ABD publica CARTA DE VITÓRIA enviada ao Ministro da Cultura ::  | Curta o Curta

ABD publica CARTA DE VITÓRIA enviada ao Ministro da Cultura

Por Guilherme Whitaker em 22/11/2000 17:41


ABD publica CARTA DE VITÓRIA enviada ao Ministro da Cultura


A Associação Brasileira de Documentaristas reinvidica junto ao Governo Federal o Concurso MINC para Curta-metragem e Documentários ainda em 2000, a elaboração de cronograma de concursos para 2001 e isonomia de 100% para o curta-metragem na Lei Rouanet.


CARTA DE VITÓRIA

Vitória, 11 de novembro de 2000.

Exmo. Sr. Francisco Weffort
Ministro da Cultura
e
Exmo. Sr. José Álvaro Moisés
Secretário do Audiovisual


Prezados Senhores,


Com muita preocupação temos assistido aos desdobramentos da política da Secretaria do Audiovisual para o cinema cultural de curta metragem e o documentário. Após um ano de atuação junto à Comissão Nacional de Cinema, os representantes da ABD levaram os problemas do nosso segmento e também as propostas para o desenvolvimento do mesmo. Neste mesmo período, estivemos reunidos com o secretário José Álvaro Moisés diversas vezes, quando tratamos de variados assuntos.

No entanto, não fomos atendidos em nossas mais elementares reivindicações, como o concurso anual de filmes de curtas metragens e documentários, ou ainda a alteração da Lei Rouanet, concedendo 100% de renúncia fiscal aos investidores em curta metragem, documentários e festivais de cinemas, compromissos assumidos anteriormente por esse Ministério.

Apenas neste ano nosso setor produziu cerca de 200 títulos, dos quais 51 foram realizados com recursos do Ministério da Cultura, e cerca de 150 filmes foram viabilizados por concursos regionais, universidades e iniciativas próprias.

Ao omitir a publicação do edital 2000, podemos prever que esta produção será profundamente afetada no próximo ano, afetando também a cadeia produtiva que vem se formando, já que esta grande produção incrementa os festivais nacionais, enriquece a participação brasileira no exterior, e provoca o interesse de setores outrora avessos à este formato cinematográfico, como a televisão brasileira.

Estamos chegando ao final do ano 2000, e poderíamos consagrar a inauguração do terceiro milênio com uma ampla produção cultural de audiovisual, mas isto não irá acontecer.

Gostaríamos de saber claramente qual o interesse e o compromisso da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura com a produção cultural de audiovisual, se a Secretaria se julga capaz de formular uma política pública para o setor sem ouvir as instituições que o representa, já que temos assistido ao tempo esvaindo, com muita dissimulação, omissão, falta de transparência na aplicação dos recursos, e à falta de um diálogo efetivamente produtivo. Nós fizemos a nossa parte, e sempre iremos fazê-la. Fazer cinema neste país é um ato de coragem, um sacerdócio, necessidade de expressão, e raras vezes contamos com o reconhecimento e o apoio necessário do Estado.

A diretoria da Associação Brasileira de Documentaristas – Nacional, reunida na cidade de Vitória, durante o 7o Vitória Cine Vídeo, juntamente com a ABD e C-ES e os representantes abaixo-assinado, vêm apresentar-lhes as seguintes reivindicações, através da representante desse Ministério, senhora Verônica Lima e Silva.

1) Publicação imediata do Edital de Curtas Metragens e Documentários retroativos ao ano 2000.
2) Criação de um cronograma de concursos a partir de 2001
3) Concessão de isonomia para o curta metragem, o documentário e festivais de cinema na Lei Rouanet, alcançando os 100% de renúncia como nas outras áreas da cultura beneficiadas pela Medida Provisória 1.589/97.

Lembramos que estas reivindicações têm sido levadas à SAV desde 1999, e estas medidas são de fundamental importância para a sobrevivência do setor.


Atenciosamente,


Leopoldo Nunes
Presidente da ABD-Nacional


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]