Programa Brasil de Todas as Telas vai investir R$ 1,2 bilhão no setor audiovisua ::  | Curta o Curta

Programa Brasil de Todas as Telas vai investir R$ 1,2 bilhão no setor audiovisua

Por Curta o Curta em 03/07/2014 15:22


A presidenta da República, Dilma Rousseff, anunciou nesta terça-feira, 01/07, em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, o lançamento do Programa Brasil de Todas as Telas, o maior e mais importante programa de fomento ao setor audiovisual já desenvolvido no país. Participaram da solenidade a ministra da Cultura, Marta Suplicy; o diretor-presidente da Agência Nacional do Cinema - ANCINE, Manoel Rangel; e o secretário do Audiovisual, Mario Borgneth.

 

Representantes e personalidades do setor também estiveram presentes no lançamento do programa, cujo objetivo é transformar o Brasil em um relevante centro produtor e programador de conteúdo. O setor audiovisual do país vem caminhando para concretizar essa meta e comemora o seu bom momento, principalmente depois que a Lei 12485/11, conhecida como Lei da TV Paga, entrou em vigor. O marco regulatório dinamizou o mercado, gerou demanda por novos conteúdos brasileiros e ampliou o financiamento da produção independente.  A produção de conteúdo brasileiro saltou de 1.007 horas em 2011 para 3.884 horas em 2013.

 

A fim de estimular ainda mais esse avanço, recursos da ordem de R$ 1,2 bilhão, oriundos do Fundo Setorial do Audiovisual, serão investidos ao longo dos próximos 12 meses, em uma série de ações articuladas em torno de quatro eixos: desenvolvimento de projetos e formatos de obras brasileiras; produção e difusão de conteúdos brasileiros no cinema e na televisão; capacitação e formação profissional; e implantação e modernização de salas de cinema.

 

Em seu discurso, a presidenta Dilma Rousseff reafirmou a importância do setor audiovisual para o país e exaltou o talento e a criatividade dos produtores brasileiros: “O Brasil de Todas as Telas é parte do nosso esforço para fazer justiça a esta imensa criatividade do nosso País e transformá-la ainda mais na base de uma pujante indústria cultural nacional. Vamos fortalecer nossa indústria, criando recursos e condições para a produção audiovisual. Esse fundo de R$ 1,2 bilhão é o maior programa de apoio audiovisual já implementado, pelo volume de recursos e pelo conjunto de iniciativas. Fico muito feliz de estar aqui podendo viabilizar esse projeto para a área do audiovisual. Hoje é um dia histórico para toda a indústria do audiovisual.”

 

A ministra Marta Suplicy explicou que o objetivo do programa é posicionar o Brasil entre os cinco maiores centros produtores e programadores de conteúdo audiovisual do mundo. "Para isso, é preciso expandir o mercado interno, universalizar o acesso da população aos serviços audiovisuais e investir em produção, distribuição e programação de conteúdos. Vamos botar o país definitivamente no mapa do cinema mundial", afirmou a ministra, que ainda ressaltou o bom momento da indústria nacional: “Estamos vivendo um dos períodos mais férteis da indústria audiovisual brasileira. Estamos fazendo cerca de 150 filmes por ano, o que nunca aconteceu antes.”

 

O diretor-presidente da ANCINE, Manoel Rangel, lembrou que o programa é fruto de uma política pública construída em diálogo permanente com a sociedade e os agentes econômicos do setor, por meio de seus representantes no Conselho Superior do Cinema e do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual. “O diálogo com o setor nos últimos anos possibilitou a construção de uma política pública consistente, que tem apresentado resultados expressivos. Nos últimos anos, a ocupação do mercado interno de cinema por filmes brasileiros aumentou de forma sustentada; na TV paga temos cada vez mais conteúdos e canais nacionais; o parque de salas de cinema cresce e se descentraliza, principalmente no interior e nas cidades do Norte e Nordeste. O Programa Brasil de Todas as Telas conjuga ações que irão promover um ambiente de inovação, concorrência e parceria que irá fortalecer ainda mais os agentes do setor e a produção independente feita no Brasil.”

 

Presidenta assina Decreto para simplificar o fomento ao audiovisual

 

Durante a solenidade, a presidenta Dilma Rousseff assinou decreto que concede à ANCINE poderes para adotar medidas que visam a simplificação de procedimentos no acompanhamento de projetos realizados com recursos públicos.

 

Conheça o Programa Brasil de Todas as Telas

 

Acesse a apresentação do diretor-presidente da ANCINE, Manoel Rangel, realizada no evento

 

Baixe o folheto do Programa Brasil de Todas as Telas

 

Assista aqui à cerimônia de lançamento na íntegra, no canal da TV NBR


Fonte: ANCINE


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta



[confira outras notícias]