Premiação do CEN 2008 em Porto Alegre ::  | Curta o Curta

Premiação do CEN 2008 em Porto Alegre

Por Guilherme Whitaker em 18/10/2008 09:03


O CineEsquemaNovo 2008 – Festival de Cinema de Porto Alegre (CEN) anunciou nesta sexta-feira (17/10) no Centro Cultural Usina do Gasômetro os filmes premiados em sua quinta edição. Sem a preocupação de determinar qual o filme mais importante do festival, em meio a toda a diversidade que marcou esta semana de muito cinema na capital gaúcha, os jurados de premiação e ainda o voto popular distribuíram o Troféu CEN para produções de diversos gêneros, formatos e linguagens, vindas de várias regiões do Brasil, priorizando sempre as idéias expressas na sala de exibição.

A lista contempla as obras em sua individualidade e suas características mais marcantes, gerando prêmios diversos para filmes diversos. Excetuando-se as categorias de Melhor Longa-metragem e Melhor Curta ou Média-metragem, todas as produções em mostras competitivas do CineEsquemaNovo concorreram juntas aos troféus e prêmios em serviços, entregues pelos apoiadores Quanta, Link Digital, Som de Cinema, Tec Áudio, Martins Produções e Revista Aplauso.

“O Fim da Picada”, longa de 2008 dirigido por Christian Saghaard (SP) foi um dos grandes premiados da noite, levando os troféus de Melhor Longa tanto pelo Júri de Premiação (composto por Bernardo de Souza, Marcelo Lyra, Mariana Xavier, Milton do Prado e Pablo Lobato) quanto pelo Júri da Nova Crítica, integrado pelos participantes da Oficina de Crítica Cinematográfica. “Espuma e Osso”, de Ticiano Monteiro e Guto Parente (CE), foi escolhido pelo Júri de Premiação o Melhor Curta-Metragem. O Prêmio Especial do Júri foi entregue para “Pan-Cinema Permanente”, de Carlos Nader (SP), também eleito Melhor Longa-metragem da mostra competitiva pelo Júri Popular.

Os prêmios de experimentação técnica foram concedidos pelo Júri de Premiação para os longas “Sábado à Noite”, de Ivo Lopes Araújo (CE, categoria Dispositivo) e “Anabazys”, de Paloma Rocha e Joel Pizzini (SP, categoria Montagem). Já os curtas “Ko”, de Dellani Lima (MG) e “Ocidente”, de Leonardo Sette (PE), receberam ambos seus troféus técnicos pela categoria Composição.

O Voto Popular escolheu “A Cozinha Maravilhosa” de Juliano Reina (RS) como Melhor Curta ou Média do CineEsquemaNovo 2008, seguido por “Povo Lindo, Povo Inteligente” de Sérgio Gagliardi (SP) no segundo lugar. Na Mostra Sala de Aula, foram eleitos “Táxi para o Devaneio”, de Eder Augusto, Ansgar Ahlers e Dirk Manthey (SP / Alemanha), que ficou em primeiro lugar, à frente do segundo colocado “A Céu Aberto”, de Alexandre Kumpinski (RS). Já o Troféu CineEsquemaNovo foi entregue para Luiz Carlos Coelho, que ao alto de seus mais de 70 anos de idade mantém sua inquietude artística produzindo curtas, como o exibido “Cançó D´Amor”, além de investir em áreas como a atuação em cinema e a pintura.

Confira a seguir a relação completa dos premiados, acompanhados das justificativas do Júri de Premiação e das médias de votação (1 a 5) do Voto Popular:

MELHOR LONGA-METRAGEM – JÚRI DE PREMIAÇÃO
“O Fim da Picada”, de Christian Saghaard (SP)
(80min – 2008 / Captação: 35 mm)

Comentário do Júri: “Filme demência que exorciza seus demônios, sem limites de tempo e de espaço. Um filme de Saci”.

