SELEÇÃO DE CURTAS PARA O 47º FESTIVAL DE BRASÍLIA DO CINEMA BRASILEIRO ::  | Curta o Curta

SELEÇÃO DE CURTAS PARA O 47º FESTIVAL DE BRASÍLIA DO CINEMA BRASILEIRO

Por Curta o Curta em 31/07/2014 14:00


Na manhã desta quinta-feira, dia 31 de julho, no Auditório II do Museu Nacional do Conjunto Cultural da República, o Secretário de Cultura do DF, Hamilton Pereira, o Coordenador Geral do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Miguel Ribeiro, e a Coordenadora Adjunta, Sara Rocha, anunciaram a lista de filmes selecionados para as Mostras Competitivas da 47ª edição do evento. A coletiva contou com a participação do Subsecretário de Políticas e Promoções Culturais da Secretaria de Cultura do DF, Dorival Brandão, e do chefe de gabinete, Hércules Ribeiro.

 

Em 2014, foram 612 filmes inscritos. O número expressa o vigor do cinema brasileiro. Na edição que acontece de 16 a 23 de setembro, o evento voltará a ter o tradicional formato de duas mostras competitivas oficiais: a Mostra Competitiva de Longa-Metragem e a Mostra Competitiva de Curta-Metragem, integrando divisão por gêneros - documentário, ficção e animação. O festival ampliará a proposta de descentralização, levando as exibições também para outras cidades do Distrito Federal, mas em formato diferente do que vinha sendo feito nos últimos anos. A Mostra Brasília (com realização da Câmara Legislativa do DF) ganhará o horário nobre das 18h e será acrescida de mostras paralelas, debates, oficinas, seminários, dentre outras atividades.

 

A 47ª edição do FESTIVAL DE BRASÍLIA DO CINEMA BRASILEIRO tem patrocínio da Petrobras, Terracap, BRB e Oi. Apoio da Lei de Incentivo à Cultura, Câmara Legislativa do Distrito Federal, Canal Brasil, TV Brasil/EBC, Revista de Cinema. Realização: Instituto Alvorada Brasil, Secretaria de Cultura, Governo do Distrito Federal e Ministério da Cultura.

 

COMISSÕES DE SELEÇÃO

 

Os filmes selecionados foram analisados por duas comissões. A comissão de seleção dos longas-metragens integrou o jornalista e escritor Alexandre Cunha, a produtora e cineasta Daniela Capelato, a documentarista e professora Érika Bauer, a atriz e realizadora Helena Ignêz e o professor e crítico Marcelo Ikeda. Eles elegeram os seis títulos que farão parte da Mostra Competitiva de um total de 132 inscritos.

 

Para selecionar os curtas-metragens que participarão da Mostra Competitiva estiveram reunidos o produtor André Leão, a curadora e produtora Carla Osório, o cineasta Frederico Cardoso, o produtor Guilherme Whitaker e a jornalista e realizadora Indaiá Freire. Para chegar aos 12 escolhidos, eles assistiram a 480 curtas inscritos.

 

O desafio dessa comissão foi o de selecionar filmes que reflitam a primazia técnica na utilização dos recursos audiovisuais, a busca de uma autoralidade, bem como o diálogo com o público. O resultado é um universo de 12 curtas que carregam a diversidade de gêneros, regiões e narrativas, compondo um instigante mosaico da atual safra de filmes brasileiros.

 

 

Curtas selecionados: 

 

B-FLAT – SP, 2013, 24 min, Cor, Ficção, Livre

Direção Mariana Youssef

Elenco Romil Modi, Deepak Dhadwal, Utkarsh Mazumdar

Produtora: Fulano Filmes

 

Amar saiu da Índia há 40 anos, deixando tudo e todos para trás. E recebe a notícia de que um velho amigo está prestes a morrer. Ao chegar à Índia, se depara com Rajan. Amar precisa entregar uma caixa que leva em suas mãos. Rajan precisa aprender a tocar apenas uma nota da tuba dourada que carrega com ele. O ônibus que os leva de volta para casa quebra. Eles têm uma estrada inteira pela frente. Um que carrega um segredo e outro que carrega a esperança. Uma caixa, uma tuba e um longo caminho. Um silêncio que, enfim, é acordado por uma nota musical.

