MFL - Home ::  | Curta o Curta

MFL - Home

Por Guilherme Whitaker em 29/10/2004 11:23



IV  Mostra do Filme Livre festeja recorde de público


Nascida de um desejo de mostrar o que raramente é visto, de pensar os atuais cenários audiovisuais em termos estéticos, políticos e econômicos, de provar à caretice reinante no imundo que existem novas e boas alternativas ao circuito comercial norte-americano imposto desde quase sempre ao povo brasileiro, seja pela TV, seja nos cinemas de nossas cidades, a IV Mostra do Filme Livre terminou em clima de festa, e foram muitos os motivos prisso

                      
     O cineasta Luiz Rosemberg Filho e Guilherme Whitaker, produtor da MFL     Bloco do Filme Livre, fazendo graça pela liberdade

Ao completar 4 anos de vida, a Mostra do Filme Livre, de forma natural e cada vez mais consistente, acredita estar sendo uma interessante vitrine para o cinema livre e independente praticado em nosso país. O selo CCBB de qualidade, a visibilidade que este ano conseguimos nas mídias e a excelente frequência de público nos indicam que estamos num certo caminho certo, que valeu à pena insistir no foco de buscar mais e mais respeito e visibilidade aos filmes feitos em casa, em oficinas, nas ruas e nas micro e pequenas produtoras que a cada ano produzem mais de 1000 filmes. Obras que raramente chegam ao público em geral e que, na MFL são tratados como pérolas, pois representam exatamente aquilo que queremos valorizar; a persistência de seus realizadores, a qualidade tanto da técnica quanto do conteúdo do que se quer dizer com tais filmes e a busca por melhores condições na difícil relação entre produção/distribuição/exibição, sem esquecer da complexa presença nem sempre positiva do Estado no ainda pífio mercado de filmes nacionais e das mudanças tecnológicas que a todos atinge a cada semestre.

Assim, é ótimo dizer que a quarta edição da Mostra do Filme Livre terminou em clima de festa, tanto para os que na véspera do encerramento assistiram os 7 episódios do inédito ´Filme Livre!`, e que depois foram em cortejo para a Cinelândia, quanto para os que no domingo foram premiados por seus trabalhos na MFL. Outro bom motivo para se comemorar é  o crescimento do nosso público, que quase dobrou em relação à 2004, chegando a cerca de 5 mil pessoas.

Também no último dia da mostra foram exibidos pela primeira vez os curtas feitos na Oficina de Livre Realização Videodigital. Tais filmes, uma animação, um videoclipe e um documentário, foram realizados por 9 alunos durante a MFL e podem ser vistos aqui e agora mesmo, clicando nos links abaixo: 

                                
              Novos curtas livres realizados na MFL: a animação ´O golpe Alien`, o clipe ´Um dia, o Caos`, e o documentário ´Vendo o Brasil`    

A MFL 2005 começou a ser preparada em outubro de 2004, em novembro tiveram início as inscrições online para a mostra e para as oficinas. Mais de 650 filmes foram recebidos e vistos pelos 3 curadores do evento, que selecionaram 147 filmes, apenas 1/4 do total de inscritos. Em janeiro começou a Oficina de Processos Alternativos na Fotografia e em fevereiro teve início a Mostra e a Oficina de Livre Realização em Vídeo. Nas duas semanas de evento o CCBB recebeu um grande público também interessado em participar dos debates promovidos. Confira aqui a lista completa dos premiados na MFL 2005. 


              
        Público do Bloco do Filme Livre, pelas ruas do centro do Rio.             Finalização do curta ´Vendo o Brasil`, feito em 12 dias na Oficina 

             
        3 ilhas de edição na Oficina de Livre Realização Videodigital             Mesa do debate sobre o curta-metragem nacional
                                                          


Parte do Cortejo que saiu do CCBB rumo à Cinelândia carioca

A MFL agradece a todos os seus colaboradores, em especial aos realizadores que se interessaram em participar com seus filmes e aos apoiadores na premiação da mostra. Esperamos que em 2006, na nossa quinta edição, possamos melhorar ainda mais todos os aspectos da Mostra do Filme Livre, sempre evidenciando a  qualidade dos filmes independentes que são produzidos em todos os recantos do Brasil e buscando ser um excelente lugar para se ver e analisar tais filmes e as condições em que foram realizados...

Félicidades, 

Guilherme Whitaker
Produção MFL

Saiba como foi o dia a dia da mostra aqui mesmo. 


A Mostra do Filme Livre é patrocinada pelo Banco do Brasil desde 2002
Realização: Centro Cultural Banco do Brasil - Organização: WSET Multimídia - A Mostra conta com o apoio do MINC
Apoios: Curta o Curta - Arquivo Nacional - Ateliê da Imagem - Canal Futura - Canal Brasil - PANORAMA - Ateliê da Imagem - VTI - AION - LINK DIGITAL - Curtagora - Consulado Holandês - APEMA - ONIX Produções - FNAC - YOULE
Dúvidas ou questões relativas à Mostra do Filme Livre entre em contato pelo email mostradofilmelivre@curtaocurta.com.br ou ligue para 21 25397016  


A Mostra do Filme Livre é uma realização do

       
              

Organização



Apoio
         
Promoção

           

Apoio nas premiações
     

          

Apoio Institucional

             

   
Agradecimentos
                  Restaurantes:  GRILL 22 + Beterraba + Paço
 

Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]