IV BAHIA AFRO FILM FESTIVAL ::  | Curta o Curta

IV BAHIA AFRO FILM FESTIVAL

Por Guilherme Whitaker em 20/11/2012 18:25


 

16 a 21 de novembro de 2012

Começou na sexta-feira, dia 16, o *IV Bahia Afro Film Festival*, festival de cinema afro que acontecerá até dia 21 de novembro, com programação em três espaços da cidade: o Forte Santo Antônio Além do Carmo, conhecido como Forte da Capoeira, Tv Pelourinho e Sala Alexandre Robatto.

A noite de lançamento teve uma programação especial, com exibição dos curtas *Yemanjá do Pelô*, de Tamy Marracini, *Homenagem aos Mestres*, dirigido por Lázaro Faria, e *A Resistência da Lua*, do cineasta Otávio Bezerra.

*Yemanjá do Pelô* retrata a entrega do presente a Yemanjá pela comunidade do Pelourinho, buscando valorizar as raízes dos moradores e comerciantes do Centro Histórico e o resgate da sua autoestima.

*Homenagem aos Mestres *é um documentário que retrata trajetória e lembranças sobre Mestre Prego e Neguinho do Samba, fundadores do Samba Reggae e do Olodum; Dois Mundos, produtor cultural e ator de cinema; e Beto Silva, compositor e cantor, autor de “Prefixo de Verão”, um dos maiores sucessos entre as músicas de carnaval de todos os tempos.

*Resistência da Lua* é um documentário realizado no final dos anos 70, na Cantina da Lua, sobre o surgimento dos movimentos culturais e negros no Pelourinho.

Mais de 30 filmes, entre curtas, médias e longas-metragens, poderão ser vistos de 16 a 21 de novembro, dentro da programação do IV Bahia Afro Film Festival. Realizado sempre em novembro – mês da consciência negra – o evento é uma iniciativa da Casa de Cinema da Bahia, produzido pela Celeiro Cultural, e tem como curadores Lázaro Faria e Elson Rosário.

O festival tem como principal objetivo divulgar, integrar e promover discussões em torno da produção de cinema e vídeos nacionais e internacionais, que tenham o povo afrodescendente como tema principal.

Dentre as atividades realizadas durante o evento estão duas oficinas, uma delas básica de Produção Audiovisual, ministrada pelo cineasta Flávio Leandro, e a Tela em Transe, que tem como instrutor o cineasta Lázaro Faria, o cinematógrafo Xeno Veloso, a dramaturga Deusi Magalhães e a roteirista Carollini Assis. Cada oficina tem 30 bolsas destinadas a afrodescendentes. Ao final, serão realizados cinco curtas a serem exibidos no encerramento do BAFF.

A programação completa do BAFF pode ser consultada no site: http://ivbaff.bahiaafrofilmfestival.com.br/

***

Acompanhe o IV* Bahia Afro Film Festival nas redes sociais.

No Twitter: https://twitter.com/CasadeCinemaBA

No Facebook: https://www.facebook.com/casadecinemadabahia

Na Web: http://ivbaff.bahiaafrofilmfestival.com.br/*<http://ivbaff.bahiaafrofilmfestival.com.br/>

IV BAHIA AFRO FILM FESTIVAL

Idealização e realização: Casa de Cinema da Bahia

Produção: Celeiro Cultural

Patrocínio: Secretaria de Cultura do Estado da Bahia / FUNCEB / GOVERNO DO
ESTADO

Fonte: Vlady Alves


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]