À pele da película ::  | Curta o Curta

À pele da película

Por Guilherme Whitaker em 20/06/2009 08:34


A mostra “À Pele da Película” leva à Caixa Cultural, entre os dias 16 e 28 de junho, filmes raros, debates e um curso sobre a história das projeções cinematográficas. São 26 obras de grandes diretores, que abordam de diferentes maneiras a relação entre o cinema, a tecnologia e a percepção. Estes três temas norteiam também as conferências que ocorrerão após as projeções. O evento acontecerá sempre durante à tarde.

A curadoria é de Tadeu Capistrano, que selecionou filmes importantes e pouco comentados no Brasil: “A mostra pretende resgatar filmes em que o diretor tratou, direta ou indiretamente, da ligação entre esses três temas, seja através de metáforas ou alegorias, não priorizando a dimensão tecnicista do filme, como efeitos especiais”, afirma Capistrano.

No roteiro de exibições estão produções de várias partes do mundo com direção de verdadeiros gênios da sétima arte. Entre elas: Stalker (1979), de Andrei Tarkovsky; A estrada perdida (1997), de David Lynch; eXistenZ (1998), de David Cronenberg; e Elogio ao amor (2001), de Jean-Luc Godard; além das raras obras-primas A loucura do Dr. Tubo (1926), de Abel Gance; Páginas da Loucura (1926) de Teinosuke Kinugasa; e o O testamento do Dr. Mabuse (1932), de Fritz Lang.

“Os filmes da Mostra salientam determinadas expressões cinematográficas que apresentam uma outra forma de perceber os filmes, muitas vezes através de descodificações visuais. Assim, a relação entre cinema, tecnologia e percepção será abordada em diversos aspectos, de acordo com as singularidades estéticas de cada filme”, avalia o curador. As conferências, realizadas por importantes pesquisadores nacionais e internacionais, servirão para a análise e debates dos filmes. “Um dos desafios da mostra é estabelecer conexões improváveis entre os filmes”.

O curso “História(s) das projeções (proto)cinematográficas” será gratuito e tratará de temas que vão além da história oficial do cinema. Serão estudadas formas de entretenimentos e espetáculos ópticos que surgiram no final do século XVIII e atravessaram o século XIX até o surgimento do cinema. A história da visualidade pelas projeções técnicas, passando pelas diversas formas de fantasmagorias, panoramas e brinquedos ópticos será discutida a partir de suas dimensões históricas e sociais, servindo de base para a compreensão do cinema.

Tadeu Capistrano, que também estará à frente do curso, destaca que o desenvolvimento da tecnologia cinematográfica sempre teve o objetivo de proporcionar ao espectador uma percepção total do filme, desde as experiências com os cineramas às recentes promessas de imersão na imagem com os dispositivos de realidade virtual.

A mostra “À Pele da Película” é uma realização da Mil Ciclos Filmes, com patrocínio da Caixa Econômica Federal. A produtora tem como foco a produção audiovisual, através da realização de mostras, festivais, cursos, oficinas e afins. “Esperamos que a exibição desses filmes importantes - junto à análise de pensadores renomados no campo do estudo das imagens - puxe os espectadores para o cinema com outros olhares e preserve o belo ritual de mergulhar na sala de cinema para pensar e perceber melhor o mundo e as coisas”, afirma Tadeu Capistrano.

Serviço:
Mostra “À Pele da Película”
De 16 a 28 de junho
Local: Caixa Cultural RJ – Av. Almirante Barroso, 25 - Centro
Horários: à tarde - CONFIRA PROGRAMAÇÃO ABAIXO
ENTRADA GRÁTIS
Curso: GRÁTIS – 80 VAGAS – inscrições no site www.apeledapelicula.com.br
A Caixa Cultural não abre às segundas-feiras.

Mais informações:
Leonardo Figueiredo
Assessor de Imprensa
(21) 9648-0282
leofigueiredorj@yahoo.com.br

Programação

Terça – Feira: 16/06/2009
13h30 – Sala de Cinema 1
Palestra de abertura: “Cinema, Tecnologia e Percepção: novos diálogos”, com Tadeu Capistrano.
14h00 – Sala de Cinema 1
Palíndromo, de Philippe Barcinski (2001) – 11’
14h20 – Sala de Cinema 1
Alphaville, de Jean-Luc Godard (1965) – 85’
17h30 – Sala de Cinema 1
Conferência: Silvia Oroz – 60’
18h30- Sala de Cinema 1
Um dia, um gato, de Vojtech Jasny (1963) – 91’

14h00 às 18h30 - Sala de Cinema 2
Curso “História(s) das projeções (proto)cinematográficas”, com Tadeu Capistrano.