 

Produção Executiva Ian Haudenschild e Natasha Louckevitch

Roteiro Mariana Youssef e Adolpho Veloso

Fotografia Adolpho Veloso

Montagem Umberto Martins, ABC e Daniel Codina

Som Marcelo Cyro, Vitor Motter e Sergio Fouad

Direção de Arte Akshay Vayeda

Cenografia Akshay Vayeda

Figurino Hitesh Kapopara

Trilha Sonora Saxsofunny

Música Original Sergio Fouad e Swami Jr.

 

Mariana Youssef é formada em publicidade e cinema e estudou teatro em Los Angeles, no Judith Weston Studio. Trabalhou para algumas das maiores agências do mundo até que decidiu atuar no campo da produção, dirigindo comerciais para a televisão e videoclipes na Alemanha e Argentina.

 

BASHAR – SP, 2014, 18 min, Cor, Documentário,

Direção Diogo Faggiano

Elenco Rami Jarrah Saleh Fekry

Produtora: Massa Real Filmes

 

Um tiro de canhão na gloriosa Cidade de Aleppo.

 

Produção Executiva Angelo Ravazi / Pedro Arantes

Roteiro Diogo Faggiano

Fotografia Gabriel Barrella e Saleh Fekry

Montagem Diogo Faggiano 

Som Tales Manfrinato

Música Original DJ. Amr Zaza

Exibições Mostra Foco - Festival de Tiradentes 2014

 

Diogo Faggiano passou a infância no Paraguai e posteriormente estudou cinema na Escola da Comunicações e Artes, na Universidade de São Paulo. Já dirigiu quatro curtas-metragens e atualmente finaliza seu primeiro longa, A Revolução do Ano, um compêndio sobre os desdobramentos da Revolução Egípcia de 2011.

 

CASTILLO Y EL ARMADO – RS, 2014, 13 min, Animação, 12 anos

Direção Pedro Harres

Elenco Ruben Castillo, Pilly Calvin, José Edil, Vinícius Costa, Maurício Gonçalves

Produtora: Otto Desenhos Animados

 

Numa noite de ventania, Castillo encontra sua própria brutalidade na linha do anzol.

 

Produção Executiva Marta Machado, Otto Guerra, Pedro Harres

Roteiro Pedro Harres

Montagem Pedro Harres

Som Tiago Bello

Direção de Arte Ruben Castillo

Cenografia: Ruben Castillo, Pilar Prado, Anttonio Anderson

Animação Fabiano Pandolfi, Hermes de Lima, Josemi Bezerra

Trilha Sonora Felipe Puperi

Música Original Juan Vicente Torrealba

Exibições Gramado mostra nacional, Varna International Animtion Festival (bulgária), Shnit International Film Festival

 

Pedro Harres é diretor, roteirista e vídeo-artista. Castillo y el Armado é sua estreia na animação. Nascido em Porto Alegre, é graduado em Cinema e Filosofia pela UNISINOS e UFRGS. Tem realizado workshops internacionais de roteiro e produção como BrLab e Generation Campus Moscou. Um animal Menor, seu primeiro curta, ganhou vários prêmios pelo país.

 

CRÔNICAS DE UMA CIDADE INVENTADA – DF, 2014, 25 min, cor, documentário, 16 anos

Direção Luísa Caetano

Elenco Elizângela de Souza, Indaiá da Conceição, Chico de Rua, Nadja Dulci, Antonio Cunha, Vanderlei Costa

Produtora: Ana Paula Rabelo

 

A história da construção de Brasília e seu planejamento urbano quase utópico criaram uma capital repleta de peculiaridades e estranhamentos, que desafiam moradores e visitantes a todo momento. O filme tem a duração de um dia. Começa com o despertar da vida urbana, a correria diária da manhã e da tarde, a experiência da noite, o vazio da madrugada e um novo amanhecer. Atores e não-atores colorem o cotidiano desse lugar com suas histórias e singularidades.

