Premiados no Festival de Brasília 2009 ::  | Curta o Curta

Premiados no Festival de Brasília 2009

Por Guilherme Whitaker em 26/11/2009 13:55


PRÊMIOS OFICIAIS - TROFÉU CANDANGO

CURTA OU MÉDIA-METRAGEM EM 35MM

MELHOR FILME (JÚRI OFICIAL) - R$ 20.000,00
FILME: “AVE MARIA OU A MÃE DOS SERTANEJOS”, DE CAMILO CAVALCANTE

PRÊMIO JÚRI POPULAR
MELHOR CURTA-METRAGEM EM 35MM – R$ 20.000,00
E AINDA
PRÊMIO MEGACOLOR/ ESTUDIOS MEGA
R$ 8.000,00 EM SERVIÇOS DO ESTUDIOS MEGA E R$10.000,00 EM SERVIÇOS DO
MEGACOLOR

FILME: RECIFE FRIO, DE KLÉBER MENDONÇA

MELHOR DIREÇÃO – R$ 10.000,00
KLÉBER MENDONÇA FILHO (“RECIFE FRIO”)

MELHOR ATOR – R$ 5.000,00
ELENCO MASCULINO DE “A NOITE POR TESTEMUNHA” (ALESSANDRO BRANDÃO, ANDRÉ
REIS, DIEGO BORGES, IURI SARAIVA E TÚLIO STARLING

MELHOR ATRIZ – R$ 5.000,00
MARIAH TEIXEIRA (“ÁGUA VIVA”)

MELHOR ROTEIRO – R$ 5.000,00
KLÉBER MENDONÇA FILHO (“RECIFE FRIO”)

MELHOR FOTOGRAFIA – R$ 5.000,00
BETO MARTINS (“AVE MARIA OU A MÃE DOS SERTANEJOS”)

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE – R$ 5.000,00
VICENTE SALDANHA (“OS AMIGOS BIZARROS DO RICARDINHO”)

MELHOR TRILHA SONORA – R$ 5.000,00
MARCUS SIQUEIRA E THIAGO CURY (“A NOITE POR TESTEMUNHA”)

MELHOR SOM – R$ 5.000,00
NICOLAS HALLET (POR “AVE MARIA OU A MÃE DOS SERTANEJOS” E “AZUL”)

MELHOR MONTAGEM – R$ 5.000,00
GUILE MARTINS (“BAILÃO”)

CURTA-METRAGEM DIGITAL

MELHOR FILME (JÚRI OFICIAL) – R$ 15.000,00
ENSAIO DE CINEMA, DE ALLAN RIBEIRO

MELHOR DIREÇÃO – R$ 10.000,00
MAURÍCIO OSAKI – LEMBRANÇA

MELHOR ATOR – R$ 5.000,00
JOÃO VÍTOR D’ALVES – OBRA-PRIMA

MELHOR ATRIZ – R$ 5.000,00
LARISSA SARMENTO – MAS NA VERDADE UMA HISTÓRIA SÓ

MELHOR ROTEIRO – R$ 5.000,00
THEREZA JESSOURON – DOIS MUNDOS

MELHOR FOTOGRAFIA – R$ 5.000,00
PIERRE DE KERCHOVE - LEMBRANÇA

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE – R$ 5.000,00
HENRIQUE DANTAS - APREÇO

MELHOR TRILHA SONORA – R$ 5.000,00
VÍTOR ARAÚJO – DOIS PRA LÁ, DOIS PRA CÁ

MELHOR SOM – R$ 5.000,00
RENATO CALAÇA – DOIS MUNDOS

MELHOR MONTAGEM – R$ 5.000,00
JIMI FIGUEIREDO – QUASE DE VERDADE

OUTROS PRÊMIOS

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL

Exclusivo para produções do Distrito Federal
O júri celebra o aumento da produção e elevado nível da qualidade dos filmes
concorrentes. Tal quadro nos levou a sugerir nos próximos anos que a
premiação se estenda a técnicos e atores. Neste ano o júri inova ao conceder
dois prêmios especiais para homenagear a produção local. São eles:

Pelo trabalho pioneiro no desenho de som e finalização, constante em vários
filmes no decorrer da história do cinema brasiliense e nesse festival
presente em sete filmes. o júri homenageia DIRCEU LUSTOSA

Por sua participação em vários filmes de Brasília como roteirista, produtor
e ator nesse ano visto no filme Galinha Preta e também por estar na
vanguarda do trabalho social, do cinema e da fé, o júri homenageia RONALDO
D’ OXUM.

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL
Melhor longa em 35mm R$ 75.000,00
E ainda Prêmio Quanta
R$ 10.000,00 em equipamentos de iluminação e maquinaria

FILME: PERDÃO MISTER FIEL, DE JORGE OLIVEIRA

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL
Melhor longa em 35mm R$ 35.000,00
2º lugar em classificação

FILME: O HOMEM MAU DORME BEM, DE GERALDO MORAES

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL
Melhor média ou curta em 35mm R$ 20.000,00
E ainda Prêmio Quanta
R$ 8.000,00 em equipamentos de iluminação e maquinaria

FILME: VERDADEIRO OU FALSO, DE JIMI FIGUEREDO

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL
Melhor média ou curta em 35mm R$ 10.000,00
2º lugar em classificação

FILME: DIAS DE GREVE, DE ADIRLEY QUEIRÓS

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL
Melhor filme Digital R$ 10.000,00
E ainda Prêmio Quanta
R$ 4.000,00 em equipamentos de iluminação e maquinaria

FILME: EL CINE NO MUERTO, DE ANDRÉ MIRANDA

AQUISIÇÃO CANAL BRASIL
Cessão de um Prêmio de Aquisição, no valor de R$ 10.000,00, ao Melhor Curta
35mm selecionado pelo júri Canal Brasil.

