Mais espaço e visibilidade para o Cinema Infanil ::  | Curta o Curta

Mais espaço e visibilidade para o Cinema Infanil

Por Guilherme Whitaker em 28/06/2006 14:55



Cinema infantil em pauta


    Literatura, educação, cidadania e cinema caminham juntos numa mostra internacional de cinema infantil que acontece a partir de 29 de junho no sul do país. Com exibição de 80 filmes, debates, oficinas para crianças e professores (e muita pipoca), a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis chega ao quinto ano modificando a dinâmica não só da meninada. O evento motiva a sociedade a refletir sobre quais são os melhores filmes para seus filhos. Confira a programação e etc. em www.mostradecinemainfantil.com.br

 
A 5ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis acontece de 29 de junho a 16 de julho no Centro Integrado de
Cultura (CIC). A Ilha do Terrível Rapaterra, longa-metragem de Ariane Porto (RJ), terá o lançamento nacional durante a Mostra. Cao Hamburger estará participando da sessão comentada de Goleiros, seu último filme. Pela primeira vez a Mostra terá uma sessão competitiva, com a presença de 40 filmes.

                         

Um momento esperado é o 2° Encontro Nacional do Cinema Infantil, no dia 30, que traz para frente das câmeras a discussão sobre a produção infantil no Brasil (tentando desmistificar o preconceito a respeito do tema), com a presença de especialistas no universo infantil e que estão se organizando para fortalecer o segmento. Entre os confirmados para o debate estão Esther Faller (TVE); Orlando Senna (secretário do Audiovisual do MinC); Carla Camuratti (Copacabana Filmes); Gabriel Guimard (Portal da Cultura para a Criança); João Batista Melo (produtor e diretor); Isabel Leite (Museu da Infância/Unesc); Karen Acciolly (atriz e produtora); Andrés Lieban (diretor) e Anna Karina Carvalho (produtora). Do encontro sairá um documento para o Ministério da Cultura exigindo mais atenção com a platéia mirim.

 

As grandes estrelas da Mostra são os nove longas-metragens, nove filmes do Curta Criança MinC/TVE, curtas da Mostra Competitiva e os filmes do Festival Prix Jeunesse, da Alemanha. Na abertura da Mostra, no dia 29, estarão sendo lançados dois filmes catarinenses vencedores do edital Curta Criança: O Mistério do Boi de Mamão, de Luiza Lins, e Peça por Peça se Constrói um Amigo, de Giuliano Benedet.

 

Mas a personagem principal desta edição é a Literatura Infantil. Ela está presente em vários momentos, como na oficina O que é um livro, para crianças do Projeto Esperança da Comunidade Chico Mendes (será gravado um documentário sobre a oficina e exibido no encerramento); na distribuição do clássico livro O Patinho Feio, de Hans Christian Andersen; no bate-papo com a premiada escritora Ana Maria Machado e com as professoras Eloí Bocheco e Tânia Piacentini, e também no centro das discussões sobre produção para crianças, durante o 2º Encontro do Cinema Infantil. Isso sem falar na sessão raridade com dois filmes franceses O Rei e o Pássaro (1979), baseado no conto de Hans Cristian Andersen, e Pele de Asno (1970), adaptação de um clássico com Catherine Deneuve no elenco.

 

“Acreditamos que o cinema, assim como a literatura, deve educar, divertir e contribuir para a construção da cidadania”, diz a produtora Luiza Lins. Para mostrar que estas duas cenas se complementam, a Sociedade Amantes da Leitura leva sua biblioteca para a Mostra. Na opinião de Luiza, a literatura infantil brasileira tem qualidade, com muitas premiações, inclusive no exterior, mas pouco aproveitada no cinema. “A produção de filmes para crianças é muito pequena no país e vamos partir daí para promover um debate em torno do assunto”.

 

Outros personagens fazem parte da Mostra. A exposição Rios, Infâncias e Sertões, do projeto Oníria, Infâncias Latino-Americanas e do Núcleo de Estudos e Pesquisas da Pequena Infância e o show de encerramento com o grupo Palavra Cantada e Camerata de Florianópolis. Este ano, a expectativa é levar 15 mil crianças à Mostra, sendo nove mil de escolas públicas de Florianópolis. “Queremos despertar uma platéia com senso crítico”, finaliza Luiza Lins.

 

Mais informações – www.mostradecinemainfantil.com.br


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]