Seminário Curta & Mercado em SP ::  | Curta o Curta

Seminário Curta & Mercado em SP

Por Guilherme Whitaker em 22/08/2010 08:30


O "Seminário de Comercialização de Audiovisual de Curta Duração: Curta & Mercado" começa amanhã, em São Paulo. É o primeiro evento nacional que visa discutir o potencial econômico do curta-metragem e orientar a formatação de um novo marco legal para este formato. Idealizado e organizado pela Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAV/MinC), será realizado em conjunto com a Associação Brasileira de Documentaristas Nacional (ABD), a Associação Cultural Kinoforum e a Cinemateca Brasileira. O Seminário acontece dentro do 21º Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo.

Em março deste ano, em João Pessoa (PB), a SAV/MinC convidou representantes ligados à produção, distribuição e exibição de curtas para um Encontro Preparatório para o Seminário. A Curta o Curta foi um dos 21 convidados. Na ocasião, os modelos de distribuição e exibição existentes foram apresentados e as demandas dos produtores foram colocadas.
De 23 a 25 de agosto, todos se reunirão novamente. Mas, agora, em evento aberto. As inscrições antecipadas via website do evento foram encerradas durante a semana por lotação esgotada. A ABD distribuiu em lista, recentemente, um documento eletrônico com a íntegra da transcrição das apresentações e discussões feitas no encontro preparatório, em março, em João Pessoa. No Seminário, será distribuído um caderno com o conteúdo resumido, que também está disponível em http://kinoforum.org.br/curtaemercado/wp-content/uploads/2010/08/apostila-pp-06-33-BX-RES.pdf A apresentação da Curta o Curta pode ser encontrada a partir da página 9.

Curta o Curta no Seminário Curta & Mercado

A Curta o Curta é a única distribuidora brasileira exclusiva de curta-metragem presente no 1º Seminário de Comercialização de Audiovisual de Curta Duração. O projeto Porta Curtas é outro agente que lida exclusivamente com curtas, mas com finalidade prioritariamente cultural. Outras iniciativas privadas de comercialização presentes, que lidam com conteúdo audiovisual de uma forma geral, são as empresas Blopix, Elo Company e M1ND.

Estão presentes, ainda, Casa de Cinema de Porto Alegre, Circuito Espaço, Rain Brasil, Canal Brasil, Canal Futura, RBS TV, Vivo e Instituto Claro na condição de iniciativas privadas ligadas à produção, distribuição ou exibição.

TV Cultura, SESC TV e TV Câmara, canais públicos de TV de caráter educativo, cultural e de cidadania, também estão no Seminário.
Programadora Brasil e Rio Filme, iniciativas de execução de políticas públicas, assim como a Associação Brasileira de Documentaristas (ABD), entidade representativa dos produtores, completam o quadro de convidados.

Guilherme Whitaker, sócio-diretor da Curta o Curta, observa: “O conjunto de agentes presentes demonstra o real potencial comercial do curta-metragem, cenário que acreditamos quando criamos a empresa. O evento é de extrema relevância.”

Os relatos vão demonstrar a variedade de oportunidades que já existem para o curta-metragem nacional ampliar sua circulação. As mídias digitais (celular 3G, TV móvel, mídia indoor, Internet) aparecem com uma real janela de exibição de curtas, mas ainda em fase de experiência e desenvolvimento na perspectiva de negócio.

Marcus Mannarino, sócio-diretor da Curta o Curta, adianta: “O momento é extremamente oportuno para reforçarmos o posicionamento da Curta o Curta como distribuidora especializada em curta-metragem. Apostamos no diferencial da inovação de nosso modelo de negócios que cria condições para a construção de um relacionamento com produtores. O controle que proporcionamos aos detentores dos direitos das obras – que sempre sabem previamente onde, quando e como seus filmes serão exibidos e têm garantida a remuneração pela cessão dos direitos de uso em todos os contratos – é uma novidade que valoriza as obras e atende expectativas de quem fornece o principal insumo para a cadeia produção-distribuição-exibição. Quanto aos exibidores, oferecemos a facilidade de um Catálogo permanentemente atualizado, com filmes de qualidade, legalizados e contratos de licenciamento alinhado às suas necessidades. Nossa atuação visa viabilizar comercialmente, de maneira equilibrada e atraente para todas as partes, que os filmes cheguem ao público, em qualquer suporte, de maneira legal, com geração de receita para produtores.”

