"Di", de Glauber Rocha, ainda proibido de ser exibido no Brasil, estréia na in

Por Guilherme Whitaker em 30/04/2004 00:59


Há 25 anos impedido pela Justiça de ser exibido em território brasileiro, o curta-metragem "Di" estréia oficialmente na internet. O filme de Glauber Rocha, que mostra o velório e o enterro do pintor Di Cavalcanti (1897-1976), era disponibilizado na rede por anônimos e sem tratamento de imagem.

Agora, João Rocha, 28, sobrinho de Glauber, dribla o processo judicial ao disponibilizar o filme em um provedor norte-americano. O site é www.dicavalcantidiglauber.us

O curta, de 16 minutos, teve a exibição proibida a pedido da família de Di, que alega que a obra fere a imagem do artista modernista. O filme ganhou o prêmio especial no Festival de Cannes em 1977.

A família de Glauber também não permitiu por 18 anos o uso das imagens do velório e do enterro do cineasta. As cenas, no entanto, foram liberadas em 1999 para o documentarista Silvio Tendler, que lançou neste ano "Glauber, o Filme - Labirinto do Brasil". Com isso, segundo João Rocha, a família de Di fica "numa posição delicada, pois perde o respaldo em não liberar o filme". Para ele, a liberação do filme na rede é "a correção de uma injustiça". Elisabeth Di Cavalcanti não foi encontrada para comentar o caso. 

Márcio Pinheiro - Folha de São Paulo - www.fndc.org.br

Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]