MG investe R$3,5 milhões no Audiovisual - Confira aqui ::  | Curta o Curta

MG investe R$3,5 milhões no Audiovisual - Confira aqui

Por Guilherme Whitaker em 22/01/2006 06:17



Secretaria de Cultura divulga resultado do Filme em Minas
Programa investe R$ 3,5 milhões no Audiovisual
 


A Secretaria de Estado de Cultura divulgou nesta terça-feira (25/10), os 26 projetos na área de audiovisual que serão patrocinados através do "Filme em Minas - Programa de Estímulo ao Audiovisual". Nesta edição, para o biênio 2005/2006, foram contemplados 3 longas-metragens, 5 curtas-metragens, 4 documentários, 4 na categoria de desenvolvimento de projetos, 6 em novos formatos, 1 na categoria de publicação, 1 para menção especial e 2 como incentivo especial.

O total das premiações é de R$ 3,5 milhões. Os valores são: longas-metragens (R$ 2 milhões); curtas-metragens (R$ 400 mil); incentivo especial (R$ 400 mil); documentários (R$ 240 mil); desenvolvimento de projetos (R$ 90 mil); novos formatos (R$ 175 mil); menção especial (R$ 138 mil) e publicação (R$ 57 mil).

Os projetos foram avaliados pela comissão julgadora, formada pela secretária de Estado de Cultura, Eleonora Santa Rosa, o superintendente de Comunicação da Cemig, Luiz Henrique Michalick, professor José Tavares de Barros, José Carlos Avelar e Roberto Moreira.

Participaram da solenidade diversos produtores do setor do audiovisual. Ao anunciar os nomes dos projetos selecionados, a secretária destacou a seriedade do júri na escolha dos contemplados, "que representam de maneira legítima a produção audiovisual mineira nas suas várias categorias. Há uma pluralidade na premiação, um rigor em relação à competência dos ganhadores".

Após a solenidade, os contemplados foram recebidos pelo governador Aécio Neves, no Palácio dos Despachos. O governador afirmou que ser parceiro, fomentador e estimulador da produção cultural em Minas é o papel do Estado. "Estimular os talentos e as vocações de Minas que vão projetar a nossa história para o futuro", disse Aécio Neves. Sobre as mudanças nesta segunda edição do Filme em Minas, o governador afirmou que "há dentre os contemplados um número expressivo de novas categorias que foram criadas. É uma oportunidade a mais para setores pouco estimulados".

O cineasta Rafael Conde, diretor do longa-metragem "Fronteira", que recebeu R$ 751 mil, disse que "o Filme em Minas é um programa é importante porque tem recursos que vão efetivamente viabilizar esses projetos selecionados. Os produtores não vão ter que sair atrás de outros patrocínios. Os filmes começarão a ser filmados em curto prazo".

A secretária lembrou que os 108 projetos inscritos no Filme em Minas mostram a vitalidade, a pujança e a competência da produção audiovisual contemporânea e afirmou que o programa é inovador para o País. "Minas Gerais sai na frente, baliza outros estados na medida em que toda a estrutura do programa é inovadora, a começar pelas próprias categorias e também pela forma de avaliação. Há, agora, uma dotação orçamentária que de fato permite aos produtores executarem efetivamente seus projetos. Isso era uma preocupação nossa.  Conseguir finalizar os projetos e expandi-los para o que é hoje a produção contemporânea em Minas Gerais", afirmou Eleonora Santa Rosa.


Filme em Minas
O Programa foi aprimorado em sua segunda edição. A partir de agora, passará a ser bienal, com aporte financeiro maior - fornecido em forma de patrocínio pela Cemig. Atenderá, assim, à demanda de um número mais substancial e diverso de realizadores - são sete categorias e uma menção especial, sendo que na edição anterior eram apenas três (curtas e longas-metragens e documentários).

O novo edital foi criado a partir de um estudo das tendências de programas de estímulo à produção em outros pólos realizadores do País e estruturado de forma a atender a multiplicidade de manifestações audiovisuais que caracteriza a produção mineira e seu perfil experimental e reflexivo.

O Governo de Minas cria, com este segundo edital do Filme em Minas, um programa regular de fomento à produção, uma ação consistente e estratégica de política cultural. 

Lista dos contemplados

LONGAS-METRAGENS

O Andarilho
Produtora: Cinco em Ponto LTDA.
Direção: Cao Guimarães
Patrocínio: 521 mil reais (100%)

Ponto Org
Produtora: Anderson Faria Produções Cinematográficas LTDA
Direção: Patrícia Moran
Patrocínio: 728 mil reias (30%)

Fronteira
Produtora: Filmegraph LTDA
Direção: Rafael Conde.
Patrocínio: 751 mil reais (65%)

CURTAS-METRAGENS
05 projetos de 80 mil reais cada um:Tricoteios - Eduardo da Luz Moreira (BH)

O Ronco da Barriga - proposto por Regina Zola Santiago, a ser dirigido por
Alfredo Alves. (BH)

A demolição - proposto por Luzes da Cidade - Grupo de Cinéfilos e Produtores
Culturais (Juiz de Fora), a ser dirigido por Aleques Eiterer.

Galinha ao molho pardo - proposto por Sala 2 Cinema e Video (BH), a ser
dirigido por Feliciano Coelho.

O crime da Atriz - Elza Cataldo (BH)


DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS

04 projetos de 22 mil e quinhentos reais cada um:

Anna D’África - Branca Maria de Paula (BH)

Vale desenvolvimento de roteiro - Carlos Pablo Cardoso Lobato (BH)

Desmemória - Christiane Tassis (BH)

O amor romântico - André Amparo (BH)


DOCUMENTÁRIO EM VÍDEO
04 patrocínios de R$60 mil reais. 

Olhos de mulher - Luciana de Resende Barros (BH)

O morro da Serra: os olhos de mariquinha - Júnia Torres (BH)

Caminho das águas - Rodrigo Campos (BH)

O causo da guerra de Jordânia - Gustavo da Rocha Jardim (BH)


NOVOS FORMATOS
Ocupar espaços (vídeo instalação) - Oficina de Imagens
Comunicação e Educação - (BH) Patrocínio: 50 mil reais

Golpes (arte interativa) - Fernando Luiz Ferreira Rabelo - (BH) Patrocínio:
25 mil reais

Hai Cai (arte interativa) - Sérgio Borges Martins Filho - (BH) Patrocínio:
25 mil reais

Filme de Imersão (vídeo experimental)- Thiago José Santos de Alcântara -
(BH) Patrocínio: 25 mil reais

Notas Flanantes (vídeo experimental) - Clarissa Campolina (BH) Patrocínio:
25 mil reais

Mercúrio (vídeo experimental) - Sávio Leite - (BH) Patrocínio: 25 mil reais


PUBLICAÇÃO
Zinema - Liliane de Paula Mendonça Gonçalves (Cataguases)
Patrocínio: R$ 57 mil reais.

MENÇÃO ESPECIAL DO JURI
Para o longa-metragem O QUADRADO DE JOANA
Produtora: Companhia Absurda - (BH)
Direção: Tiago da Mata Machado
Patrocínio: 138 mil reais

INCENTIVO ESPECIAL AO CINEMA NACIONAL
O Balé da Utopia -LC Barreto & Filmes
do Equador (RJ)
Incentivo: 200 mil reais

Angel -- Toscana Audiovisual (RJ)
Incentivo: R$200 mil


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]