Quarta-Feira: 17/06/2009
14h00 – Sala de Cinema 1
Solaris, de Andrei Tarkovsky (1972) - 166’
17h30 – Sala de Cinema 1
Conferência: James Arêas – 60’
18h30 – Sala de Cinema 1
Stalker, de Andrei Tarkovsky (1979) – 134’
14h00 às 18h30 - Sala de Cinema 2
Curso “História(s) das projeções (proto)cinematográficas”, com Tadeu Capistrano.

Quinta – Feira: 18/06/2009
14h00 – Sala de Cinema 1
Mistérios e paixões, de David Cronenberg (1982)- 115’
17h30 – Sala de Cinema 1
Conferência: Maria Cristina Franco Ferraz – 60’
18h30 – Sala de Cinema 1
eXistenZ, de David Cronenberg (1997) – 97’

Sexta- Feira: 19/06/2009
14h00 – Sala de Cinema 1
Possessão, de Andrzej Zulawski (1981) – 123’
17h30 – Sala de Cinema 1
Conferência: Erick Felinto – 60’
18h30 – Sala de Cinema 1
Nosferatu, de Werner Herzog (1979) – 107’

Sábado: 20/06/2009
14h00 – Sala de Cinema 1
O Inquilino, de Roman Polanski (1976) – 126’
16h30 – Sala de Cinema 1
Conferências: Tadeu Capistrano e Erick Felinto – 60’
17h30 – Sala de Cinema 1
A estrada perdida, de David Lynch (1997) – 135’

Domingo: 21/06/2009
15h30 – Sala de Cinema 1
Páginas da loucura, de Teinosuke Kinugasa (1926) – 60’
16h30- Sala de Cinema 1
Conferência: Tadeu Capistrano – 60’
17h30 – Sala de Cinema 1
A loucura do Dr. Tubo, Abel Gance (1916) – 10’

Terça-Feira: 23/06/2009
14h00 – Sala de Cinema 1
Videogramas de uma revolução, de Harum Farocki e Andrei Ujica (1991) – 106’
17h30 – Sala de Cinema 1
Conferências: Ilana Feldman e Cezar Migliorin – 60’
18h30 – Sala de Cinema 1
Jogo de cena, de Eduardo Coutinho (2006) – 107’
14h00 às 18h30 - Sala de Cinema 2
Curso “História(s) das projeções (proto)cinematográficas”, com Tadeu Capistrano.

Quarta-Feira: 24/06/2009
14h00 – Sala de Cinema 1
Parabolic people, de Sandra Kogut (1991) – 41’
33, de Kiko Goifman (2004) – 75’
17h30 – Sala de Cinema 1
Conferências: Paula Sibilia e Hernan Ulm – 60’
18h30 – Sala de Cinema 1
Seams, de Karim Ainouz (1993)- 30’
Los rubios, de Albertina Carri (2003) – 89’
14h00 às 18h30 - Sala de Cinema 2
Curso “História(s) das projeções (proto)cinematográficas”, com Tadeu Capistrano.

Quinta-Feira: 25/06/2009
14h00 – Sala de Cinema 1
O livro de cabeceira, de Peter Greenaway (1996) – 126’
17h30 – Sala de Cinema 1
Conferências: Evando Nascimento e Latuf Mucci – 60’
18h30 – Sala de Cinema 1
Buraco, de Tsai Ming Liang (1998) – 95’

Sexta-Feira: 26/06/2009
14h00 – Sala de Cinema 1
A dupla vida de Veronique, de Krysztof Kieslowski (1991) - 93’
17h30 – Sala de Cinema 1
Conferências: Andrea França e Adalberto Müller – 60’
18h30 – Sala de Cinema 1
Paisagem na neblina, de Theo Angelopoulos (1988) – 126’

Sábado: 27/06/2009
14h00 – Sala de Cinema 1
Alphaville, de Jean-Luc Godard (1965) – 85’
15h30 – Sala de Cinema 1
Conferência: Jean-Louis Roger – 60’
17h30 – Sala de Cinema 1
Elogio ao amor, de Jean-Luc Godard (2001) – 97’

Domingo: 28/06/2009
15h00 – Sala de Cinema 1
O testamento do Dr. Mabuse, de Fritz Lang (1932) – 122’
17h30- Sala de Cinema 1
Conferência de encerramento: Eric Lecerf – 60’

 


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]