Cinema de Poesia exibe 17 curtas metragens na Inglaterra ::  | Curta o Curta

Cinema de Poesia exibe 17 curtas metragens na Inglaterra

Por Guilherme Whitaker em 10/08/2006 08:39


Cinema de Poesia exibe 17 curtas na Inglaterra


 
Considerado pelo The Independet como a maior celebração do filme independente na Europa, o Porto Bello Film Festival exibe 17 curtas do cinema de poesia. Criado em 1996 com a intenção de promover novos cineastas,durante 3 semanas, irão exibir músicas, filmes e artes visuais para um público estimado em 15 mil pessoas.

A importância deste festival é tamanha que geralmente os filmes exibidos em Cannes ou no Edinburg Festival são regularmente exibidos no Porto Bello film festival.

O Cinema de Poesia abre a mostra brasileira com 17 curtas que serão exibidos no dia 9 de agosto de 2006,das 18h ás 23 horas, na Westbourne Studios, em Londres. Ao total a mostra brasileira exibe 28 curtas-metragens.

O cinema de poesia que já se destacou este ano participando de quatro festivais na Grécia e mais diversos festivais europeus continua a sua caminhada pela arte. Ao total foram mais de 70 seleções em festivais internacionais de mais de 120 seleções em exibições internacionais dois anos de existência. Também foi destaque na Mostra do Filme Livre 2006, que exibiu 32 de seus filmes numa especial retrospectiva e publicou vários textos no catálogo, confira AQUI.

A série Desfolhares faz a sua estréia internacional

Exibido pela primeira vez em festivais, esta série faz parte de uma pesquisa de fotografia com a câmera e a dança. Nasceu da imcompreensão dos trabalhos da série poetas, em que são misturados pintura, dança e fotografia e cinema, sem utilizar recursos de computação gráfica ou pós produção.

O conceito desta série é a  utilização de uma caligrafia particular da câmera que, na liberdade de movimentação, consegue extrair da imagem brutas captadas texturas próximas a pintura. Desta forma o trabalho do editor começa a se equivaler ao do pintor, utilizando tinta como matéria prima.

O primeiro curta da série é o Desfolhando.  Realizado com as imagens brutas do Jardim do Poeta e com a música de João Grabiel Herculando. Além do desfolhando a série é composta pelos curtas Liberdade e descarrilhando.

Cinema de Poesia leva o teatro carioca para as telas da Inglaterra.

O cinema de poesia há 5 anos estuda o teatro indepentende do Rio de Janeiro, acompanhando o trabalho do diretor Alan Castelo.  Dos 17 curtas do Cinema de Poesia selecionados no Porto Bello Film Festival, 11 trabalhos foram realizados para ou sobre espetáculos teatrais deste autor carioca.

O premiado The Play foi o curta-metragem de abertura da peça THE PLAY, de autoria de Alan Castelo encenada em 2004. Femina Cristais, prêmio de melhor edição profissional do festival guaçuano teve como fonte a peça 3,14 que rodou os palcos do Brasil no ano passado. O Carro, Eremita, Enamorados, Morte do Enforcado, Um outro verso do espaço virtual, Força, Mago, Sol e Lua fazem parte do cenário cinematográfico realizado para a peça Roda da Fortuna, apresentada no Rio de Janeiro em julho de 2006.

Além destas companhias, o Cinema de Poesia estuda o teatro e o cinema do companhia Os Soberanos e do diretor Renato Carrera.

Veja os filmes selecionados no Festival de Porto Bello
 

O Carro
Eremita
Femina Cristais
Enamorados
A morte do enforcado
Elevador Capítulo III
The Play
Um Outro Verso Do Espaco Virtual
Força
Mago
Sol
Lua
Metonimico
Libertando
Desfolhando
Descarrilhando
Antitese

Site oficial
http://www.portobellofilmfestival.com/index.html

maiores informações
www.cinemadepoesia.art.br


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]