6ª Goiânia Mostra Curtas recebe filmes até dia 21 ::  | Curta o Curta

6ª Goiânia Mostra Curtas recebe filmes até dia 21

Por Guilherme Whitaker em 16/08/2006 22:30



6ª Goiânia Mostra Curtas


Foram abertas no último dia 27 as inscrições para o 6ª Goiânia Mostra Curtas, festival goiano de cinema e vídeo dedicado à produção em curta-metragem. O lançamento de mais esta edição do evento foi feito durante um café da manhã, na sede do Sebrae, onde compareceram realizadores, cinéfilos e representantes de órgãos públicos, organizações não-governamentais e empresas envolvidas no setor audiovisual. O festival, que será realizado em outubro, no Teatro Goiânia, tem temática livre, mas vai promover o debate sobre o cinema experimental brasileiro.

As inscrições ficam abertas até 21 de agosto. A organização do Goiânia Mostra Curtas aceita filmes com até 30 minutos de duração, em cinema (16mm e 35mm) e Betacam (material feito com câmera digital será aceito somente se finalizado em Betacam). Não há restrição temática. O festival não concede prêmios em dinheiro, mas os vencedores ganham prêmios em serviços e material para produção cinematográfica. O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis no site www.goianiamostracurtas.com.br. A lista dos selecionados será divulgada até 4 de setembro.

       O orçamento de R$500 mil ainda está em fase de captação, mas até agora o festival já conquistou importantes parceiros. "Já temos o patrocínio da Petrobrás e o apoio do Fundo Nacional de Cultura. Estamos inscritos na Lei Rouanet e nas leis estadual e municipal de cultura. Infelizmente, ainda não conseguimos o patrocínio significativo do empresariado local, mas estamos otimistas, com boas expectativas", disse Maria Abdalla, coordenadora geral do Goiânia Mostra Curtas, realização do Instituto de Cultura e Meio Ambiente (Icumam).

        Evento já consolidado no circuito cultural goianiense, o festival (também conhecido como GMC) costuma atrair milhares de pessoas desde quando era realizado no Cine Lumière, no Shopping Bougainville. Quando passou a ser realizado no Teatro Goiânia, a coordenadora Maria Abdalla notou uma maior participação popular. "Isso vai ao encontro da nossa proposta de democratizar o audiovisual. As entradas são sempre gratuitas. Realizamos também uma extensão do festival em diversos bairros da periferia de Goiânia", lembra Abdalla, que contabiliza um público de 96,6 mil pessoas nas cinco edições.

Saiba mais em  www.goianiamostracurtas.com.br

Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]