A organização do Seminário e os resultados da Curta o Curta, reunidos abaixo, permitem a percepção de dois fatos: o curta-metragem tem um excelente potencial comercial. A Curta o Curta é um dos principais players nesse mercado.

Resultados Curta o Curta

Desde 2008 (ano em que a Curta o Curta iniciou sua operação comercial) foram negociadas cerca de 200 licenças remuneradas para exibição de curtas em salas físicas, em escolas, na TV, na Internet e em celulares.

A Secretaria de Educação da Prefeitura do Rio de Janeiro adquiriu 8 curtas para exibir permanentemente em mais de 200 escolas da rede pública de ensino fundamental. Outros contratos para exibição em salas físicas foram firmados com Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Valença (RJ), Sesc Santos (SP), Firjan-RJ (Sesi-RJ e Sesi Jacarepaguá), Congresso Nacional de Medicina do Trabalho, Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia.

Criado e produzido pela Curta o Curta desde 2007, com patrocínio da Caixa, o evento Curta no Almoço exibe na Caixa Cultural, no Centro do Rio de Janeiro, sessões diárias gratuitas, de até 20’ de duração, no horário do almoço, durante 2 semanas. Foram realizadas 6 edições: fev/07, nov/07, mar/08, mar/09, ago/09 e mar/10. No total, foram exibidos 77 filmes para 5.247 pessoas. O público cresceu 151% entre a primeira e a sexta edição, com 522 pessoas e 1.312 pessoas presentes, respectivamente. A média diária de público passou de 75 em fevereiro de 2007 para 164 em março de 2010. As sessões infanto-juvenis, exclusivas para alunos de escolas públicas convidadas, tiveram público total de 668 crianças e jovens. A 7ª edição acontecerá em setembro de 2010.

A Firjan promove sessões semanais desde 2009 no Teatro Sesi-RJ e, este ano, ampliou para o Sesi-Jacarepaguá.
 

E, em outubro, será realizada a primeira edição do Curta o Curta no Almoço no CCBB-SP.

O Portal Oi, na Internet, exibiu mais de 20 curtas do Catálogo Curta o Curta, em 2008. A TV Brasil adquiriu licenças de 4 curtas, em 2008.
 

O programa CurtaDOC também licenciou filmes do Catálogo Curta o Curta para exibição na SESC TV, em 2009.

Clientes da Claro, hoje, têm disponíveis em seus celulares 3G 8 curtas do Catálogo Curta o Curta por meio do serviço Minha TV Claro.

E usuários de celular 3G, independente da operadora, também podem assistir curtas do Catálogo Curta o Curta através do serviço da empresa EnterPlay.

O Catálogo Curta o Curta conta com mais de 160 títulos em oferta para licenciamento, incluindo obras de produtoras como Casa de Cinema de Porto Alegre, Superfilmes, Urca Filmes, Cavídeo, WSet, Pela Madrugada e Otto Desenhos Animados. O Catálogo é ampliado permanentemente, com curtas selecionados e premiados em festivais de cinema e, também, com títulos que já não circulam pelo circuito.

Com o objetivo de manter o Catálogo atualizado, foram firmadas parcerias com a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis (SC) e com a Mostra do Filme Livre (RJ) e estão em negociação parcerias com outros festivais. Por meio dessas parcerias, os festivais indicam os filmes selecionados para o processo de inclusão no Catálogo Curta o Curta. E os filmes incluídos no Catálogo exibirão a marca do Festival no pré-roll sempre que forem licenciados para exibidores.

A Curta o Curta apóia a promoção e/ou premiação dos eventos Curta Criativo (Firjan-RJ), Estética Central (RJ), Mostra do Filme Livre (MFL-RJ), Mostra de Filmes do Núcleo Digital (AM), MIAU - Mostra Independente do Audiovisual Universitário (GO), Cine Esquema Novo (RS), Kinooikos Formação do Olhar (SP), Festival do Júri Popular, Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis (SC) e Curta Copa (RJ), entre outros.
 


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta

[confira outras notícias]