Acre lança edital de apoio à produção de curtas-metragens  ::  | Curta o Curta

Acre lança edital de apoio à produção de curtas-metragens

Por Curta o Curta em 08/09/2014 16:05


Em parceria com o Programa Brasil de Todas as Telas, a Fundação Elias Mansour (FEM) lançou o 1º Edital do Programa de Fomento à Produção Audiovisual do Estado do Acre. O concurso oferece R$ 450 mil para o investimento em curtas-metragens de ficção, animação e documentário.

 

Deste valor, R$ 300 mil serão aportados pelo Programa Brasil de Todas as Telas, com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), e R$ 150 mil virão do orçamento da FEM, vinculada ao Governo do Estado do Acre. A ação faz parte do eixo de Suplementação Regional do Programa Brasil de Todas as Telas, que busca estimular o desenvolvimento regional da produção audiovisual brasileira por meio de parcerias com governos municipais e estaduais.

 

Serão contemplados cinco projetos de curtas-metragens: dois documentários, com aportes de R$ 80 mil, cada um; dois de ficção, com R$ 90 mil cada; e um projeto de animação, que fará jus ao apoio no valor de R$ 110 mil.

 

Como se inscrever

 

As empresas proponentes devem ser pessoas jurídicas com sede no Acre há pelo menos um ano, inscritas no Cadastro Estadual de Cultura e com registro regular e classificação na ANCINE como agentes econômicos brasileiros independentes. Por sua vez, os projetos precisam ter diretores acreanos ou residentes no estado há, no mínimo, um ano.

 

As inscrições ficam abertas até o dia 17 de outubro, e o edital e seus anexos estão à disposição dos interessados na sede da Fundação Elias Mansour (FEM), no Departamento de Fomento e Incentivos Fiscais à Cultura, na Rua 17 de Novembro, nº 1.291, Bairro Seis de agosto - Gameleira, CEP 69.905-593, Rio Branco-AC. Contatos podem ser feitos pelo telefone (68) 3223.9688 / ramais 222 e 223, ou pelo e-mail fem.defic@gmail.com

 

Suplementação de recursos do Brasil de Todas as Telas       

Programa Brasil de Todas as Telas é a maior e mais importante iniciativa de fomento ao setor audiovisual já desenvolvida no país, com recursos da ordem de R$ 1,2 bilhão, oriundos do FSA. Uma das ações, no eixo que visa fomentar a produção e difusão de conteúdos, busca estimular o desenvolvimento regional da produção brasileira por meio de parcerias com governos municipais e estaduais. Este ano, até R$ 90 milhões serão investidos na produção de obras selecionadas por editais de entidades e órgãos públicos de governos estaduais e prefeituras de capitais.
 
A suplementação de recursos oferecida pelo Programa é proporcional ao aporte dos órgãos e entidades locais seguindo os seguintes parâmetros: até duas vezes os valores aportados pelos órgãos e entidades das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste; e até uma vez e meia os valores aportados pelos órgãos e entidades da região Sul e dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. No caso do Rio de Janeiro e de São Paulo, o programa vai investir até o mesmo valor disponibilizado. 


Fonte: ANCINE


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]