Festival Internacional de curtas de São Paulo 2009 ::  | Curta o Curta

Festival Internacional de curtas de São Paulo 2009

Por Guilherme Whitaker em 20/08/2009 10:13


Petrobras apresenta

FESTIVAL DE CURTAS DE SP CELEBRA 20 ANOS E DISCUTE AS ESCRITAS DO CINEMA

 

 

*** 20º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo acontece de 20 a 28 de agosto e tem patrocínio da Petrobras

 

*** ‘Escritas do Cinema’ é o tema que rege a programação, sendo parte do Ano da França no Brasil

 

*** curtas de Raúl Ruiz, Apichatpong Weerasethakul, Alejandro Jodorowsky e Jia-Zhang Ke estão incluídos

 

*** filmes brasileiros têm no elenco Ney Latorraca, Mel Lisboa, Deborah Falabella, Leandra Leal, Paula Burlamaqui, Juliana Galdino, Jairo Matos e Antônio Abujamra

 

*** evento ocupa 11 salas em SP e tem entrada gratuita

 

 

Em sua edição comemorativa de 20 anos, o evento considerado como referência do filme curto da América-Latina ganha a denominação de Curta Kinoforum – Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo e coloca em pauta as diversas formas de se escrever cinema.

 

‘Escritas do Cinema’ é o tema que rege sua programação em 2009, refletindo o papel do filme curto como formato de ponta da realização audiovisual contemporâneo – com produções que utilizam novas mídias, chegando a TVs e aparelhos celulares, sendo realizado em todas as regiões do país e do planeta, espaço de cruzamento de linguagens, formatos e gêneros (o próprio Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo aboliu de seu catálogo deste ano a classificação dos filmes em gêneros).

 

Estão reunidos em ‘Escritas do Cinema’ uma seleção da Semana da Crítica do Festival de Cannes 2009, uma compilação preparada pelo editor-chefe da revista francesa Bref especializada em curta-metragem, obras dirigidas por críticos brasileiros e títulos que tematizam o fazer cinematográfico. Completam os programas exercícios de estilo: comédias musicais (incluindo “West Bank Story”, vencedor do Oscar de melhor curta em 2007), filmes de horror e as experimentações de linguagem do Kinolounge, que este ano tem o corpo humano como tema predominante.

 

A reflexão sobre o tema também está contemplada num colóquio que reúne os franceses Jaques Kermabon (da Bref) e Bernard Payen (Semana da Crítica de Cannes) e os cineastas e críticos brasileiros Eduardo Valente e Kleber Mendonça Filho.

 

Com abertura para convidados no dia 20.08, no SESC Pinheiros, o evento, ocupando onze salas da capital paulista, acontece de 21 a 28 de agosto, sempre com entrada gratuita, o festival exibe em 2009 por volta de 400 curtas-metragens e conta com patrocínio da Petrobras. A direção é da produtora Zita Carvalhosa e realização da Associação Cultural Kinoforum.

 

Na Mostra Internacional estão curtas assinados por cineastas de prestígio no longa-metragem contemporâneo, como Apichatpong Weerasethakul e Jia-Zhang Ke, ao lado de vencedores da Palma de Ouro em Cannes (“Arena”, de Portugal), do Urso de Ouro em Berlim (a animação “Por Favor, Diga Alguma Coisa"). A Mostra Latino-Americana reúne 27 títulos de 11 países, incluindo obras selecionadas para vitrines prestigiosas, como os festivais de Locarno (o argentino “Túneis no Rio”), Berlim (o paraguaio “Homem do Norte”) e Oberhausen (“Rebeca”, co-produção Peru/Alemanha), que confirmam o vigor do atual cinema feito na América-Latina.

