Sessão Curta o Curta na MFL 2011 ::  | Curta o Curta

Sessão Curta o Curta na MFL 2011

Por Guilherme Whitaker em 19/03/2011 07:44


A 10ª Mostra do Filme Livre (MFL) inclui em sua programação, mais uma vez, uma sessão Curta o Curta. No domingo, 20 de março, às 18h, o público do evento poderá assistir 6 filmes do Catálogo Curta o Curta no Cinema 2 do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Centro do Rio. A parceria entre a Curta o Curta e a MFL, firmada em 2007, vem se reafirmando desde então e a sessão durante o evento é uma das ações em conjunto que visam ampliar a circulação dos curtas e formar público.

A sessão inclui 2 animações, 3 ficções e 1 documentário. O filme mais recente é “Dia de sol”, ficção de Virgínia Jorge. Lançado em 2010 no 16º Vitória Cine Vídeo, o filme conta com sensibilidade uma história simples sobre uma menina, um passarinho e um quintal. “Quando Jorge foi à Guerra”, animação de Tadao Miaqui, paródia do livro “Johnny foi à Guerra”, narra em tom de caricatura o drama do personagem mutilado e extrai humor da situação. Conquistou 6 prêmios, alguns deles dirigidos ao roteiro. O documentário “Selarón, a grande loucura”, de Renata Brito e José Roberto Mesquita, revela a personalidade do artista que escolheu o Rio como moradia e ateliê, e se fundiu com a cidade ao transformá-la com sua obra. “Cattum” é mais uma animação de Paulo Miranda, da Mandra Filmes, de Goiânia. Conquistou 20 seleções e 5 prêmios. O gatinho Cattum revela, involuntariamente, as relações humanas na cidade. “A incrível história da mulher que mudou de cor”, de Marcelo Santiago, é uma ficção que trata, com humor e sutileza, conceitos e preconceitos. Traz, no elenco, Adriana Bombom. E tem fotografia de Dudu Miranda. “Emprego temporário”, de Leonardo Esteves, é a obra experimental que faz a ponte de aproximação entre a sessão Curta o Curta e o perfil da Mostra do Filme Livre. Um documentário com elementos ficcionais? Uma ficção com elementos documentais?

A Mostra do Filme Livre (MFL) é um dos eventos audiovisuais mais democráticos do Brasil e chega à sua 10ª edição no CCBB do Rio de Janeiro e, pela primeira vez, no CCBB de São Paulo, apresentando um grande painel da atual produção independente nacional e ampla retrospectiva das edições anteriores. A MFL se consagra como o principal evento do calendário de festivais de cinema nacionais cuja curadoria privilegia obras com expressão artística e recursos técnicos diferenciados.

Ao longo de seus 10 anos, já foram homenageados na MFL os cineastas Fernando Spencer (PE), Eliseu Visconti, Luiz Rosemberg Filho, Andrea Tonacci (SP), Helena Ignez, Joel Pizzini e Sergio Ricardo, Paulo Halm, Godot Quincas, Philippe Barcinski (SP), Eduardo Nunes, Camilo Cavalcante (PE) e Nilson Primitivo, além de uma sessão especial do documentarista holandês Johan Van Der Kueken, em 2005. As produtoras, ações e/ou coletivos/movimentos já destacados foram: Mosquito (MG), Pepa Filmes, RAÇA Filmes, A Organização, Canibal Filmes (do diretor Petter Baiestorf, SC), Angu TV, Curta o Curta, Nem só o que anda é móvel (MG), A produtora (MG), Tv Morrinho, Plus Ultra, Cavídeo, CTAV, Projeto Cérbero.

Sessão Curta o Curta na MFL 2011
Quando: 20-03-2011 às 18:00h (Domingo)
Local: CCBB-Rio de Janeiro - Cinema 2
Duração: 71 minutos


• "Quando Jorge foi à Guerra" de Tadao Miaqui | PR | animação | 2004
• "Emprego temporário" de Leonardo Esteves | RJ | ficção | 2007
• "Dia de Sol" de Virgínia Jorge | ES | ficção | 2010
• "Cattum" de Paulo Miranda | GO | animação | 2008
• "Selarón, A Grande Loucura" de Renata Brito e José Roberto Mesquita | RJ | documentário | 2003
• "A Incrível História da Mulher que Mudou de Cor" de Marcelo Santiago | RJ | ficção | 2004

 


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta

[confira outras notícias]