 

Produção Executiva Ana Paula Rabelo

Roteiro Luísa Caetano

Fotografia Ana Carolina Matias

Montagem Elias Guerra

Som Luiz Oliviéri

Música Original Luiz Oliviéri

 

Luísa Caetano é brasiliense, jornalista e cineasta, formada pela Universidade de Brasília. Trabalha com conteúdo e programação na Empresa Brasil de Comunicação. Em 2010, dirigiu o curta Entre Vãos, selecionado para mais de 20 mostras e festivais nacionais e internacionais.

 

ESTÁTUA! – SP, 2014, 24min30seg, cor, Ficção, 14 anos

Direção Gabriela Amaral Almeida

Elenco Maeve Jinkings, Cecilia Toledo, Clarissa Kiste

Produtora: Lira Cinematográfica

 

A babá Isabel está no sexto mês de gravidez de seu primeiro filho. Ao cuidar de Joana, uma criança misteriosa e de temperamento difícil, Isabel começa a se questionar sobre a sua real vocação para ser mãe.

 

Produção Executiva Lara Lima

Roteiro Gabriela Amaral Almeida

Fotografia André Brandão

Montagem Marco Dutra

Som Daniel Turini, Fernando Henna, Raul Arthuso

Trilha Sonora Rafael Cavalcanti

Música Original Rafael Cavalcanti

 

Gabriela Amaral Almeida é mestre em literatura e cinema de horror e tem especialização em roteiro pela Escuela Internacional de Cine y TV (EICTV) de Cuba. Além de diretora, também atua como dramaturga e roteirista para diretores como Cao Hamburger, Walter Salles e Marco Dutra. Dirigiu Náufragos (2011), Uma Primavera (2011), A Sutil Circunstância (2011), A Mão que Afaga (2012) e Terno (2013).

 

GERU – SP, 2014, 23 min, Cor, Documentário, Livre

Direção Fábio Baldo, Tico Dias

Elenco Zé Dias

Produtora: Filmes da Gruta e Filmes da Garoa

 

Em seu aniversário de 100 anos, Zé Dias decide confiar sua vida a uma câmera.

 

Produção Executiva Priscila Portella

Roteiro Fábio Baldo

Fotografia Fábio Baldo

Montagem Fábio Baldo

Som Fábio Baldo

Direção de Arte Tico Dias

Cenografia Tico Dias

Figurino Tico Dias

Trilha Sonora Etta Jones

 

Fábio Baldo é formado em cinema pela Fundação Armando Álvares Penteado. Estreou na direção de curtas com os filmes Caos (2010) e Da Origem (2011) que juntos foram premiados e selecionados para mais de 70 festivais nacionais e internacionais de cinema, incluindo Clermont-Ferrand, Kiev, Moscou, Montreal e Guadalajara. Tico Dias é formado em jornalismo. Começou a trabalhar em cinema como ator em 2009 e desde então vem trabalhando em vários seguimentos como edição e captação de som. É Tudo Lágrima é seu filme de estreia como diretor.

 

LA LLAMADA – SP, 2014, 19 min, p/b, Documentário, Livre

Direção Gustavo Vinagre

Elenco Lázaro Escarze e Alexei (Pacolo) Hernández

Produtora: Avoa Filmes

 

Lázaro Escarze, um cubano revolucionário de 87 anos, vive num pequeno povoado e terá seu telefone instalado pela primeira vez na sua vida. Para quem ele vai ligar?

 

Produção Executiva Max Eluard

Roteiro Gustavo Vinagre

Fotografia Giovanna Pezzo

Montagem Juanjo Cid

Som Raymi Morales-Brès

Exibições Olhar de Cinema /Curitiba International Film Festival, 2014

Prêmios Recebidos Menção Honrosa na competitiva de curtas do Olhar de Cinema ? Curitiba International Film Festival, 2014.

