Cinema Paraense em destaque homenageia Belém em seu aniversário ::  | Curta o Curta

Cinema Paraense em destaque homenageia Belém em seu aniversário

Por Guilherme Whitaker em 04/01/2012 09:29


Com a aproximação do aniversario de Belém que será no dia 12 de janeiro, o Cine Olympia trouxe uma programação especial de curta-metragem em homenagem a mais um ano da cidade. Os filmes dirigidos e produzidos no Pará serão exibidos na mostra “O Cinema Paraense em destaque”, que também dá início às comemorações dos 100 anos de atividades do cinema.

A mostra, composta por cinco filmes, que serão exibidos de 04 a 15 de janeiro (com exceção da segunda-feira), sempre às 18h30, começará com o trabalho de Andrei Miralha. Feito em 2005, o filme “Adimirimiriti” conta a historia de brinquedos de miriti expostos em uma feira de artesanato que acabam ganhando vida. O boneco dançarino de brega, um dos personagens principais, é abandonado por sua parceira e sai em busca do seu par.

Pulando para o próximo curta-metragem feito por Alan Rodrigues, Marcos Daibes e Walério Duarte em 2000, o filme “Açaí com Jabá” retrata um grande duelo feito por um paraense e um turista para provar quem consegue tomar mais açaí com jabá.

“Chama Verequete”, que documentou poeticamente a historia do adorado mestre Verequete através das mãos dos diretores Luiz Arnaldo e Rogério Parreira, conta a trajetória do personagem fundamental da história e do ritmo raiz do Pará, o carimbó. Produzido no ano de 2000, a película será o terceiro filme a ser apresentado na mostra.

A diretora Jorane Castro também compõe os filmes. Ela, que em 2004 teve uma visão cinematográfica mais moderna e decidiu fazer um filme a partir dos textos de cinco blogs sobre Belém, diários virtuais criados por jovens da cidade, integra a mostra com o filme “Invisíveis Prazeres Cotidianos”, que será o penúltimo filme da maratona de curtas paraenses.

E finalizando a programação com chave de ouro em homenagem ao aniversário de Belém, além dos 100 anos de atividades do Cine Olympia, será exibido o clássico dos contos amazônicos, “Matinta”, de Fernando Segtowick. Feito em 2010, o filme foi inspirado na famosa lenda da Matinta Pereira. A versão aparece intercalada a um triângulo amoroso que se passa em uma vila de pescadores.


ASSISTA
Mostra “Cinema Paraense em Destaque” com exibição de curtas metragens em homenagem Ao aniversario de Belém e a comemoração de 100 anos de atividades do Cine Olympia. 
De 04 a 15 de janeiro, às 18h30. Entrada franca. Informações:3230-5380.


Diário do Pará
http://diariodopara.diarioonline.com.br


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

heverson 17/04/2016 18:41
aiiiiiiiiiiiii
Responder

Jornal do Curta

[confira outras notícias]