (15’/ 2012) - A paradoxal relação de Joana com seu pai alcóolatra e palhaço.

Sala de Milagres de Cláudio Marques e Marília Hughes (13’/ 2011) - Um dia e uma noite na romaria de Bom Jesus da Lapa

Retrato n. Krahô de Edu Ioschpe (08’ 01”/ 2011) - Durante visita da FUNAI ao povo Krahô a fim de resolver o tema da aposentadoria, a identidade de um povo brasileiro é questionada.

Retrato Invisível de Denise Soares (18’/ 2012) - A jovem Mônica mantém seu dia a dia em torno dos cuidados com seu avô que está em estado vegetativo. Sua rotina é abalada pela visita inesperada de sua amiga Lara, que irá desvendar segredos que até Mônica desconhece.

MOSTRA ATALHOS

Cashman de Tiago Vianna, Mariana Miranda, Gustavo Berocan (10' 10"/ 2010) -...um dia acordou e o mundo girava como uma caça-níqueis.

Cidade Improvisada de Alice Riff (19’/ 2012) - Para viver em uma metrópole, é preciso improvisar. 15 rappers apresentam sua realidade nas grandes cidades brasileiras e seus problemas sob a ginga e a poesia do freestyle, estilo caracterizado pela improvisação e conhecido pelas batalhas de MCs.

Proibidão de Ludmila Curi e Guilherme Arruda (13‘/ 2011) - documentário que encontra no personagem MC Smith – um jovem cantor do Complexo da Penha – um retrato do universo do funk proibido – gênero musical banido da grande mídia, mas, como diz o protagonista do filme, conhecido na boca do povão. As letras falam em armas, gangues e violência, e o curta-metragem procura mostrar como esses elementos fazem parte do universo de quem vive nas favelas e periferias do Rio de Janeiro. O documentário inclui cenas registradas na ocupação policial dos complexos da Penha e Alemão.

Crack de Mariana Benedetto (6‘/ 2012) - Quando o dever presentifica-se como expectativas embasadas em experiências.

Ventos do Açu de Andy Malafaya (10'/ 2012) - De um lado, produtores rurais que vivem em São João da Barra há décadas. Do outro, o desenvolvimento batendo à porta. São cerca de quatrocentas desapropriações para a construção do distrito industrial de Açu.

Aqui o tem mais é mentira de Raquel Pereira Fernandes (9'54"/ 2012) - Durante o cortejo do "Cordão da mentira", bloco carnavalesco, lideranças populares, grupos ativistas, artistas populares, população de rua, vão manifestando insatisfação diante do tema 2012 - Quanto vai terminar o genocídio popular?

MOSTRA DIÁLOGOS

Ato Institucional (20 ‘/ 2012) de Helton Paulino - Numa sexta-feira 13, em dezembro de 1968, o Conselho de Segurança Nacional da vigente Ditadura Militar Brasileira se reúne para aprovar um documento que mudaria a história do país. 43 anos depois, um Capitão reformado do exército e Ex-supervisor de Ações do DOI-CODI, expõe sua versão dos fatos... (muito mais do que ele imaginaria fazer!).

Bailão de Marcelo Caetano (16’/ 2010) - A memória de uma geração visitada por seus personagens. O cenário é o centro de São Paulo; o enredo, a urgência da vida. E o Bailão o ponto de convergência dessas histórias.

CyberPasse de Daniel Lisboa (18:11/ 2012) - Um coração partido, uma conexão estabelecida, um chamado, virtual, espiritual e material unidos, interligados. Um carinho, um afeto celeste, tecnologia transcendental, CYBER PASSE.

Vale a pena? (7’/ 2012) de Pedro Barbosa - O confronto entre o sonho e a realidade Um projeto socioambiental sendo implementado em escola, com horta, canteiros e bancos de barro. Crianças sujas de terra, indo e vindo. A senhora da limpeza lavando o pátio e o banheiro, sucessivas e sucessivas vezes. O diretor do curta entra, descuidadamente, com os pés cheios de lama no banheiro recém limpo... Este episódio dá ensejo a um incisivo desabafo daquela senhora, que o documentário teve o privilegio de captar. Extremamente eficaz, estas ponderações levam o público a uma reflexão sobre a realidade brasileira, a falência de seu sistema educacional e principalmente a ausência de reconhecimento e cidadania em nossa sociedade. Chega mesmo a levantar o questionamento se, na realidade, a única pessoa realmente sensata em toda aquela história não seria a senhora da limpeza.

Qual Queijo Você Quer? de Cintia Domit Bittar (11’/ 2011) - Margarete é uma senhora de idade que tem um súbito ataque de raiva quando seu marido, Afonso, pergunta se ela pode trazer um queijo da venda. O queijo torna-se a faísca para a discussão sobre como o casal conviveu por décadas, os planos que não realizaram e os sonhos que não viveram.

Fonte: Eliz Ferreira

 


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]