Curta nas Telas recebe filmes até 7 de março ::  | Curta o Curta

Curta nas Telas recebe filmes até 7 de março

Por Guilherme Whitaker em 15/02/2001 10:38


Curta nas Telas recebe filmes até 7 de março

Projeto já exibiu mais de 100 curtas em Porto Alegre desde 1996


Trata-se de uma iniciativa exemplar, que deve ou deveria ser copiada (não gosto deste termo, copiar, que tal adaptar?) nas cidades interessadas em levar alguma arte cinematográfica aos seus cidadãos.

Já que por ora se produz tão poucos filmes de longa metragem, e como tais filmes ficam pouco tempo em cartaz e não chegam a todas as capitais ( e são muitos os motivos para isso, dos técnicos aos políticos) é principalmente através do curta-metragem que , de alguma forma, certas questões são abordadas e, eis o principal aqui, chegam aos espectadores com muito mais facilidade do que o citado longa.

Certamente tais esforços, quando bem sucedidos, valem muito à pena e podem mesmo servir como modelo de um envolvimento mais próximo dos distribuidores, exibidores e produtores de cinema em nosso país, facilitando a exibição de filmes curtos antes dos longas, tudo devidamente remunerado, é claro.

Por Guilherme Whitaker


Texto oficial do evento:

Curta nas Telas surgiu através de um acordo assinado entre a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, o Sindicato dos Exibidores do RS e a Associação Profissional dos Técnicos Cinematográficos do Estado (APTC/RS). A cada três meses é realizada uma nova seleção de curtas para serem exibidos nos cinemas de Porto Alegre, escolhidos por uma comissão composta por representantes das entidades envolvidas no acordo.

A cada duas semanas estréia um novo curta metragem numa das salas de cinema comercial da cidade, antecedendo as sessões do longa. A Prefeitura paga um cachê de R$1.500,00 (mil e quinhentos reais) pelas duas semanas de exibição do filme à empresa produtora do mesmo e se encarrega da divulgação do filme na imprensa local.

Desde setembro de 1996 até hoje já foram exibidos mais de 100 curtas de todo Brasil em um rodízio de 12 complexos de salas de cinema de Porto Alegre. A cada trimestre é feita uma nova seleção de 6 filmes para serem exibidos no projeto (até fevereiro de 97 eram escolhidos 12 curtas para passarem semanalmente). Cada entidade responsável pelo termo de convênio que deu origem ao projeto escolhe um representante para fazer parte da comissão de seleção dos filmes. São elas: a Secretaria Municipal da Prefeitura de Porto Alegre, a APTC/RS (Associação Profissional dos Técnicos em Cinema do estado), o Sindicato dos Exibidores e a Câmara Municipal da cidade, além de um crítico da imprensa local escolhido de comum acordo entre os partícipes.

A última seleção, que ainda está sendo exibida em Porto Alegre, teve início no dia 08 de dezembro e contemplou um filme gaúcho, três cariocas, um paulista e um do Distrito Federal, entre o total de 17 inscritos.

Para participar do projeto o filme deve:

- ter no máximo 15 minutos de duração
- ser em bitola 35mm
- não ter participado da extinta Lei do Curta, em vigor até 1990 (filmes produzidos depois de 1990 não precisam se preocupar com esta restrição)

Estando dentro destas restrições, pode ser feita a inscrição do filme enviando-se a ficha preenchida juntamente com uma cópia em vídeo VHS e algumas informações para divulgação (sinopse, ficha técnica, e fotografias).

O material solicitado deve ser enviado para:

A/C FREDERICO PINTO
SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE PORTO ALEGRE
COORDENAÇÃO DE CINEMA, VÍDEO E FOTOGRAFIA
USINA DO GASÔMETRO
AV. PRESIDENTE JOÃO GOULART, 551 / 3º ANDAR
CEP 90010-120 - PORTO ALEGRE / RS
Telefones: (51) 212.5979 (Ramal 220) e 212.5928 (fone/fax)

O prazo para a inscrição da 18ª edição do Curta nas Telas encerra-se no dia 7 de MARÇO
Se o material enviado chegar a Porto Alegre depois deste prazo, o filme será automaticamente inscrito para a próxima seleção. Os filmes que não forem selecionados podem reinscrever-se, bastando apenas enviar uma nova ficha de inscrição.

ATENÇÃO:

Se o filme tiver a possibilidade de concorrer no Festival de Gramado/01, não pode ser exibido anteriormente em cinema comercial no estado do Rio Grande do Sul. Cabe ao produtor/diretor do filme a decisão de optar se inscreve seu filme no Curta nas Telas, correndo o risco de vir a não participar do próximo Festival de Gramado, ou aguarda até agosto de 2001 para participar do projeto.


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]