******
MELHOR CURTA ou MÉDIA-METRAGEM - JÚRI DE PREMIAÇÃO

“Espuma e Osso”, de Ticiano Monteiro e Guto Parente (CE)
(20min – 2007 / Captação: Sony Z1 - 29.97fps - DV 720x480)

Comentário do Júri: “A melancolia do Mickey Mouse em dois tempos”.

******
PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI - JÚRI DE PREMIAÇÃO
“Pan-Cinema Permanente”, de Carlos Nader (SP)
(83min – 2008 / Captação: HDV Z1 1080i, 24ps; EX1 Cannon DV; Hi8; Super 8)

Comentário do Júri: “A vida é sonho. Sailormoon, faz de mim um instrumento do teu prazer”.

******
MOSTRA DE CURTAS E MÉDIAS - JÚRI POPULAR - PRIMEIRO LUGAR
“A Cozinha Maravilhosa”, de Juliano Reina (RS)

(6min40 - 2007 / Captação: animação digital)

Média: 4,247



******


MOSTRA DE CURTAS E MÉDIAS - JÚRI POPULAR - SEGUNDO LUGAR



“Povo Lindo, Povo Inteligente”, de Sérgio Gagliardi (SP)

(50min – 2008 / Captação: Panasonic HVX200-29,97fps-480-mini DV-4:3)

Média: 4,182



******



MOSTRA DE LONGAS-METRAGENS - JÚRI POPULAR - MELHOR LONGA



“Pan-Cinema Permanente”, de Carlos Nader (SP)

(83min – 2008 / Captação: HDV Z1 1080i, 24ps; EX1 Cannon DV; Hi8; Super 8)

Média: 4,704



******



EXPERIMENTAÇÃO: MONTAGEM - JÚRI DE PREMIAÇÃO



Ricardo Miranda e Alexandre Gwaz, por “Anabazys”, de Paloma Rocha e Joel Pizzini (RJ)

(98min – 2007 / Captação: miniDV - câmera digital; 35 mm - formato final)



Comentário do Júri: “Experiência espacial e histórica: com coreografia de Pizzini e Paloma, dupla de montadores tira Glauber para dançar”.

******

MELHOR EXPERIMENTAÇÃO: COMPOSIÇÃO - JÚRI DE PREMIAÇÃO



“Ko”, de Dellani Lima (MG)

(5min – 2008 / Captação: Avi, Mpeg, Quicktime)



Comentário do Júri: “A tela que se faz eólica mínima luz”.



******

MELHOR EXPERIMENTAÇÃO: COMPOSIÇÃO - JÚRI DE PREMIAÇÃO



“Ocidente”, de Leonardo Sette (PE)

(7min – 2007 / Captação: Sony hc7 - HDV - PAL - 25fps - 16:9)



Comentário do Juri: “Janelas possíveis, companhias para viagem”.



******

MELHOR EXPERIMENTAÇÃO: DISPOSITIVO - JÚRI DE PREMIAÇÃO



“Sábado à Noite”, de Ivo Lopes Araújo (CE)

(62min – 2007 / Captação: HDV;Beta SP; DVD)



Comentário do Júri: “Aproximar-se do pássaro, não para capturá-lo, não para vê-lo voar, mas para dele se aproximar. Pare pra pensar, pense muito bem, olhe que esse dia já vem”.



******



TROFÉU CINEESQUEMANOVO - JÚRI EQUIPE ORGANIZADORA DO CEN 2008



Luiz Carlos V. Coelho, diretor do curta “Cançó d'Amor”.



Justificativa: Por representar uma geração que não dispunha dos mesmos meios que a atual para desenvolver uma produção audiovisual, mas que ainda assim tem tempo, idéias e disposição para mergulhar nas recentes alternativas de realização, o Troféu CineEsquemaNovo vai para o "Novo Cineasta Velho", ou "Velho Cineasta Novo".



(O gaúcho Luiz Carlos Coelho é pintor, atuou no filme “Cão Sem Dono”, de Beto Brant e Renato Ciasca e inicia sua carreira como cineasta)



******



MOSTRA DE LONGAS-METRAGENS - PRÊMIO DA NOVA CRÍTICA (Júri Alunos da Oficina de Crítica Cinematográfica)



“O Fim da Picada”, de Christian Saghaard (SP)

(80min – 2008 / Captação: 35 mm)



Justificativa: “Pela preocupação em trabalhar com as várias possibilidades proporcionadas pela linguagem cinematográfica, o que vem ao encontro da proposta do CineEsquemaNovo; além de dialogar com influências como o Cinema Marginal dentro de uma preocupação social”.