 

Gustavo Vinagre, diretor e roteirista, estudou cinema na EICTV (Cuba) e Letras na Universidade de São Paulo (Brasil). Já assinou os curtas Filme Para Poeta Cego e La Llamada e o média-metragem documentário Nova Dubai. Seu novo projeto documental de longa-metragem Wil,Má foi selecionado para o Tribeca Film Institute Workshop e ganhou um fundo local para desenvolvimento.

 

LOJA DE RÉPTEIS – PE, 2014, 17 min, Cor, Ficção, 16 anos

Direção Pedro Severien

Elenco Fransergio Araaujo, Maeve Jinkings, Giordano Castro, Cintia Lima

Produtora: Orquestra Cinema Estúdios

 

Aluisio ama a loja e seus animais. Cristina não vê a hora de vender o lugar.

 

Produção Executiva Maria Caminha

Roteiro Pedro Severien

Fotografia Beto Martins

Montagem Maria Cardoso, Pedro Severien

Som Carlos Montenegro, Pablo Lopes, Mateus Alves

Direção de Arte Juliano Dornelles

Cenografia Catarina Jacobsen

Figurino Andrea Monteiro

Animação Celso Hartkopf, Raul Souza

Trilha Sonora Piero Bianchi, Vinicius Nunes, Mateus Alves

Música Original Piero Bianchi, Vinicius Nunes, Mateus Alves

 

Pedro Severien nasceu em 1978, no Recife e estudou cinema em Bristol (Inglaterra). Dirigiu Carnaval Inesquecível(2007), São (2009) e Canção para minha irmã, exibidos em festivais como Clermont-Ferrand, Havana, Cartagena, Kiev, Brasília e Tiradentes, entre outros. É autor do livro O homem que explodiu.

 

LUZ – RJ, 2014, 25 min, Cor, Documentário, Livre

Direção Gabriel Medeiros

Produtora Filmes do Bem Produções Artísticas Ltda

 

Em 2014, mais de dez mil pessoas ainda vivem sem energia elétrica no estado do Rio de Janeiro. Embora a ausência traga problemas comuns aos indivíduos que formam esse grupo, ela se manifesta de forma diversa em cada um deles. Homens e mulheres explicam aqui o significado da luz em suas vidas.

 

Produção Executiva Bruno Armelin e Marcel Costa

Roteiro Felipe Bibian e Gabriel Medeiros

Fotografia Pedro von Kruger

Montagem Felipe Bibian e Gabriel Medeiros

Som Marcel Costa

Trilha Sonora Marcelo De Lamare e Victor Cumplido

Música Original Marcelo De Lamare e Victor Cumplido

 

Gabriel Medeiros é diretor e montador, formado na Escola de Comunicação da UFRJ. Dirigiu e montou os curtas-metragens Gericinó, Do Lado De Fora e Espaços Invisíveis.

 

NUA POR DENTRO DO COURO – MA, 2014, 21 min, Cor, Ficção, 14 anos

Direção Lucas Sá

Elenco Gilda Nomacce, Miriã Possani, Lia Gonçalvez de Azevedo, Tais Galindo, Dagma Colomby, Marcela Bueno e Teci Jr. Pereira

Produtora: MOOD FILMES

 

Ela protege sua carne, mas o couro começa a cair.

 

Produção Executiva Tatiana Sato, Danielle Menezes e Railane Moreira Morão

Roteiro Lucas Sá

Fotografia Daniel Donato

Montagem Lucas Sá

Som Lucas Mendonça e Alexandre Jardim

Direção de Arte Gabriela Lamas

Cenografia Gabriela Lamas e Railane Moreira Morão

Figurino Gabriela Lamas

Trilha Sonora Lucas Sá

 

Lucas Sá nasceu em São Luis, no Maranhão, tem 21 anos e já produziu e dirigiu curtas premiados no Brasil e no exterior, como O Membro Decaído, Os Grilos do Sul Gritam Aurora, Ruído Branco e o documentário No Interior da Minha Mãe. Atualmente finaliza o curso de Cinema e Audiovisual na Universidade Federal de Pelotas (UFPel), no Rio Grande do Sul, além de atuar como montador e fotógrafo de outros projetos.