FILME: RECIFE FRIO, DE KLÉBER MENDONÇA

PRÊMIO DA CRÍTICA - TROFÉU CANDANGO
Melhor longa 35mm

FILME: “É PROIBIDO FUMAR”, DE ANNA MUYLAERT

PRÊMIO DA CRÍTICA - TROFÉU CANDANGO
Melhor curta em 35mm.

FILME: RECIFE FRIO, DE KLÉBER MENDONÇA

PRÊMIO ABCV DF 2009
Troféu conferido pela Associação Brasiliense de Cinema e Vídeo do Distrito
Federal ao Melhor Curta em 35mm do Distrito Federal.

FILME: SENHORAS, DE ANDRIANA VASCONCELOS

PRÊMIO VAGALUME
Troféu conferido por integrantes do projeto Cinema para Cegos, da Diretoria
de Inclusão Sociocultural, da Secretaria de Cultura do DF

Melhor Longa 35mm.
FILME: FILHOS DE JOÃO, ADMIRÁVEL MUNDO NOVO BAIANO, DE HENRIQUE DANTAS

PRÊMIO VAGALUME
Melhor Curta 35mm
FILME: RECIFE FRIO, DE KLÉBER MENDONÇA

PRÊMIO SARUÊ
Conferido pela equipe de cultura do jornal Correio Braziliense.
PELO ARREBATAMENTO QUE A EXIBIÇÃO PROVOCOU NOS ESPECTADORES, PELA
ORIGINALIDADE E CRÍTICA SOCIAL CONTIDAS NA OBRA E PELA PRESENÇA VIBRANTE DE
DONA LIA DE ITAMARACÁ NA TELA DO CINE BRASÍLIA, A EQUIPE DE CULTURA DO
CORREIO BRAZILIENSE DESTINA O PRÊMIO SARUÊ AO CURTA-METRAGEM RECIFE FRIO, DE
KLEBER MENDONÇA FILHO.

MARCO ANTÔNIO GUIMARÃES - TROFÉU CANDANGO
Conferido pelo Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro para o filme que
melhor utilizar material de pesquisa cinematográfica brasileira.

FILME: FILHOS DE JOÃO, ADMIRÁVEL MUNDO NOVO BAIANO, DE HENRIQUE DANTAS

 



 

LONGA-METRAGEM EM 35MM
MELHOR FILME (JÚRI OFICIAL) – R$ 80.000,00
FILME: “É PROIBIDO FUMAR”, DE ANNA MUYLAERT

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI - R$ 30.000,00
FILME: “FILHOS DE JOÃO, ADMIRÁVEL MUNDO NOVO BAIANO”, DE HENRIQUE DANTAS

PRÊMIO JÚRI POPULAR
MELHOR LONGA-METRAGEM EM 35MM – R$ 30.000,00
E AINDA
PRÊMIO EXIBIÇÃO TV BRASIL
R$ 30 MIL AO MELHOR LONGA-METRAGEM E O TÍTULO PREMIADO INTEGRARÁ A
PROGRAMAÇÃO DA EMISSORA.

FILME: FILHOS DE JOÃO, ADMIRÁVEL MUNDO NOVO BAIANO, DE HENRIQUE DANTAS

MELHOR DIREÇÃO - R$ 20.000,00
EVALDO MOCARZEL (“QUEBRADEIRAS”)

MELHOR ATOR – R$ 10.000,00
PAULO MIKLOS (“É PROIBIDO FUMAR”)

MELHOR ATRIZ - R$ 10.000,00
GLÓRIA PIRES (“É PROIBIDO FUMAR”)

MELHOR ATOR COADJUVANTE - R$ 5.000,00
BRUNO TORRES (“O HOMEM MAU DORME BEM”)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – R$ 5.000,00
DANI NEFUSSI (“É PROIBIDO FUMAR”)

MELHOR ROTEIRO – R$ 10.000,00
ANNA MUYLAERT (“É PROIBIDO FUMAR”)

MELHOR FOTOGRAFIA – R$ 10.000,00
GUSTAVO HADBA (“QUEBRADEIRAS”)

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE – R$ 10.000,00
MARA ABREU (“É PROIBIDO FUMAR”)

MELHOR TRILHA SONORA – R$ 10.000,00
MÁRCIO NIGRO (“É PROIBIDO FUMAR”)

MELHOR SOM – R$ 10.000,00
E AINDA
PRÊMIO DOLBY: CONSISTE NA LICENÇA PARA USAR O SISTEMA DE SOM DOLBY
(EQUIVALENTE A QUATRO MIL DÓLARES).

MIRIAM BIDERMAN, RICARDO REIS E ANA CHIARINI (“QUEBRADEIRAS”)

MELHOR MONTAGEM - R$ 10.000,00
PAULO SACRAMENTO (“É PROIBIDO FUMAR”)
 


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta

[confira outras notícias]