******



MOSTRA SALA DE AULA - JÚRI POPULAR - 1º LUGAR



“Táxi para o Devaneio”, de Eder Augusto, Ansgar Ahlers e Dirk Manthey (SP/ALE)

(12min – 2007 / Captação: miniDV / Associação Cultural Kinoforum)

Média: 4,461



******



MOSTRA SALA DE AULA - JÚRI POPULAR -2º LUGAR



“A Céu Aberto”, de Alexandre Kumpinski (RS)

(7min25 – 2008 / Captação: Panasonic PVGS320 - 30fps - 720/480 - 16:9 / PUC-RS)

Média: 4,178





Sobre o CineEsquemaNovo

Desde 2003, o CineEsquemaNovo é reconhecido como uma das primeiras mostras do país a derrubar a distinção formal entre cinema e vídeo, bem como de gêneros e linguagens, promovendo também as novas mídias como formatos cinematográficos legítimos e autônomos. Todos os suportes, da película ao telefone celular, são aceitos em pé de igualdade. O objetivo do CEN é promover a inevitável renovação audiovisual proporcionada pela tecnologia e pela mistura de gêneros que cada vez mais marca a produção contemporânea.

O CineEsquemaNovo 2008 - Festival de Cinema de Porto Alegre é uma criação e realização do coletivo CineEsquemaNovo (grupo formado em 2001 pelo jornalista Alisson Avila, o cineasta Gustavo Spolidoro e as produtoras culturais Jaqueline Beltrame e Morgana Rissinger) que conta com o patrocínio da Petrobras – Lei Federal de Incentivo à Cultura – Ministério da Cultura, co-realização da Prefeitura Municipal de Porto Alegre - Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia e Apoio Especial do Santander Cultural.



Apoios de Mídia: Cine Brasil TV, RBS TV, MTV, TV COM, Pop Rock, Rede Record RS, Ipanema FM, TVE, Unisinos FM, FM Cultura, TV Unisinos e Ulbra TV. Apoios de Premiação: Som de Cinema, Quanta POA, Martins Produções, Tec Áudio, Revista Aplauso e Link Digital. Apoios de Serviços: Master Hotéis, Restaurante Cartago, Birra e Pasta, Locare, Cerveja Coruja, Atelier de Massas, Via Imperatore, Le Bistrot, Restaurante Sharin, Bar do Beto, Suprem, Porto a Porto Distribuidora de Bebidas e Vitrine Gaúcha. ApoioS Web: Zoom Magazine, Fundacine, Porto Cultura, Cine Net, QUEB, Revista de Cinema, Sortimentos.com, Zoom RS, Cinema em Cena, Capital Gaúcha, Jornalismo Cultural, Brasileirinho, Cine Revista e Cine Pop.





Mais longas-metragens em competição, duas sessões internacionais e performances fazem parte da programação, que este ano exibe 98 filmes em sete mostras e 70 sessões diferentes

Neste próximo sábado, dia 11 de outubro, é dada a largada para a quinta edição do CineEsquemaNovo 2008 – Festival de Cinema de Porto Alegre (CEN). A cerimônia oficial de abertura acontece a partir das 17h30 no Centro Cultural Usina do Gasômetro, com recepção para convidados e show da Musical Amizade. Às 19h iniciam-se as sessões da Mostra de Curtas e Médias-metragens, seguida por debate com os diretores. Às 21h30, será exibido o primeiro programa da Mostra de Longas-metragens.

Dedicado a apresentar o que de mais instigante vem sendo feito na produção cinematográfica e audiovisual brasileira contemporânea, o CineEsquemaNovo vai exibir 98 filmes, espalhados por sete diferentes mostras e 70 sessões. São produções de todas as regiões do Brasil e também do exterior, no caso de produções nacionais feitas fora do País ou de estrangeiros que rodaram em locações brasileiras.

