IV Semana dos Realizadores ::  | Curta o Curta

IV Semana dos Realizadores

Por Guilherme Whitaker em 26/11/2012 13:24


SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO:

17h | DEBATE | SUBSOLO

Fellipe Barbosa, realizador, conversa com

Leonardo Mouramateus, diretor de Charizard

Francisco Garcia, diretor de Cores

Allan Ribeiro, diretor de Esse amor que nos consome

19h | SALA 1

VERSÃO FRANCESA

Dir. Maya Da-Rin 19min . digital . 2011. RJ | ESTREIA NACIONAL

Eles se encontram em um quarto de hotel. Lá fora a noite cai.

LACUNA

Dir. André Lavaquial 73min . digital . 2012 . RJ | ESTREIA NO RJ

A geleiras da Antártida caminham três milímetros por ano em nossa direção. Calcular quando chegarão. Prever, num filme, o que acontecerá.

21h30 | SALA 1

MASKS

Dir. Lorena Ortiz 8min . digital . 2012 . AC-SP | ESTREIA NACIONAL

No meio da floresta, os seres se manifestam

ELENA

Dir. Petra Costa 82min . 35mm. 2012 . SP | ESTREIA NO RJ

Elena viaja para Nova York com o mesmo sonho da mãe: ser atriz de cinema. Deixa para trás uma infância passada na clandestinidade dos anos de ditadura militar. Deixa Petra, a irmã de sete anos. Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para Nova York em busca de Elena. Tem apenas pistas. Filmes caseiros, recortes de jornal, um diário. Cartas. A todo momento Petra espera encontrar Elena caminhando pelas ruas com uma blusa de seda. Pega o trem que Elena pegou, bate na porta de seus amigos, percorre seus caminhos. E acaba descobrindo Elena em um lugar inesperado. Aos poucos, os traços das duas irmãs se confundem, já não se sabe quem é uma, quem é a outra. A mãe pressente. Petra decifra. Agora que finalmente encontrou Elena, Petra precisa deixá-la partir.

TERÇA-FEIRA, 27 DE NOVEMBRO:

17h | DEBATE | SUBSOLO

João Luiz Vieira, Professor Titular do Departamento de Cinema e Vídeo da Universidade Federal Fluminense, conversa com

André Lavaquial, diretor de Lacuna

Lorena Ortiz, diretora de Masks

Petra Costa, diretora de Elena

19h | SALA 1

NÃO ESTAMOS SONHANDO

Dir. Luiz Pretti 12min . digital . 2012 . CE/MG | ESTREIA NACIONAL

Sim, nós faremos um mundo. Não estamos sonhando. Luta a luta o faremos, peça por peça o faremos, pedaço por pedaço o faremos. Não estamos sonhando.

DOMÉSTICA

Dir. Gabriel Mascaro 76min . digital . 2012 . PE | ESTREIA NO RJ

Sete adolescentes assumem a missão de registrar por uma semana a sua empregada doméstica e entregar o material bruto para o diretor realizar um filme com essas imagens. Entre o choque da intimidade, as relações de poder e a performance do cotidiano, o filme lança um olhar contemporâneo sobre o trabalho doméstico no ambiente familiar e se transforma num potente ensaio sobre afeto e trabalho.

21h30 | SALA 1

MONUMENTO

Dir. Gregorio Graziozi 10min . digital . 2012 . SP

“Bandeirantes de pedra ascendem em direção ao interior do Brasil”

BOA SORTE, MEU AMOR

Dir. Daniel Aragão 95min . 35mm . 2012 . PE | ESTREIA NO RJ

Dirceu, 30 anos, tem origens que remontam à aristocracia latifundiária do sertão pernambucano. Conformado numa espécie de amnésia subjetiva, ele tenta enterrar o passado de sua família. Dirceu vive no Recife, uma cidade cuja paisagem sofre um descontrolado processo de transformação, em parte graças ao seu trabalho numa empresa de demolição. Maria compartilha as mesmas origens sertanejas, mas ela usa a cidade para outro propósito. Ela é uma despojada estudante de música com alma de artista. Se Dirceu aspira a um mundo estável e presente, Maria vive em discordância com o presente. Para ela, nada é como deveria ser. Um antiromance do impacto entre a música e o silêncio.

