Efeitos especiais e cinema fantástico no Curta TV deste domingo ::  | Curta o Curta

Efeitos especiais e cinema fantástico no Curta TV deste domingo

Por Guilherme Whitaker em 05/01/2012 09:19


O Curta TV deste domingo entra no mundo dos efeitos especiais e do cinema fantástico, e fala sobre filmes que desafiam a realidade. O programa mostra como o curta-metragem também pega carona nesse universo que passa por vários gêneros: da comédia ao terror, do drama ao documentário.

A equipe de reportagem acompanhou um grupo de crianças em uma visita a um estúdio de efeitos especiais para saber como esta fábrica da fantasia funciona. Desde os recursos criados artesanalmente através da maquiagem e da construção de peças, até os efeitos criados virtualmente em computadores.

O Curta TV deste domingo vai mostrar ainda como o francês Georges Méliès transportou o ilusionismo para as telas do cinema, criando trucagens impressionantes. Esses seriam os primeiros passos dos efeitos especiais que, cada dia mais aperfeiçoados, tornam o cinema cada vez mais espetacular.

Dedicado a esse cinema fantástico, o Cine Fantasy, festival que acontece há cinco anos em São Paulo, exibe curtas e longas brasileiros e estrangeiros, além de promover oficinas de formação, como explicam no programa os organizadores e diretores que participam do evento.

O quadro “achados da web” vai exibir um trecho do curta Vincent, de 1982, a primeira animação em stop motion realizada pelo diretor Tim Burton, um verdadeiro fã do cinema fantástico e dos efeitos especiais, conhecido pelos filmes Edward Mãos de Tesoura, A Noiva Cadáver e Alice no País das Maravilhas.

E para falar sobre o curta-metragem dentro do cinema fantástico brasileiro, o programa desta semana traz o diretor pernambucano Kleber Mendonça, cujos filmes são um belo exemplo de como a inventividade pode passar por vários gêneros. Os filmes Vinil Verde, A Menina do Algodão e mais recentemente, o premiado Recife Rio passeiam por uma realidade paralela, dando vazão e liberdade à invenção, quase sempre acompanhada de uma boa dose de ironia.

O diretor Ivan Morales Junior participa deste episódio falando sobre seu filme Antonio Pode, uma verdadeira experiência surrealista que provoca e convida o público a compreender e sentir cada uma das situações que mostra. O curta, que foi lançado em 2007 e traz no elenco o artista Lourenço Mutarelli, que atuou em O Cheiro do Ralo, de Heitor Dhalia, será exibido na íntegra, na sessão Curta TV.

Domingo, às 22h30, na TV Brasil


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta

[confira outras notícias]