 

SEM CORAÇÃO – PE, 2014, 25 min, Ficção, 14 anos

Direção Nara Normande, Tião

Elenco Eduarda Samara, Rafael Nicácio, Ricardo Lavenère, Arthur Guilherme, Athur Cavalcanti, Damião Manoel, Marcos Lopes , Manoel Félix, Raphael Victor, Vinícius Fausto, Eules dos Santos, Maxweld, Eduardo Normande, Maeve Jinkings, Maria Eduarda, Vitória Régia, Sabrina Santos

Produtora Trincheira, Garça Torta, CinemaScópio

 

Léo vai passar férias na casa de seu primo, em uma vila pesqueira. Lá, ele conhece uma menina apelidada de Sem Coração.

 

Produção Executiva Emilie Lesclaux

Roteiro Nara Normande, Tião

Fotografia Ivo Lopes Araújo

Montagem Nara Normande, Tião

Som Nicolas Hallet, Simone Dourado (som direto), Carlos Montenegro (edição de som), Gera Vieira (mixagem)

Direção de Arte Thales Junqueira, Maurício Nunes

Figurino Marie Carangi

Exibições Quinzena dos Realizadores, Cannes 2014 Festival Curtas de Vila do Conde, 2014 Festival Internacional de Curtas metragens de São Paulo, 2014 

Prêmios Recebidos Prêmio Illy de Melhor Curta-metragem, Quinzena dos

Realizadores, Cannes 2014

 

Nara Normande ganhou mais de 20 prêmios com seu primeiro curta-metragem de animação Dia Estrelado. Sem Coração é seu segundo filme e a primeira experiência com direção de atores. Tião é um dos fundadores da Trincheira, produtora com base em Recife. Sem Coração é seu terceiro filme, seguindo Eisenstein e Muro.

 

VENTO VIRADO – MG, 2013, 21 min, Cor, Ficção, 10 anos

Direção Leonardo Cata Preta

Elenco Paulo André, Dellani Lima, Cris Fariah, Erik Krog-Pedersen, Maria

Produtora LEBEN FILMES

 

Quando você levanta uma criança em um nível acima de sua cabeça ela se assusta e o seu vento vira.

 

Produção Executiva Leonardo Cata Preta & Matheus Antunes

Roteiro Leonardo Cata Preta

Fotografia Gabriel Martins

Montagem Leonardo Cata Preta

Som Daniel Nunes

Direção De Arte Leonardo Cata Preta

Cenografia Leonardo Cata Preta / Shima

Figurino Tati Boaventura

Trilha Sonora Daniel Nunes

Música Original Daniel Nunes

 

Exibições  CURTACINEMA 2013 - Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro, X Festival Internacional de Cortometrajes FENACO, 17ª - Mostra de Cinema de Tiradentes, VI Mostra Outros Cinemas, IV Edición FIBABC.

 

Leonardo Cata Preta é profissional de cinema e vídeo, animador, ilustrador, designer e artista visual. Dirigiu os curtas Moradores do 304 (2007), O Céu do Andar de Baixo (2010) e  Vento Virado (2013). Seus filmes têm participado em diversos festivais e mostras nacionais e internacionais, como o Festival Internacional de Curtas de Clermont-Ferrand (França), Tampere International Short Film Festival (Finlândia) e Festival Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira (Portugal). Recebeu mais de 60 prêmios e menções especiais.