 

A programação brasileira traz mais de 150 filmes recentes que foram selecionados a partir de 700 inscrições. Estão incluídas novas produções de nomes que nos últimos anos despontaram no formato, como Júlia Zakia (“Pedra Bruta”), Gregório Graziosi (“Mira”), Vera Egito (“Elo”), Victor-Hugo Borges (“O Menino Que Plantava Invernos”), e a dupla Juliana Rojas e Marco Dutra (“As Sombras”). Na programação estão presentes atores consagrados, entre eles Ney Latorraca e Paula Burlamaqui (“Vida Vertiginosa”, do diretor Luiz Carlos Lacerda), Ney Latorraca (“Depois de Tudo”), Juliana Galdino e Jairo Matos (“Maria Angélica”), Antônio Abujamra (“O Filme Mais Violento do Mundo”), Mel Lisboa ( “Ao Vivo”), Deborah Falabella (“Doceamargo”) e Leandra Leal (“My Favourite Things”), entre outros. Completam a programação brasileira as seções Cinema em Curso, com filmes oriundos de cursos audiovisuais, KinoOikos, com produções realizadas em projetos de inclusão sócio-cultural através do audiovisual, e Oficinas Kinoforum, reunindo os resultados dessa iniciativa.

 

Os Programas Especiais têm como grande destaque obras raras dos cineastas Alejandro Jodorowsky e Raúl Ruiz, incluídas na retrospectiva “Curta Chile”. Duas seleções alemãs abordam o Muro de Berlim e a nova geração do curtametragismo na Alemanha. “Apesar da Crise” focaliza compromissos e valores em tempo de crise econômica internacional, enquanto que “Unidos na Paixão” focaliza a força da comunidade das torcidas brasileiras de clubes de futebol. Eventos convidados exibem seleções preparadas especialmente para o Curta Kinoforum – Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo: os festivais de Uppsala (Suécia), La Boca del Lobo (Espanha), Signes de Nuit (França) e do Minuto (Brasil), além do projeto carioca Cachaça Cinema Clube. Completam os Programas Especiais a Mostra Infanto-Juvenil (com projeções acompanhadas por atividades lúdicas propostas pela Cia Quase Cinema.

 

Entre as Atividades Paralelas estão incluídos o projeto Crítica Curta, voltado ao estímulo da produção textual reflexiva, Noite de Kino (uma proposta de “filmes relâmpagos” produzidos por equipes de escolas audiovisuais), o debate O Direito de Decidir, com realizadoras brasileiras discutindo a gravidez indesejada ou precoce, Cinema na Comunidade, com atividades em pontas da periferia de São Paulo.

 

O Curta Kinoforum – Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo promove uma série de parcerias com escolas audiovisuais com o objetivo de estimular uma aproximação com esse público, o que significa uma via para nos oxigenar e ouvir os anseios e propostas de uma nova geração que se incorpora ao audiovisual no Brasil. Dessas ações resultam, além da mostra Cinema em Curso; o projeto Abril Universitário (ciclo de visita às escolas para uma apresentação do festival, com exibidos curtas seguidos de debate com diretores); um concurso para escolha do cartaz do festival entre alunos de Design da ESPM (os dez finalistas podem ser conferidos na exposição no Museu da Imagem e do Som); a realização de um documentário making of por alunos do curso de Midialogia, da Unicamp; o Crítica Curta, uma oficina de crítica cinematográfica; a Noite de Kino (proposta de realização de trabalhos audiovisuais em menos de 48 horas; e a incorporação à equipe do evento de estagiários e monitores das escolas parceiras em variadas funções.

 

Entre quase duas centenas de convidados que o evento recebe estão todos os realizadores brasileiros com filmes na programação e diretores participantes da Mostra Internacional e da Mostra Latino-Americana. Todos debatem com o público após as sessões de seus curtas. O festival recebe também curadores que comparecem a São Paulo com a missão de selecionar produções brasileiras e latino-americanas para seus eventos, como os festivais de Cannes, Locarno, Hamburgo, Mar Del Plata, Clermont-Ferrand, Tampere (Finlândia), Santa Maria da Feira e Vila do Conde (ambos em Portugal), Drama (Grécia), do francês Signes de Nuit (França) e do norueguês Minimalen.

 

O Curta Kinoforum – 20º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo é uma co-realização do SESC São Paulo, Cinemateca Brasileira, Secretaria de Estado da Cultura (através do Proac) e Prefeitura do Município de São Paulo. O evento é parte da programação do Ano da França no Brasil. Destalhes da programação e outras informações podem ser acessadas no website www.kinoforum.org.

 


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]