Curta o Curta e Mate com Angu participam da SUA ::  | Curta o Curta

Curta o Curta e Mate com Angu participam da SUA

Por Guilherme Whitaker em 27/04/2012 14:49


A Semana Universitária de Audiovisual (SUA) é um evento organizado por e para estudantes do meio audiovisual. Universitários de Cinema, Audiovisual, Imagem e Som, Rádio e TV, etc, de universidades públicas e privadas, se reúnem anualmente nesse evento que ganha cada vez mais destaque na área.

Mas não é de hoje que esse encontro acontece. Em 2004, durante a quarta edição da Semana de Imagem e Som (SEIS), na Universidade Federal de São Carlos, onde pela primeira vez se abria espaço para a vinda de estudantes de outras universidades, ficou clara a importância de se fazer um evento mais abrangente, a nível nacional. Com o intuito de se estabelecer um canal de discussões e debate entre universitários e profissionais, produtores e pesquisadores, surgiu a ideia de se organizar a Semana Universitária do Audiovisual.

A primeira edição aconteceu em 2005 na cidade de Bauru, onde está instalado o curso de Rádio e TV da UNESP, contou com oficinas do dublador Gilberto Barolli e de Luciano Dami, premiado no Anima Mundi por Irmão Urso.

Já em 2006, a SUA ficou sob responsabilidade dos universitários de Rádio e TV, da UNIMEP – Piracicaba. A terceira edição ocorreu em São Carlos (2007), sob a organização dos alunos de Imagem e Som, da UFSCAR, enquanto a quarta (2008), foi realizada em Campinas, pelos estudantes de Midialogia da Unicamp.

Em 2009 a Semana estava prevista para acontecer na cidade de São Paulo, o que não foi possível, devido a uma greve. O evento foi remarcado para 2010, ano em que foi organizado pelos alunos do curso de Audiovisual da USP. Trazendo debates como a dificuldade de produção no Brasil e oficinas um tanto quanto diferentes, como por exemplo sobre vídeo-games, cinema asiático, podcasts, etc, a V SUA contou com grande participação de alunos da Universidade de Brasília, fator decisivo para a escolha da capital federal como a próxima sede do evento.

O fato de a SUA acontecer pela primeira vez fora do estado de São Paulo, dá um caráter cada vez menos regional e mais abrangente ao evento, que conta com fóruns, palestras, oficinas, festas e outras atividades de produção e integração. A 6° Semana Universitária de Audiovisual acontecerá na Universidade de Brasília entre os dias 29 abril e 4 de maio.

A Curta o Curta participa da Mesa III, Produção marginal e guerrilha, Verba e verbo, com Adirley Queirós: Cineasta premiado, tem em sua filmografia Fora de Campo, Dias de Greve, Rap, O Canto da Ceilândia e A Cidade é uma só?. É fundador do Coletivo de Cinema da Ceilândia (CeiCine); Gabriel Martins: Fundador do site Filmes Polvo e da produtora Filmes de Plástico, dirigiu, entre outros, os filmes Contagem eDona Sônia pediu uma arma para seu vizinho Alcides; Guilherme Whitaker: Jornalista e produtor, é coordenador da Mostra do Filme Livre, e idealizador e editor do site Curta o Curta e Igor Barradas: Fundador do cineclube Mate com Angu, que, mais do que exibir filmes, abre espaço para a discussão sobre a produção regional e suas implicações estéticas e sociais na realidade e no modo de vida da população. Terça, 1 de maio, às 19h30. 

Local dos encontros

Memorial Darcy Ribeiro (Beijódromo), Campus Darcy Ribeiro, ao lado da Reitoria.

 

Programação 

Mesa I: A universidade na construção do pensamento
Uma análise a partir do primeiro curso de cinema brasileiro em uma instituição pública

Vladimir Carvalho: Documentarista paraibano, se juntou ao movimento do Cinema Novo quando conheceu Glauber Rocha na Universidade Federal da Bahia, se tornando referência do movimento. Veio para Brasília em 1969, onde participou da criação do curso de Cinema, Rádio e Tv da Universidade de Brasília. Entre sua extensa lista de filmes, encontram-se os premiados O País de São Saruê e Barra 68.
Marcos Mendes: Professor da Faculdade de Comunicação da UnB, foi aluno de Jean Rouch na Sorbonne, de Heinz Förthmann e Vladimir Carvalho na UnB, e orientando de Thomaz Farkas em São Paulo. Entre seus filmes, destaca-se o média-metragem O Som, as Mãos e o Tempo.
Sérgio Moriconi: Roteirista, professor e crítico de cinema, dirigiu os curtas Carolino Leobas e Perseguini, além de ter integrado diversos júris do Festival de Brasília.

Mesa II Cinema universitário
Se cinema universitário fosse gênero, o que seria?

Ciro Inácio Marcondes: Professor do Instituto de Ensino Superior de Brasília (IESB), é doutorando da linha de Imagem e Som na Universidade de Brasília. Fez parte da tradução do livro A Narrativa Cinematográfica, de François Jost e André Gaudreault e é editor do site raiolaser.net, especializado em crítica de história em quadrinhos.
Dellani Lima: Natural da Paraíba, graduado no Ceará e realizador em Minas Gerais, Dellani Lima é músico, crítico de cinema, professor, além de cineasta e autor, junto com Marcelo Ikeda, do livro Cinema de Garagem.
Aleques Eiterer: Coordenador do Festival Brasileiro de Cinema Universitário e do Primeiro Plano (Festival de Cinema de Juiz de Fora). Realizou, entre outros, Verdade ou Consequência, Ausência e A Demolição.

Mesa III Produção marginal e guerrilha
Verba e verbo

Adirley Queirós: Cineasta premiado, tem em sua filmografia Fora de Campo, Dias de Greve, Rap, O Canto da Ceilândia e A Cidade é uma só?. É fundador do Coletivo de Cinema da Ceilândia (CeiCine).
Gabriel Martins: Fundador do site Filmes Polvo e da produtora Filmes de Plástico, dirigiu, entre outros, os filmes Contagem eDona Sônia pediu uma arma para seu vizinho Alcides.
Guilherme Whitaker: Jornalista e produtor, é coordenador da Mostra do Filme Livre, e idealizador e editor do site Curta o Curta.
Igor Barradas: Fundador do cineclube Mate com Angu, que, mais do que exibir filmes, abre espaço para a discussão sobre a produção regional e suas implicações estéticas e sociais na realidade e no modo de vida da população.

Mesa IV O Brasil do lado de fora
Impressões, dados, notícias do audiovisual brasileiro vistas do exterior

Eduardo Valente: Crítico e cineasta, é coeditor da revista Contracampo, além de assessor internacional da Ancine. Tem em sua filmografia, entre outros, o curta Um Sol Alaranjado e o longa No Meu Lugar.
João Lanari: Professor da Faculdade de Comunicação da UnB, diplomata e Diretor do Departamento de Tecnologias Inovadoras no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
Ana Paula Santana: Há 10 anos no setor de audiovisual do Ministério da Cultura, assumiu em 2011 o cargo de Secretária do Audiovisual.

Programação da Mostra de curtas e muito mais em http://suabrasilia2012.com/


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta

[confira outras notícias]