QUARTA-FEIRA, 28 DE NOVEMBRO:

17h | DEBATE | SUBSOLO

Helvécio Marins Jr, realizador, conversa com

Gregorio Graziozi, diretor de Monumento

Daniel Aragão, diretor de Boa sorte, meu amor

19h | SALA 1

STAR POWER READY

Dir. Bernardo Barcellos, Isabela Mota, Leonardo Levis e Luisa Marques 17min . digital . 2011 . RJ

Ele veio, mais uma vez.

A BALADA DO PROVISÓRIO

Dir. Felipe David Rodrigues 92mim. digital . 2012 . RJ | ESTREIA NACIONAL

Dois dias na vida de ANDRÉ PROVISÓRIO; que ganha uns trocados como detetive particular, aviãozinho e sedutor cara-de-pau. Entre um biscate e outro, conhece Mariana – aspirante à atriz de teatro picareta experimental.

21h45 | SALA 1

SESSÃO DO COMODORO ESPECIAL:

CUAUHTÉMOC

Dir. Leo Pyrata 10min . digital . 2012 . MG

Technishit versus picarepraxis.

NA CARNE E NA ALMA

Dir. Alberto Salvá 81min . digital . 2011. RJ

O jovem Rodrigo se relaciona sexualmente com igual desinteresse com qualquer mulher. Na faculdade, ele conhece Mariana e, pela primeira vez, Rodrigo conhece um sexo que o leva a envolver-se afetivamente. O comportamento de Mariana, no entanto, oscila entre a ternura e a brutalidade, o que leva Rodrigo quase à loucura. O Filme é a história de um difícil rito de passagem, da adolescência a vida adulta.

QUINTA-FEIRA, 29 DE NOVEMBRO:

17h | DEBATE | SUBSOLO

Ricardo Miranda, montador, realizador e professor, conversa com

Bernardo Barcellos, Isabela Mota, Leonardo Levis e Luisa Marques, diretores de Star power ready

Felipe Rodrigues, diretor de A balada do provisório

Leo Pyrata, diretor de Cuauhtémoc

19h | SALA 1

ESPECIAL DISTRITAL: RETRATOS PERDIDOS

Dir. Ricardo Nikolayevsky 72min . digital .

1982-85 . Cidade do México/Nova York

20h30 | SALA 1 – SESSÃO DE ENCERRAMENTO

SOBRE O ABISMO

Dir. André Brasil 30min . digital . 2012 . MG | ESTREIA NO RJ

Por essa tela já passou boa parte da história do cinema, mas a cada sessão é como se ela estivesse ainda virgem, antes do começo de tudo. A tela em branco é um imenso abismo feito de esquecimento.

21h30 | SALA 1

EM CERTAS CAVERNAS GOTEJA A ÁGUA

Dir. Sofia Saadi 13min . 35mm. 2012 . RJ | ESTREIA NACIONAL

Nos mesmos rios entramos e não entramos, somos e não somos.

NOITES DE REIS

Dir. Vinícius Reis 93min . 35mm . 2012 . RJ | ESTREIA NO RJ

Alguns anos após uma tragédia familiar, Dora e sua filha Júlia retomam sua vida cotidiana. É dezembro. Os palhaços e músicos da Folia de Reis dançam pelas ruas de uma pequena cidade do litoral do Rio de Janeiro. O calor e as férias são bons para mergulhos nas águas verdes da região. Para Dora, ir à praia é reencontrar seu filho Lucas, cujas cinzas repousam no mar. A chegada de uma visita inesperada irá abalar essa rotina. É Jorge, o marido de Dora, que partiu no dia seguinte ao incêndio que matou Lucas e nunca mais voltou. Sua chegada traz de volta a dor da perda do filho, da falta do irmão. Dessa crise se abre a possibilidade de superação.

Mais informações:http://www.semanadosrealizadores.com.br/programacao-2/por-dia-2/


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]