III Macaé Cine - PIPOCA, PETRÓLEO E CINEMA ::  | Curta o Curta

III Macaé Cine - PIPOCA, PETRÓLEO E CINEMA

Por Curta o Curta em 30/08/2013 09:03


A cidade litorânea de Macaé comemora mais uma edição do bem sucedido festival de cinema de Macaé - Macaé Cine, que acontecerá de 25 a 30 de Novembro no Solar dos Melos em no município de Macaé e que este ano teve 6 filmes de sua programação indicados para disputar o troféu Grande Otelo, na competitiva do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, organizado pela Academia Brasileira de Cinema.

Em sua III edição, o Festival de Cinema de Macaé – Macaé Cine, já formou um grande público da região norte fluminense e já conta com mais de 12 mil seguidores nas redes sociais.

O festival se divide em duas mostras competitivas: Mostra Panorama Nacional; que recebe os melhores trabalhos da produção de curtas metragens nacionais nas categorias: ficção, documentário e animação e a Mostra Visões Macaenses e Lagos, que este ano amplia suas fronteiras e recebe filmes de toda a região norte fluminense e segue o mesmo formato. 

Este ano, o festival terá em sua abertura a exibição do curta metragem SINAL, dirigido por Charles Daves e estrelado por Bianca Rinaldi, André Ramiro, Marcio Rosario, Rafel Zulu, Bruna di Tullio, Andre Rayol e grande elenco e que tem sua pré-estréia simultaneamente no Los Angeles Brazilian Film festival em Setembro.  

Criar um polo de cinema no norte do estado era um sonho do jovem cineasta Thales de Moraes, falecido em 2012. Ao lado do amigo e parceiro de filmes e produções: João Rocha, ele conseguiu tirar do papel a primeira edição do festival de curtas metragens Macaé Cine, realizada em 2011. Um ano depois, a mostra ganhou força e agora finca raízes como o principal festival de cinema da cidade em sua terceira edição e com isso o projeto que confirma que a cidade do petróleo já está se tornando a cidade do cinema.

A programação do festival exibirá 35 filmes de todas as regiões do Brasil em duas mostras paralelas: Panorama Nacional, com destaque para títulos que concorreram no Festival do Rio, Festival de Brasília e Gramado e as produções realizadas em diferentes suportes pelos moradores da região têm espaço garantido. A iniciativa de criar o programa local tem como principal objetivo estimular a produção audiovisual macaense e norte fluminense, ampliando o circuito e absorvendo também municípios vizinhos, além da ideia de criar uma extensão itinerante do festival que chegará aos locais mais afastados dos centros urbanos através de um caminhão cinema que estará em atividade a partir da próxima edição em 2014.    

“Essa é uma forma de estimular a formação de novos profissionais, e principalmente impulsionar a produção cinematográfica em uma escala maior e com uma qualidade superior nesta região, ainda tímida na produção de filmes e atividades audiovisuais, e assim dar continuidade à ideia de transformar Macaé, que atualmente é a capital do Petróleo, finalmente, na capital carioca do Cinema!  Além disso, o mercado está cada vez competitivo e a tecnologia avançando rapidamente, o que hoje em dia gera recursos e ferramentas acessíveis para que os curtas-metragens e o cinema independente se desenvolvam de forma proporcional  e com qualidade equivalente ao da indústria do grande cinema”. Afirma o produtor João Rocha, realizador do festival.

Mais informações: www.macaecine.com.br

Fonte: João Rocha


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]