A programação do CEN é toda gratuita e se desenrola na Sala P.F. Gastal da Usina do Gasômetro, no Cine Santander Cultural e nas Universidades Famecos-PUCRS, ESPM, Ulbra e Fabico-UFRGS. Além da exibição dos filmes, contempla diversas sessões comentadas e debates com a participação dos diretores, oficinas e eventos paralelos. Detalhes e a descrição de todos os programas e atividades do festival, bem como a grade por dia e horários, estão disponíveis no site www.cineesquemanovo.org.

Mais Longas-metragens
A ampliação do espaço para os longas-metragens é uma das principais novidades desta edição do festival. Serão seis filmes, contra quatro em 2007, exibidos na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro e no Cine Santander Cultural. A Mostra de Longas recebe troféus do Júri de Premiação, do Júri Popular e dos alunos da Oficina de Crítica Cinematográfica. Em competição, por ordem de exibição, os seguintes filmes:

Anabazys, do casal Paloma Rocha e Joel Pizzini (RJ), será o primeiro longa a ser exibido, no dia 11/10, às 21h30 na Sala P.F. Gastal, com segunda sessão no dia 12/10, às 16h no Cine Santander Cultural. O documentário é um prolongamento de A Idade da Terra, (1980), o filme-testamento de Glauber Rocha, composto em grande parte por cenas inéditas retiradas de 60 horas de material bruto encontradas pela filha do diretor, Paloma Rocha. Segundo sua sinopse, trata-se de “um ensaio reflexivo sobre o método de um artista no apogeu de sua expressão polytico-poétyka”. O filme já participou da 40ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, onde ganhou o Prêmio Especial do Júri, e do 64º Festival de Veneza.

Sábado à Noite, documentário de Ivo Lopes Araújo (CE), premiado na 11ª Mostra de Cinema de Tiradentes (MG), será exibido no domingo, dia 12/10, às 21h30 na Sala P.F. Gastal, com segunda sessão no dia 13/10, às 16h no Cine Santander Cultural. O filme, todo realizado em preto e branco e integrante do projeto Doc.TV do Ministério da Cultura, apresenta cenas de uma Fortaleza esvaziada, na qual o movimento é puxado mais pelos carros que pelas pessoas. Traz personagens anônimos, imagens abstratas e sons se misturam em uma viagem noturna pela capital cearense.


Redemoinho-Poema, de Gabriel Sanna e Lúcia Castello Branco (MG), tem exibição na segunda-feira, dia 13/10, às 21h30 na Sala P.F. Gastal, com a presença do diretor, e segunda sessão no dia 14/10, às 16h no Cine Santander Cultural. Trata-se do segundo filme da série “Os Absolutamente Sós”, cujo foco se volta para a relação audiovisual de sujeitos singulares com a literatura (o primeiro da série foi o longa-metragem Língua de Brincar, sobre Manoel de Barros, exibido no CEN 2007). O documentário percorre as paisagens da escritora portuguesa Maria Gabriela Llansol (1930-2008), na Bélgica e em Portugal, focalizando a narrativa nas figuras de seu texto e de seu afeto. Com ênfase na escrita, o filme culmina na cena das mãos de Maria Gabriela, em sua casa em Sintra (Portugal), no trabalho de revisão das provas de seu último livro, Os cantores de leitura.

O Fim da Picada, de Christian Saghaard (SP) será exibido na terça-feira, dia 14/10, às 21h30 na Sala P.F. Gastal, com a presença do diretor, e segunda sessão no dia 15/10, às 16h no Cine Santander Cultural. O filme traz o personagem Macário, que participa de uma orgia satanista numa praia brasileira no ano de 1850. Na manhã seguinte, inicia sua viagem subindo a serra em direção à cidade de São Paulo, montado em seu burro. No trajeto encontra Exú-Lebara, versão feminina da entidade fantástica do candomblé.

