Saiba os premiados em BH 2005 ::  | Curta o Curta

Saiba os premiados em BH 2005

Por Guilherme Whitaker em 01/08/2005 10:37



Premiados do 7º Festival Internacional de Curtas de BH 


O 7º Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte anunciou nesta Sexta-feira (29 de julho) os grandes vencedores das Mostras Competitivas Brasileira e Internacional desta edição.

Entre os premiados brasileiros, o curta carioca "Babaú na Casa do Cahaça"(RJ), de Luiz Guimarães de Castro, foi escolhido pelo júri oficial como o melhor filme. O melhor diretor estreante, foi Emerson Schmidlin, de "Felicidade" (PR). O melhor diretor escolhido pelo Júri Oficial foi Kleber Mendonça Filho, por "Vinil Verde" (PE), que também levou os prêmios de melhor som e montagem. O melhor roteiro foi para Felipe Bragança, por "O Nome Dele - O Clóvis" (RJ). Já a melhor fotografia foi para Juarez Pavelak, por "Entre Paredes" (PE). Na avaliação do Júri da Crítica, o melhor curta-metragem brasileiro foi "Visita Intima". O Júri da Associação Curta Minas concedeu a "Visita Íntima" o prêmio de melhor filme. A Associação concedeu também menção honrosa a "Veja e Ouça - Maria Baderna no Brasil", de André Francioli (SP). Na escolha do Júri Popular, o melhor filme foi o documentário "Território Vermelho" do diretor Kiko Goifman (SP).

Na avaliação do Júri Oficial da Mostra Competitiva Internacional o melhor curta foi o alemão "Meninos Chave", de Friederike Jehn, que recebeu também o prêmio de melhor atriz para Henriette Muller. O prêmio de melhor ator ficou para Michal Bilelinski, por "Serviço de Quarto" (Polônia). O filme "Meninos Chave" recebeu o prêmio de melhor curta segundo o Júri da Crítica. O Júri Oficial concedeu menção honrosa ao filme "Natan", com direção de Jonas Bergergard e Jonas Holmström(Suécia). Os jurados oficiais concederam prêmio de melhor diretor internacional a Balint Kenyeres, por "Antes do Amanhecer" (Hungria), que também recebeu o prêmio de melhor O curta francês "Obras" recebeu dois prêmios técnicos: melhor som (Jean-François Viguié) e melhor direção de arte. O prêmio de melhor montagem foi para Alberto Ruiz Roja, por "Dez Minutos" (Espanha), que também faturou o prêmio de melhor curta internacional segundo o Júri Popular. O de melhor roteiro (Júri Oficial) ficou para Géza M. Tóth, por "Maestro" (Hungria).

Entre os trabalhos da Mostra Especial Minas Gerais, o público escolheu o filme "Fui!!", de Guilherme Fiúza. Ainda de acordo com o voto popular, o prêmio de melhor curta da Mostra de Cinema e Vídeo Universitário ficou com "Se você é o cara que flertava comigo no ponto de ônibus, veja este filme", de Thiago Alcântara.

Outras informações no site www.festivaldecurtasbh.com.br


FESTIVAL INTERNACIONAL DE CURTAS DE BELO HORIZONTE
Belo Horizonte International Short Film Festival

http://www.festivaldecurtasbh.com.br - info@festivaldecurtasbh.com.br
Tel +55 31 3291 0524 - Telefax +55 31 3291 1856
Rua Aimorés, 2414 - sala 12- Bairro Lourdes - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP 30140 072

Realização: Fundação Clóvis Salgado - Palácio das Artes, Governo do Estado de Minas Gerais, Centro de Estudos Cinematográficos de Minas Gerais
Patrocínio: USIMINAS


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]