Tudo em família no Curta TV deste domingo ::  | Curta o Curta

Tudo em família no Curta TV deste domingo

Por Guilherme Whitaker em 20/01/2012 07:06


Algumas famílias têm em comum a paixão por fazer cinema. No Brasil, como no resto do mundo, é comum a parceria entre diretores e suas esposas, maridos, filhos e netos. O Curta TV desta semana vai falar desse ofício compartilhado por entes queridos, além de mostrar como os curtas tratam dos conflitos, sabores e dissabores do núcleo familiar.

O programa traz uma entrevista com o cineasta Allan Sieber, que dirigiu o curta Deus é Pai. A animação mostra com muito humor e irreverência o mais clássico dos laços paternos: a relação entre Deus e Jesus, que sofre inevitável desgaste depois de milhares de anos de convivência.

Mas apesar de os pais estarem cada vez mais presentes na vida dos filhos, nada rende mais dramaticidade que o desmedido amor materno. Esse laço de afeto é o tema de Cartas da Mãe, dirigido por Fernando Kinas e Marina Willer. Nesta edição do Curta TV, os diretores vão falar sobre o filme, que constrói uma crônica do Brasil nos últimos trinta anos, a partir de cartas que o cartunista Henfil escreveu para mãe dele, dona Maria.

Ainda dentro do tema do amor materno, o diretor Eric Laurence vai falar no programa sobre o curta Azul, que mostra com delicadeza a espera de uma senhora pela visita do filho, em meio a um cenário insólito do sertão nordestino.

No quadro Achados da Web, será exibido um trecho do primeiro curta de Sophia Coppola, Lick The Star. No filme, a filha do cineasta Francis Ford Coppola já anunciava a habilidade para lidar com o universo adolescente, que consagraria a diretora mais tarde em filmes como As Virgens Suicidas.

E falando sobre os filhos que herdaram o talento dos pais, o programa desta semana traz uma entrevista com filhos de importantes diretores brasileiros. Pedro, Julio, Cacala e Rita Carvana vão falar sobre como seguiram os passos do pai, o diretor Hugo Carvana. Também seguindo o caminho do pai Cacá Diegues, Isabel e Flora Diegues vêm dando motivos de orgulho para o cineasta.

No segundo bloco do programa, é a hora de exibir um curta na íntegra. O escolhido desta edição foi Onze Onze, filme de Cauê Angeli que fala do primeiro passo para a formação de uma família: o amor. O filme é baseado no conto Caligrafia Ilegível, do escritor gaúcho Moacyr Sciliar, e mostra como o amor pode se embaraçar nas armadilhas do cotidiano.


O Curta TV é exibido aos domingos, às 22h30, com reprises aos sábados, às 23h45, na TV Brasil.


Comente aqui...


Você precisa digitar algo na caixa de texto.
Não foi possível enviar seu comentário.
Informe um e-mail válido.
Você precisa informar um nome.
Você precisa digitar algo na caixa de texto.

Jornal do Curta




[confira outras notícias]