Filmes brasileiros nos Festivais de Portugal, Inglaterra, EUA e Colômbia ::  | Curta o Curta

Filmes brasileiros nos Festivais de Portugal, Inglaterra, EUA e Colômbia

Por Curta o Curta em 04/10/2013 20:13


O cinema brasileiro se fará presente em outubro no BFI - Festival de Cinema de Londres, na Inglaterra; no DocLisboa, em Portugal; no Festival Internacional de Cinema Infantil de Chicago e no Festival Internacional de Cinema Latino de Los Angeles, nos EUA; e no Festival de Cinema de Bogotá, na Colômbia. Doze filmes receberam auxílios diversos do Programa de Apoio à Participação de Filmes Brasileiros em Festivais Internacionais da ANCINE para viabilizarem suas idas aos eventos. Desde o início do ano, o programa já concedeu 79 apoios a mais de 50 filmes diferentes em 33 festivais ao redor do mundo.

Três filmes receberam apoio do Programa para viabilizar a participação em dois importantes festivais na Europa. O longa-metragem "Eles voltam", de Marcelo Lordello, é o representante brasileiro na programação do BFI - Festival de Cinema de Londres, e recebeu apoio financeiro para a promoção do filme no evento, que acontece de 9 a 20 de outubro.  Para o  DocLisboa,  que acontece entre os dias 24 de outubro e 3 de novembro na capital portuguesa,  um curta e um longa-metragem também receberão auxílio. O festival português vai divulgar oficialmente sua programação no próximo dia 9 de outubro.

Nos Estados Unidos, dois festivais também receberão significativa presença do cinema brasileiro. No Festival Internacional de Cinema Latino de Los Angeles, quatro filmes brasileiros foram selecionados: o longa-metragem "Meu País", de André Ristum, teve o envio da cópia custeado pelo programa e recebeu apoio financeiro; o mesmo tipo de auxílio foi oferecido ao curta-metragem "O Afinador", de Fernando Camargo e Matheus Parizi; "Phoenix", de Stefano Capuzzi Lapietra, também contou com apoio financeiro da ANCINE; e fecha a participação brasileira em Los Angeles o documentário "Pablo", coprodução com os Estados Unidos, dirigida por Richard Goldgewicht.

Já para o Festival Internacional de Cinema Infantil de Chicago, três das produções nacionais selecionadas foram apoiadas pela ANCINE: "O Retrato da Lua", de Diego Lopes e Claudio Bitencourt Avila; "Thomás Tristonho", de André Saito e Cesar Nery; e "A História dos Meninos que Andavam de Noite", de Flávio Barone, receberam apoio financeiro para a promoção dos filmes e os dois últimos tiveram as cópias enviadas por intermédio do Programa de Apoio. Outros três filmes nacionais fazem parte da programação do evento: "Disque Quilombola", de David Reeks; "Sítio do Picapau Amarelo: O Outro Boneco", de Humberto Avellar; e Quadrinhos: Guia Prático, de Haroldo Borges.

Vince e cinco filmes brasileiros na programação do Festival de Cinema de Bogotá

Na Competição Oficial de Longas-Metragens do Festival de Cinema de Bogotá, que acontece de 16 a 24 de outubro, na Colômbia, o programa da ANCINE concedeu auxílio na forma de envio de cópia e apoio financeiro para os filmes "Faroeste Caboclo", de René Sampaio, e "Simone", coprodução Brasil-Colômbia, de Juan Zapata. "A Coleção Invisível", de Bernard David Attal, também participa da mostra competitiva. Selecionado para a mostra de Documentários sobre Meio Ambiente, o filme "Ouvir o Rio", de Marcela Lordy, foi mais um a contar com apoio financeiro do programa.

Distribuídos em diversas seções do Festival de Cinema de Bogotá estão ainda, entre curtas e longas de ficção, animação e documentário, mais 21 obras de cineastas brasileiros: “Jus” de Marcelo Dídimo; "Referendo” de Jaime Lerner; “Matéria de Composicao”, de Pedro Aspahan; "Suassuna” de Filipe Gontijo; “Mar Vivo”, de Rogério Vilaronga e Tiago Oliveira; “Memoria del Rio”, de Roney Freitas; “O Renascimento do Parto”, de Eduardo Chauvet; “Jéssica Cristopherry!” de Paula Lice, Rodrigo Luna e Ronei Jorge; "Trucks” de Joao Inacio; "Xico Stockinger”, de Federico Medina; “No Tempo dos Dinossauros”, de Rennan Rebello e Wemerson Peu de Freitas; “Engole ou Cospervilha”, de Marão, David Mussel, Pedro Eboli, Fernanda Valverde, Jonas Brandão, Giuliana Danza, Gabriel Bitar e Zé Alexandre; “Linear”, de Amir Admoni; "Um Dia de Trabalho”, de Fransisco Rosatelli; “Com os Pés na Cabeca” de Tiago Scorza e Gabriela Liuzzi Dalmasso; “(Dí)vida”, de Cleber Almeida; “Acalanto”, de Arturo Saboia; “Boca Fechada”, de Elder Fraga; “Nao deixe joana só”, de Cecilia Engels; "O Fim do Filme”, de André Dib; e "O pesar da Dúvida” de Rafael Nani.

Fonte: ANCINE


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]