Meu Nome é Dindi, de Bruno Safadi (RJ), foi lançado no Festival do Rio 2007 e na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo do mesmo ano, além de ter conquistado prêmio em Tiradentes 2008. O filme retrata o movimento do tempo sobre a vida de uma jovem mulher, de nome Dindi. Dona de uma quitanda à beira da falência no Rio de Janeiro, Dindi luta perigosamente pela sua sobrevivência. A primeira exibição no CEN acontece na quarta-feira, dia 15/10, às 21h30 na Sala P.F. Gastal, seguida por debate com o diretor, e segunda sessão no dia 16/10, às 16h no Cine Santander Cultural.

Pan-Cinema Permanente, de Carlos Nader (SP) é o último filme a ser exibido na Mostra de Longas, também com presença do diretor, no dia 16/10, às 21h30 na Sala P.F. Gastal, e segunda sessão no dia 17/10, às 16h no Cine Santander Cultural. Vencedor do festival “É Tudo Verdade”, trata-se de um documentário sobre o poeta Waly Salomão (1944-2003), que acreditava que “realidade é ficção, vida é teatro e tudo é cinema”. O filme traz imagens do poeta captadas durante catorze anos pelo diretor e amigo. Os registros, sobretudo de viagens a lugares como Síria e Amazônia venezuelana, dão uma idéia do universo heterodoxo do poeta.

Sessões Internacionais e Mostra Mão Dupla

Na programação não-competitiva do CineEsquemaNovo 2008 um dos principais destaques são as Sessões Internacionais, com os filmes Loren Cass, de Chris Fuller (EUA) e Body Rice, de Hugo Vieira da Silva (Portugal). O filme norte-americano é parte integrante da programação da meia-noite e será exibido na quinta, dia 16/10; já a produção portuguesa será exibida na sexta-feira, dia 17/10, às 20h, antes da premiação do CEN 2008.

Em ambos os filmes estrangeiros, um ponto em comum: a construção de um imaginário, de um ambiente e de uma história a partir do recorte da realidade factual. Seja na tumultuada relação de adolescentes na Flórida dos anos 1990 (Loren Cass), seja na insuspeita migração temporária de jovens da Alemanha para o sul de Portugal a partir dos anos 1980 (Body Rice), os dois longas partem de leituras bastante peculiares sobre o que pode ser compreendido como “fato histórico” para acontecerem na tela – neste caso, através de caminhos bastante distintos um do outro.

Também destaque entre os programas paralelos do CEN deste ano é a Mostra Mão Dupla, que traz para as telas a relação e a tensão entre o cinema e as outras formas de arte - questão presente e defendida pelo CineEsquemaNovo desde a sua primeira edição, em 2003. A idéia original da Mostra pertence a Gelson Radaelli, artista dedicado ao desenho e à pintura residente em Porto Alegre e que responde como criador da imagem que ilustra o CineEsquemaNovo 2008. Esta retrospectiva especial, montada pelos curadores Gabriela Motta e Fabiano de Souza e sediada com exclusividade no Cine Santander Cultural, contará com 20 trabalhos que descrevem o passado e o presente da aproximação histórica entre o cinema e as artes visuais, música, literatura e teatro.

O encerramento do CEN acontece na sexta, 17/10, com a cerimônia de premiação, às 22h, na Usina do Gasômetro. Até este dia, o CineEsquemaNovo 2008 exibe 98 filmes, em 70 sessões e 7 diferentes mostras:

Mostra Competitiva de Longas-metragens (ML)
6 filmes em competição, entre os 68 inscritos para seleção na categoria.

Mostra Competitiva de Curtas e Médias-metragens (MC)
Continua com o papel de protagonismo que sempre desempenhou no festival. Ela é composta por 36 filmes, selecionados dentre os 938 inscritos, e conta com produções de Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além de co-produções com países como a Itália, Cuba e Argentina.

Mostra Sala de Aula (MSA)
Traz um panorama do que de melhor vem sendo produzido em universidades, cursos e oficinas de audiovisual. A MSA vai exibir 22 filmes, entre os 276 inscritos para seleção nesta categoria. Os selecionados serão exibidos nas universidades FAMECOS/PUCRS, ULBRA, ESPM e FABICO/UFRGS. Oito produções da MSA também foram selecionadas para a mostra principal de curtas e médias-metragens.

