Festival de Brasília do Cinema Brasileiro anuncia vencedores de sua 47ª edição ::  | Curta o Curta

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro anuncia vencedores de sua 47ª edição

Por Curta o Curta em 24/09/2014 16:56


Foram anunciados, na noite de ontem, 23 de setembro, os vencedores das mostras competitivas da 47ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. A cerimônia de encerramento aconteceu no Cine Brasília, após a exibição da cópia restaurada de “Cabra marcado para morrer” (1984), de Eduardo Coutinho, morto em fevereiro deste ano.

 

Ao todo, seis longas e 12 curtas-metragens concorreram ao Troféu Candango e a prêmios em dinheiro que, somados, totalizam R$ 625 mil. Os filmes foram avaliados por dois júris distintos – um para curtas-metragens e outro para longas – formados por profissionais do setor audiovisual. Além do Troféu Candango, também foram outorgados outros prêmios, como o Troféu Câmara Legislativa - entregue aos vencedores da Mostra Brasília - e prêmios concedidos por parceiros do festival.

 

“Branco sai. Preto fica”, de Adirley Queirós, leva 11 prêmios

 

O vencedor na categoria “Melhor Filme” da Mostra Competitiva de Longas, segundo o júri oficial, foi “Branco sai. Preto fica”, longa-metragem de Adirley Queirós. Em acordo prévio entre os diretores e equipes dos seis longas em competição, o prêmio de Melhor Filme, no valor de R$ 250 mil, foi dividido igualmente por todos. “Branco sai. Preto fica” também ganhou os prêmios de Melhor Direção de Arte e Melhor Ator (Marquim do Tropa) do júri oficial; o Troféu Câmara Legislativa do DF – Mostra Brasília nas categorias Melhor longa-metragem, Melhor ator, Edição de som, Captação de som direto e Melhor montagem; e os prêmios Exibição TV Brasil, Saruê e Prêmio ABRACCINE de Melhor Longa-metragem.

 

O prêmio de Melhor direção foi para Marcelo Pedroso, por “Brasil S/A”, que também recebeu os prêmios do júri oficial de Melhor Roteiro, Melhor Trilha Sonora, Melhor Som e Melhor Montagem. Já na escolha do público, o prêmio de Melhor Filme da Competição de Longas foi para o documentário “Sem pena”, de Eugenio Puppo, cuja estreia nos cinemas está prevista para o mês de outubro.

 

O documentário "Zirig Dum Brasília - a arte e o sonho de Renato Matos", de André Luiz Oliveira, também teve destaque no festival: foi contemplado com o Troféu Câmara Legislativa do DF nas categorias Melhor Direção, Trilha Sonora, Melhor Longa-metragem pelo Júri Popular; e com os prêmios Conterrâneos e Marco Antônio Guimarães.

 

Curtas-metragens também têm destaque

 

Para o júri oficial da Competição de Curtas-metragens, “Sem coração”, de Nara Normande e Tião, mereceu os Candangos de Melhor filme e Melhor Direção. Na opinião do público do festival e para os jurados do Troféu Câmara Legislativa do DF, o melhor curta da mostra foi “Crônicas de uma cidade inventada”, de Luísa Caetano, também vencedor do prêmio Vagalume.

 

Confira abaixo a lista completa dos premiados na 47ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro:

 

Mostra Competitiva de Filmes de Longa-metragem

Melhor filme – “Branco sai. Preto fica”, de Adirley Queirós

Melhor filme pelo júri popular – “Sem pena”, de Eugenio Puppo

Melhor direção - Marcelo Pedroso, por “Brasil S/A”

Melhor ator – Marquim do Tropa, por “Branco sai. Preto fica”

Melhor atriz  – Dandara de Morais, por “Ventos de agosto”

Melhor ator coadjuvante – Renato Novais de Oliveira, por “Ela volta na quinta”

Melhor atriz coadjuvante – Élida Silpe, por “Ela volta na quinta”

Melhor roteiro – Marcelo Pedroso, por “Brasil S/A”

Melhor fotografia – Gabriel Mascaro, por “Ventos de agosto”

Melhor direção de arte – Denise Vieira, por “Branco sai. Preto fica”

Melhor trilha sonora – Mateus Alves, por “Brasil S/A”

Melhor som – Pablo Lamar, por “Brasil S/A”

Melhor montagem – Daniel Bandeira, por “Brasil S/A”

 

Mostra Competitiva de Filmes de Curta-metragem

Melhor filme – “Sem coração”, de Nara Normande e Tião

Melhor filme pelo júri popular – "Crônicas de uma cidade inventada", de Luísa Caetano

Melhor direção - Nara Normande e Tião, por "Sem coração"

Melhor ator - Zé Dias, por "Geru"

 

Troféu Câmara Legislativa do DF - Mostra Brasília

Melhor longa-metragem – “Branco sai. Preto fica”, de Adirley Queirós

Melhor curta-metragem – “Crônicas de uma cidade inventada”, de Luísa Caetano

Melhor direção – André Luiz Oliveira, por “Zirig Dum Brasília – A Arte e o Sonho de Renato Matos”

Melhor ator – Marquim do Tropa, por “Branco sai. Preto fica”

Melhor atriz – Klarah Lobato, por “Querido Capricórnio”

Melhor roteiro – Fáuston da Silva, por “Ácido Acético”

Melhor fotografia – Dani Azul, por “Meio Fio”

Melhor montagem – Guille Martins, por “Branco sai. Preto fica”

Melhor direção de arte – Luiz Fernando Skopein, por “À Mão Armada”

Melhor edição de som – Guille Martins e Camila Machado, por “Branco sai. Preto fica”

Melhor captação de som direto – Francisco Craesmeyer, por “Branco sai. Preto fica”

Melhor trilha sonora – Renato Matos, por “Zirig Dum Brasília – A Arte e o Sonho de Renato Matos”

Melhor longa-metragem pelo júri popular – “Zirig Dum Brasília – A Arte e o Sonho de Renato Matos, de André Luiz Oliveira”

Melhor curta-metragem pelo júri popular – “Ácido Acético”, de Fáuston da Silva

 

Prêmio Marco Antônio Guimarães

“Zirig Dum Brasília – A Arte e o Sonho de Renato Matos”, de André Luiz Oliveira

 

Prêmio Canal Brasil

“Sem coração”, de Nara Normande e Tião

 

Prêmio Exibição TV Brasil

“Branco sai. Preto fica”, de Adirley Queirós

 

Prêmio ABRACCINE

Melhor filme de curta-metragem: “Estátua!”, de Gabriela Amaral Almeida

Melhor filme de longa-metragem: “Branco sai. Preto fica”, de Adirley Queirós

 

Prêmio Saruê

“Branco sai. Preto fica”, de Adirley Queirós

 

Prêmio Vagalume

Melhor filme de curta-metragem: “Crônicas de uma cidade inventada”, de Luísa Caetano

Melhor filme de longa-metragem: “Ventos de agosto”, de Gabriel Mascaro

 

Prêmio Conterrâneos
“Zirig Dum Brasília” – A Arte e o Sonho de Renato Matos, de André Luiz Oliveira

Fonte: ANCINE


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]