Convênio entre MinC e Rede Sesc para exibição de cinema brasileiro ::  | Curta o Curta

Convênio entre MinC e Rede Sesc para exibição de cinema brasileiro

Por Guilherme Whitaker em 05/10/2007 09:28


MinC e Rede Sesc fecham convênio
 para exibição de cinema brasileiro



O Ministério da Cultura (MinC) e o Serviço Social do Comércio (SESC) assinaram, na manhã desta quinta-feira, 4, um convênio para associar 165 unidades da rede ao projeto Programadora Brasil - iniciativa da Secretaria do Audiovisual de disponibilização em DVD de filmes e vídeos brasileiros, organizados por programas, para pontos de exibição de circuitos não-comerciais.

A assinatura do convênio ocorreu durante a cerimônia de lançamento do Programa Mais Cultura do MinC, na sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro, em Brasília. Estiveram presentes o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Cultura, Gilberto Gil, e titulares de outros ministérios. Na cerimônia, outros acordos para a expansão de políticas públicas culturais foram anunciados.

O Departamento Nacional do SESC irá adquirir para cada um dos 165 pontos associados o catálogo de lançamento da Programadora Brasil, com 126 títulos organizados em 38 programas. Em contrapartida, o MinC vai equipar 15 centros educacionais SESC LER com o kit básico do projeto Olhar Brasil - que inclui tela, sistema de som, projetor digital e aparelho de DVD. A escolha será feita a partir da avaliação do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) dos municípios que abrigam postos do SESC LER, sendo que as cidades com os números mais baixos serão contempladas.

Realizada por meio da Cinemateca Brasileira e do Centro Técnico Audiovisual (CTAv), a Programadora Brasil é uma iniciativa de disponibilização, por meio de uma permissão de uso, de filmes e vídeos brasileiros para cineclubes, pontos de cultura, escolas, universidades e centros culturais. Paralelamente, são objetivos do projeto formar platéias, fomentar o pensamento crítico em torno da produção nacional, apoiar a formação de uma rede não-comercial de exibição e estimular a organização dos circuitos já existentes.

Com a parceria, que atinge cidades de todas as regiões do país, mais de 20 municípios que não têm salas de cinema passarão a ter pontos de exibição. São exemplos os municípios de Manacapuru (AM), Ceilândia (DF), Deodoro (MA), Bom Despacho (MG) e Canoinhas (SC). Para o secretário do Audiovisual, Orlando Senna, o convênio entre MinC e SESC tem um grande potencial multiplicador.

"Essa parceria é uma ação auspiciosa, que vai oferecer muito à população brasileira, que é tão carente de acesso aos nossos filmes. Ela tem um significado seminal, representa o início de uma cooperação que será bem maior entre Ministério da Cultura e SESC. A meta da Programadora Brasil é estimular a formação de um circuito de exibição de filmes com a mesma proporção do circuito comercial, que hoje reúne aproximadamente 2 mil salas. Essa sintonia entre Secretaria do Audiovisual e SESC tem a importância de uma semente, que pode gerar muitos frutos", defende o Secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Orlando Senna.

Já para o diretor da Programadora Brasil e da Ancine, Leopoldo Nunes, a parceria celebra a presença do maior patrimônio audiovisual brasileiro, o nosso cinema, num dos organismos dotados de maior capilaridade no país, que é a Rede SESC.

"Esse convênio representa um grande passo para a Programadora Brasil, já que vai atingir quatro estados que não tinham pontos de exibição associadas anteriormente, que são o Amapá, Maranhão, Rondônia e Roraima. A importância de se garantir o acesso de comunidades de diversas regiões a grandes obras do cinema brasileiro é incalculável. As sessões públicas que serão oferecidas nas unidades SESC com os títulos da Programadora irão contribuir para a formação cultural e social dos cidadãos brasileiros".

Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta

[confira outras notícias]