 

COMISSÃO DE SELEÇÃO - CURTAS-METRAGENS

 

ANDRÉ LEÃO

Formado em Comunicação Social e em Produção Cinematográfica na Escuela Internacional de Cine y TV de San Antoniode los Baños – EICTV, em Cuba, onde produziu sete curtas-metragens de ficção e cinco documentários exibidos em mais de 150 festivais de cinema de mais de 40 países. Juntos, eles obtiveram mais de 50 prêmios internacionais. Atua como diretor e produtor executivo de projetos audiovisuais autorais, assim como consultor de elaboração de projetos audiovisuais. Foi vice-presidente da Associação Brasiliense de Cinema e Vídeo – ABCV. É representante da sociedade civil no Colegiado Setorial do Audiovisual da Secretaria de Cultura do DF e no Conselho de Cultura do DF, como titular da área de cinema. Atualmente exerce a função de presidente da Associação Brasileira de Documentaristas e Curtas-metragistas – ABD Nacional, da qual também foi Diretor de Pesquisa e Projetos. Desde 2012 é membro suplente do Comitê Consultivo da SAv/MinC, na representação dos diretores e produtores de filmes de curta-metragem.

 

CARLA OSÓRIO

Fotógrafa, Mestre em Comunicação Social, Mídia e Cultura, atua como curadora e produtora executiva de filmes, mostras e festivais no Brasil e no exterior. É responsável pela produção executiva e curadoria de oito edições da Mostra Produção Independente, promovida pela Associação Brasileira de Documentaristas e Curtas metragistas (ABD&C/ES). Carla também foi consultora da UNESCO no Brasil em programas culturais, de setembro de 2010 a abril de 2013. Atualmente é sócia da Distribuidora Livres Filmes.

 

FREDERICO CARDOSO

Fundador e primeiro presidente da Cooperativa de Cinema Fora do Eixo (1998-2006), dirigiu mais de 16 curtas, em vários suportes e um longa metragem, lançado em circuito cineclubista em 2003. Curador e diretor das três primeiras edições da Mostra Rio das Ostras de Cinema (2004/06/08), é fundador de três cineclubes: Sala da Cultura do Cinema, Cinema na Alma e  Cineclube Beco do Rato. Um dos criadores do Cinemaneiro - oficinas de realização cinematográfica em suporte digital em favelas cariocas por onde passaram mais de 2.000 jovens e através do qual foram formados 15 coletivos audiovisuais - foi diretor, secretário, tesoureiro e presidente da ABDeCRJ - (Associação Brasileira de Documentaristas e Curtametragistas do Rio de Janeiro). É codiretor da série ficcional de TV Meus Dias de Rock.  Entre suas principais realizações estão o longa Jogo da Velha (2002) e os curtas O Resgate (1997), Letargia (1998), Resumo (1998) Adega Perdida (2006), Áspero – Episódio II (2006), Zona do Agrião (2007) e Sustentarte (2013).

 

GUILHERME WHITAKER

Produtor de audiovisual, criou o site Curta o Curta, a Mostra do Filme Livre e a  Feira Audiovisual do Rio. É curador e produtor de eventos de cinema e vídeo como Curta no Almoço, Cinema Seco, Cinema em Carne Viva. Produziu mais de 40 curtas, sendo diretor de oito, dentre eles vi-vendo (2013), A Re-volta do Rei João (2006), e Não é não (2001). Como produtor, ajudou na realização de mais de 40 curtas, como O Paradoxo da Espera do Ônibus, de Christian Caselli; O Filme que Nunca Existiu, de Sérgio Valério; O Ovo colorido, docoletivo Castanho, de Eduardo Valente; Triângulo, dentre outros.

 

INDAIÁ FREIRE

Jornalista e realizadora de audiovisual, formada pela Universidade Federal do Pará, com mestrado em literatura e cinema, estudou produção executiva na Escola Internacional de Cinema e TV de Cuba. Atuou como continuísta, assistente de fotografia e assistente de produção em oito curtas. Integrou a direção da Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas (ABDeC) do Pará. Trabalha na TV Cultura do Pará desde 1991.



-- 

ObjetoSim - Assessoria de Imprensa e Projetos Culturais SEPS 705/905   Bloco C   Ed. Montblanc   Sala 208

70.390-055 - Brasília - DF

(+55 61) 3443-8891/3242-9805 



Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta


[confira outras notícias]