Mostra Mão Dupla (MMD)
A principal mostra não-competitiva do CEN 2008. Traz para as telas a relação e a tensão entre o cinema e as outras formas de arte - questão presente e defendida pelo CineEsquemaNovo desde a sua primeira edição. A idéia original da MMD pertence a Gelson Radaelli: artista dedicado ao desenho e à pintura e residente em Porto Alegre, Radaelli é o criador da imagem que ilustra o CineEsquemaNovo 2008. Esta retrospectiva especial, montada pelos curadores Gabriela Motta e Fabiano de Souza e sediada com exclusividade no Cine Santander Cultural, contará com 20 trabalhos que descrevem o passado e o presente da aproximação histórica entre o cinema e as artes visuais, música, literatura e teatro.

Mostra do Filme em Minas (MFM)
Composta por 5 produções viabilizadas pelo programa homônimo de fomento à produção audiovisual, mantido pelo poder público de Minas Gerais através de seu programa de isenção fiscal para o setor. O objetivo é apresentar um modelo de desenvolvimento das indústrias criativas que merece atenção, não apenas por ser bem-sucedido, mas especialmente por gerar obras de interesse estético inconteste.

Mostra da Meia-noite (MN)
14 produções fora de competição, convidadas pelo festival ou realizadas por pessoas envolvidas com a sua organização.

Sessões Internacionais (SIN)
Tratam-se de 2 filmes especialmente convidados pelos organizadores do CEN e que trazem a contribuição de realizadores de outras partes do mundo sobre questões caras às crenças do festival, como a produção independente, a pesquisa em formatos narrativos, a provocação artística e os circuitos diferenciados de exibição audiovisual.


Sobre o CineEsquemaNovo
Desde 2003, o CineEsquemaNovo é reconhecido como uma das primeiras mostras do país a derrubar a distinção formal entre cinema e vídeo, bem como de gêneros e linguagens, promovendo também as novas mídias como formatos cinematográficos legítimos e autônomos. Todos os suportes, da película ao telefone celular, são aceitos em pé de igualdade. O objetivo do CEN é promover a inevitável renovação audiovisual proporcionada pela tecnologia e pela mistura de gêneros que cada vez mais marca a produção contemporânea.

O CineEsquemaNovo 2008 - Festival de Cinema de Porto Alegre é uma criação e realização do coletivo CineEsquemaNovo (grupo formado em 2001 pelo jornalista Alisson Avila, o cineasta Gustavo Spolidoro e as produtoras culturais Jaqueline Beltrame e Morgana Rissinger) que conta com o patrocínio da Petrobras – Lei Federal de Incentivo à Cultura – Ministério da Cultura, co-realização da Prefeitura Municipal de Porto Alegre - Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia e Apoio Especial do Santander Cultural.

Apoios de Mídia: Cine Brasil TV, RBS TV, MTV, TV COM, Pop Rock, Rede Record RS, Ipanema FM, TVE, Unisinos FM, FM Cultura, TV Unisinos e Ulbra TV. Apoios de Premiação: Som de Cinema, Quanta POA, Martins Produções, Tec Áudio, Revista Aplauso e Link Digital. Apoios de Serviços: Master Hotéis, Restaurante Cartago, Birra e Pasta, Locare, Cerveja Coruja, Atelier de Massas, Via Imperatore, Le Bistrot, Restaurante Sharin, Bar do Beto, Suprem, Porto a Porto Distribuidora de Bebidas e Vitrine Gaúcha. ApoioS Web: Zoom Magazine, Fundacine, Porto Cultura, Cine Net, QUEB, Revista de Cinema, Sortimentos.com, Zoom RS, Cinema em Cena, Capital Gaúcha, Jornalismo Cultural, Brasileirinho, Cine Revista e Cine Pop.

Mais informações em  www.cineesquemanovo.org

Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta

[confira outras notícias]