Fronteira, Encontro de Linguagens rola no Rio ::  | Curta o Curta

Fronteira, Encontro de Linguagens rola no Rio

Por Guilherme Whitaker em 28/10/2011 11:06


O Teatro Glauce Rocha será palco do projeto “Fronteira”, criado por Pedro Bronz e Alexandre Gwaz, que funciona como um encontro de linguagens, reunindo cinema, música, teatro, literatura e artes plásticas, nos dias 2 e 3 de novembro, às 20h. O evento faz parte da programação da ocupação “JUNTO: Práticas de Proximidade”, que fica até dezembro no espaço cultural.

O público poderá conferir quatro trabalhos que transitam por diferentes formas de expressão, como vídeo, performance, monólogo e canção, cada um criando sua linguagem particular. Os espetáculos apresentados serão: “Plus Ultra” e “O Estrangeiro na Gaiola”, no dia 2/11, e “I Love China” e “A Re-volta de Charles Magnífico”, dia 3/11.

Através de um vasto banco de imagens próprias mixadas com sons experimentais do projeto Imametzatzelin, a produtora Plus Ultra, dos irmãos Duarte, cria sequências e combinações de transe baseados em iconografias, grafismos e cores que resultam em uma experiência de grande intensidade.

A performance de O Estrangeiro na Gaiola conta com uma adaptação audiovisual de fragmentos do livro, que é o romance de estreia de Manu Sobral. Com a atriz Sofia Botelho e programações de som e imagem de Alexandre Gwaz, a apresentação tem a palavra como foco, o som como palco imaginário e as imagens como ilhas "aparentemente estáticas" que tem como desejo oferecer ao espectador o espaço de sonho.

Já I Love China funciona como uma performance audiovisual interativa.
As taxas de consumo regem o universo. Para uma determinada e influente camada da sociedade (cada vez mais abrangente), o acesso ilimitado aos mais diversos produtos ou a ilusão de produto (peças cada vez mais descartáveis), produz um efeito devastador no equilíbrio social e ecológico do planeta. I Love China investiga todos os lastros possíveis das causas e consequências desse efeito numa espécie de live-cinedocumentário. A performance será filmada e as imagens serão incorporadas ao filme, que estará sendo produzido em tempo real, e que tem como objetivo propor novos olhares, novos ângulos, novos sons sobre um tema central: o consumismo e os efeitos que provoca no planeta.

A Re-volta de Charles Magnífico mistura leitura dramatizada com live cinema. Um filme será montado ao vivo num remix visual pilotado por um VJ. Loops extraídos de trechos de filmes clássicos, experimentais, documentários e animações serão simultaneamente dublados em tempo real por atores baseados na história do anti-héroi carioca Charles Magnífico.

FICHA TÉCNICA

Plus Ultra
Duração – 30 minutos
Realização – Gustavo Duarte, Panthera Léo

O Estrangeiro na Gaiola
Duração – 30 minutos
Realização – Manu Sobral, Alexandre Gwaz

I Love China
Duração – 40 minutos
Realização - Alexandre Gwaz e Pedro Bronz

A Re-Volta de Charles Magnífico
Duração – 40 minutos
Realização - Simplício Neto, Felipe Scovino, Fred Coelho, Sidney Honigsztejn, José Renato Batista.

SERVIÇO:

Fronteira
Local: Teatro Glauce Rocha
Endereço: Av. Rio Branco, 179 (em frente à estação Carioca do Metrô Rio)
Tel.: 2220-0259
Dias: 02 e 03 de novembro (quarta e quinta)
 Horário:20h
Ingresso 10 inteira / 5 meia
Classificação etária: 14 anos
 


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]