MFL começou a divulgar seus premiados 2012 ::  | Curta o Curta

MFL começou a divulgar seus premiados 2012

Por Guilherme Whitaker em 02/03/2012 13:35


Talvez o evento audiovisual mais democrático do Brasil, a MFL, Mostra do Filme Livre, chega a sua 11a. edição em breve, nos CCBBs do Rio, a partir de primeiro de março, depois indo para Brasília e São Paulo.

Diferentemente de outras mostras, a premiação da MFL é definida pelos próprios curadores do evento, que também escrevem textos justificando tais permiações.

O evento começou dia primeiro de março e os primeiros premiados já são sabidos, são 3 curtas nordestinos.

Em breve serão divulgados os demais curtas e longas premiados na Mostra.

Confira abaixo os textos do premiado "A felicidade dos peixes", e leia os textos dos outros 2 no site da MFL, aqui.

 

 

A FELICIDADES DOS PEIXES, de Arthur Lins, de João Pessoa

“Você é mais fechado, viu. Você tem algum segredo aí dentro.” No curta A Felicidade dos peixes, quem diz essa frase é a prostituta, única figura do presente, com a qual o protagonista se relaciona, rapidamente. Pressinto a força deste personagem solitário e apático; sua potencia é uma espécie de sombra, ou a falta dela. Quem sabe são as lembranças do protagonista, “é, só lembrança” ele repete. Imagens em VHS de uma criança no mar, som de toca-fitas de uma suposta carta da filha perdida no mapa, um peixe laranja no plástico que se dá às crianças, uma piscina vazia, ruidosa e o trabalho- pão de cada dia. Sem muito esforço, nem paixão, toda a existência deste protagonista parece estar contida no mesmo plástico do peixe enquanto a vida autocaminha por uma cidade qualquer, cada um na sua; a vida e a existência.

Neste espaço, entre uma e outra, há uma melancolia essencial, uma falta difusa. Uma falta. De quê?

Não há objeto de verdade. É um filme em suspenso. Atem-se aos mínimos gestos. Narra a banalidade. Um homem rodeado de sons; a trilha sonora de seus dias ali, naquele apartamento com vista e varanda. Há uma espera em algum momento. Algo que não se materializa. Uma espera metafísica que desemboca num sexo pago, sem violência. Há sequidão. Ternura também. Nada está claro, o filme acontece numa zona incerta, de todas e de nenhuma possibilidade. Há um presente também, bem delimitado por plano fixos e simples. Há passagens de tempo-espaço graças ao terceiro aquário; a televisão. Há um MUNDO PET, que não é exatamente um mundo cão. É o mundo de um cão domado. Contido. MUNDO PET, você tem algum segredo aí dentro, viu? E o bilhetinho da sorte entregue na caixa do Yakisoba sugere; “Na beira do abismo, puxe as rédeas do cavalo.” Há um abismo mudo e imenso do lado de lá deste curta. Uma falta sem medida para além dos aquários. Uma saudade. É poesia. Por Manu Sobral

Programação da MFL até domingo 04/03

Homenagem Livre
Dia 01-03-2012 (Quinta-feira) (RJ)
19:00 - Navarro 1
 

Dia 02-03-2012 (Sexta-feira) (RJ)
17:00 - Navarro 2
19:00 - Navarro 3
 

Dia 03-03-2012 (Sábado) (RJ)
17:00 - Navarro 4

Sessões Especiais
Dia 01-03-2012 (Quinta-feira) (RJ)
17:00 - Curta Rio
18:00 - Mundo Livre
20:00 - Coisas Nossas
 

Dia 02-03-2012 (Sexta-feira) (RJ)
18:00 - Sessão Fora do Eixo 1
 

Dia 03-03-2012 (Sábado) (RJ)
14:00 - Mostrinha Livre 1
 

Dia 04-03-2012 (Domingo) (RJ)
14:00 - Mostrinha Livre 2
17:00 - Sessão Salvá


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]